em Intercâmbio

Programa facilita o intercâmbio de brasileiros para a Dinamarca

Fazer um Intercâmbio na Dinamarca pode ser um sonho mais próximo do que você imagina.

O governo dinamarquês abriu as inscrições para o programa Danish Government Scholarships, bolsas de estudo concedidas para brasileiros que podem se candidatar até o dia 1 de março.

A iniciativa é focada em estudantes de PhD ou mestrado e são aceitos candidatos que pretendem passar de 5 a 12 meses estudando em universidades do país.

Saiba tudo sobre este programa e diversas outras dicas de intercâmbio na Dinamarca.

Intercâmbio Institucional 728x90

Veja também: Como se candidatar a um mestrado na Alemanha

Intercâmbio na Dinamarca: conheça todas as oportunidades

Anualmente, 50 meses em cursos são reservados exclusivamente para alunos brasileiros que serão selecionados para ter acesso ao aporte financeiro para embarcar nessa jornada do conhecimento.

As bolsas de estudo do governo dinamarquês são destinadas aos estudantes de intercâmbio altamente qualificados que desejam estudar não somente a língua como a própria a cultura dinamarquesa, além de outros campos de estudo relacionados com o país.

Outras vagas do projeto

O projeto contempla também vagas de graduação para alunos que estudam a língua e a cultura e queiram fazer um intercâmbio na Dinamarca, por um período que pode variar de cinco a dez meses.

Dentre os campos de estudo possíveis, destacam-se design, música, arquitetura, bem-estar, estudos ambientais, dentre outros, porém é necessário que existe uma referência de um professor responsável por ensinar a língua dinamarquesa no Brasil.

Critérios de seleção para o Intercâmbio na Dinamarca

Para embarcar nesse intercâmbio para a Dinamarca é necessário preencher a maioria dos pré-requisitos do comitê responsável pela distribuição das bolsas de estudo.

Estudantes de nível de bacharel especializados em língua e literatura dinamarquesa podem também se inscrever para realizar um intercâmbio na Dinamarca.

No processo de seleção, a Agência Dinamarquesa para a Ciência e o Ensino Superior dará prioridade aos candidatos que optaram por um programa específico de pesquisa ou campo de estudo através da sua relação com a língua dinamarquesa, cultura ou outras áreas de especialização dinamarquesas.

Confira: Prepare-se para fazer mestrado no exterior! Veja bolsas em 5 países

Sobre a Dinamarca

Mesmo com o alto custo de vida e o clima frio que pode ser a principal dificuldade de adaptação para os estrangeiros os países nórdicos, como a Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia e Islândia, estão entre as nações mais ricas do mundo e com os maiores IDHs também (Índice de Desenvolvimento Humano).

Algumas dificuldades como essas podem valer muito a pena para estudar em algumas das universidades mais conceituadas do planeta. O mais interessante é que, para realizar um intercâmbio na Dinamarca é que em muitos casos é possível entrar em cursos gratuitos e ministrados em inglês.

Assim como apontam os índices do IDH, a Dinamarca está dentre os melhores países do mundo tanto para quem pretende estudar quanto para quem já está pensando em consolidar uma família e envelhecer com qualidade.

Os cinco países considerados nórdicos estão dentre as dez nações mais felizes do mundo de acordo com o ranking da ONU que analisa aspectos abstratos como liberdade, generosidade, expectativa de vida, segurança e honestidade.

Um novo relatório da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) analisou o estado da educação nos 35 países membros e em outras nações parceiras. Essa Visão Geral da educação realizada no mundo revelou que a Dinamarca está em segundo lugar no ranking mundial dos países que mais investe em educação.

Tradição acadêmica da Dinamarca

Dez das 200 melhores universidades do mundo estão concentradas nos países nórdicos de acordo com a The Times Higher Education – publicação britânica. A consultoria Quacquarelli Symonds classifica ainda a capital Dinamarquesa, Copenhague, como uma das 50 melhores cidades do mundo para estudantes.

A maior parte dessas instituições é sueca, incluindo o Instituto Karolisnka e a Universidade de Estocolmo, ou dinamarquesa, como a Universidade Técnica da Dinamarca.

Além disso, segundo a consultoria Quacquarelli Symonds (QS), Copenhague, Estocolmo e Helsinque, capitais da Dinamarca, Suécia e Finlândia, estão entre as 50 melhores cidades para estudantes.

Confira também: Mestrado Inglaterra: saiba como se candidatar

Além da Dinamarca, em que outro país gostaria de fazer um intercâmbio?

Faça nosso QUIZ online e descubra:

Site para conversar em inglês

Veja depoimentos de intercambistas que estudaram em outros países e descubra todas as suas vantagens:

Curso de inglês no exterior: Ace English Malta

Comentários

comentários