em Viagem

Viagem para Europa de Mochilão e o sonho de conhecer o velho continente gastando pouco

Antes de sair fazendo o seu mochilão na Europa e pensando no quanto irá gastar, você precisa saber os dias que dispõe para viajar e quais os países que gostaria de conhecer.

Quem faz um mochilão na Europa pela primeira vez quer explorar os lugares históricos e populares, mas existem destinos menos conhecidos e igualmente interessantes.

Separamos diversas dicas de destinos e um roteiro de mochilão para a Europa em cidades econômicos e inesquecíveis.

Já pensou em fazer um intercâmbio de idiomas antes de iniciar seu mochilão?

Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: 8 dicas para quem vai fazer intercâmbio aproveitar ao máximo

5 sugestões de destinos ou roteiro de mochilão na Europa

Começamos com 3 dos destinos mais populares de mochilão na Europa, confira!

1- Amsterdã – Holanda

Amsterdã não é necessariamente uma cidade barata, mas pela boa localização na Europa, a visita na cidade acaba compensando pela boa relação custo benefício.

Através de seu sistema ferroviário muito eficiente e bem conectado pode-se chegar a Bélgica, a Alemanha, França, Suíça e Inglaterra.

Outro meio de transporte bem conhecido são as bicicletas, os bondes e os passeios a pé.

Facilita a vida do mochileiro se ele optar por ficar próximo ao chamado “anel de canal”, porque economiza tempo, dinheiro e está próximo à estação central, bancos e restaurantes.

Não deixe de visitar:

Museu do Van Gogh

São mais de 200 pinturas de Vincent Van Gogh. Não precisa entender de arte para ficar impressionado com as obras expostas.

Os trabalhos são organizados por períodos e é possível observar as diversas fases do artista.

Possui também obras de outros pintores do século XIX.

Quem faz mochilão na Europa ou em qualquer outro lugar não quer perder muito tempo e as filas para visitar o museu geralmente são muito grandes, mas a compra de ingressos pode ser feita online.

A casa de Anne Frank

Passeio imperdível também, o guia gratuito da casa em que Anne Frank uma menina judia se escondeu para escapar dos nazistas na Segunda Guerra Mundial.

O guia deste museu é feito em doze línguas o que facilita o passeio sozinho, sem ajuda de um guia.

A acessibilidade não é perfeita, porque é um local com escadas estreitas e pequenos cômodos típicas das casas antigas de Amsterdã.

Canal Cruise

São mais de 1.500 pontes, cem quilômetros de 165 canais criados para melhorias no transporte no século XVII e as relações comerciais.

Considerado patrimônio cultural pela UNESCO. Os passeios de barco possuem várias atrações turísticas.

2- Barcelona – Espanha

Na comunidade autônoma da Catalunha, a cidade de Barcelona consegue unir aspectos contemporâneos e históricos com belas praias num clima perfeito.

A gastronomia merece destaque especial fora o fato da cidade possuir museus indispensáveis para uma viagem para a Europa de mochilão.

A terra de Gaudí impressiona e agrada a todas as idades e comparada a outros destinos na Europa não é uma cidade tão cara.

Não deixe de visitar:

Sagrada Família de Barcelona

Um dos pontos mais visitados do mundo e mais procurados. Construída pelo arquiteto Antônio Gaudí,

O Parc Guell idealizado também pelo artista é uma das vistas naturais mais lindas da cidade.

Uma visita obrigatória e assinada também por Gaudí são as casas:

La Pedrera ou Casa Milá e a Casa Batllò.

Bairro Gótico

Aonde surgiu Barcelona, são ruas estreitas nascidas sobre ruínas romanas.

Dentro do bairro possui diversas atrações turísticas como a Catedral de Santa Cruz e Santa Eulália, Plaza Del Rey e Plaza Nova.

Se perder pelas ruas e labirintos do bairro, rodeado por história, música e arte não será nenhum grande sacrifício em seu mochilão na Europa.

Museu de Picasso

Ocupa 5 palácios góticos interligados e existe há 50 anos.

Conta com mais de 3800 obras com ênfase na juventude de Picasso.

No primeiro domingo de cada mês o passeio pode ser feito gratuitamente, porém as filas são imensas.

Praia Barceloneta

Frequentada por turistas e por moradores, fica próximo ao centro de Barcelona.

A cidade possui um grande número de bairros e restaurantes com boa comida.

O turista pode alugar barcos, guarda-sóis, estacionar bicicletas e ainda utilizar vestiários, chuveiros e banheiros.

Como é a principal praia em períodos de veraneio, o mochileiro deve optar para visitar o local logo pela manhã, porque no período da tarde será difícil encontrar lugar na areia.

3- Dublin – Irlanda

Um dos destinos mais procurados para intercâmbio e estudo de inglês no exterior pode ser bastante convidativo para entrar em seu roteiro de um mochilão na Europa.

A cidade de Dublin possui um aspecto de cidade do interior, durante o dia simpática e divertida principalmente com estrangeiros.

Durante a noite a cidade apresenta um aspecto mais intenso. A música exerce grande influência no país. Possui diversos cafés e pubs, mas está repleta de arte, parques e museus.

Não deixe de visitar:

A Guinness Storehouse

A famosa marca de cerveja irlandesa Guinness possui um prédio de 7 andares em formato de um copo de cerveja gigante.

Cada andar conta uma parte da história da cervejaria e com experiências interativas e degustativas.

A visita é paga, mas o ingresso pode ser comprado online com 10% de desconto, então aproveite e coloque em seu roteiro mochilão

Phoenix Park

Parque que possui 707 hectares, dentro dele está localizado o Dublin Zoo aberto em 1831 é um dos mais importantes da Europa.

No parque também está localizada a residência do presidente do país.

Como há muita coisa para se ver no parque é normal a locação de bicicleta que custa uma média de 5 a 10 euros.

Ele abre 7 dias da semana e fica aberto 24 horas por dia, mas durante a noite para quem estiver sozinho é melhor evitar.

Dublin Castle

O castelo de Dublin é localizado ao lado do River Liffey, foi construído pelos anglo-normandos no século XIII, provavelmente usado como um antigo forte durante a idade média.

Os guias são muito bem informados e simpáticos, próximo a entrada principal o mochileiro ainda consegue encontrar um restaurante e uma loja de souvenirs.

Conheça mais sobre Dublin:

Como é viver em Dublin, um guia completo

4- Um dos destinos mais econômicos e pouco conhecido por mochileiros

Cracóvia – Polônia

É uma pequena cidade, que pode ser visitada sem a necessidade de muitos gastos com transporte.

Não foi atingida pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial e, por isso os prédios são originais e a impressão é estar em um túnel do tempo.

Além de castelos e catedrais, a cidade possui 42 parques públicos.

Assim como a comida os hotéis são os mais econômicos para os padrões europeus.

Não deixe de visitar:

Wawel Castle

É considerado um dos castelos renascentistas mais bonitos da Europa Central, possui esse nome porque fica em cima do monte que leva esse nome.

Local aonde a nobreza vivia com pátios amplos, suas grandes torres e muralhas.

Toda a área possui um belo e bem cuidado jardim.

As visitas são monitoradas e com horários marcados.

Fábrica de Esmaltados de Oskar Schindler

Utilizado para o filme a Lista de Schindler de Steven Spielberg. Hoje é um museu.

Possui uma exposição permanente de nome “Crakóvia sob a Ocupação Nazi entre 1939 e 1945”.

Mostra exposições, reconstruções de imagens e sons do período da ocupação nazista.

Basílica de Virgem Maria

Fica na grande praça do mercado, que merece ser bem explorado por mochileiros do mundo inteiro pela variedade de pontos turísticos.

A Basílica data do século XIII, possui estilo gótico é o ponto mais alto de Cracóvia.

Foi utilizado como ponto estratégico de observação da cidade, por fora sua fachada embora imponente é simples, porém internamente é deslumbrante.

5- Mochilão na Europa em 30 dias é possível

Você só tem 30 dias para o seu mochilão na Europa e quer conhecer um bom número de países e não quer deixar de conhecer os lugares mais bonitos.?

A sugestão é que decida quantos países deseja visitar e ficar no máximo 2 dias a 5 dias no máximo em cada um deles.

A Eastern Adventure 2018 é um pacote de viagem pela Europa em que o mochileiro pode passar por 15 países diferentes do leste europeu.

São eles: Grécia, Albânia, Montenegro, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Hungria, Eslováquia, Áustria, Polônia, República Tcheca, Alemanha, Dinamarca, Holanda e Inglaterra.

Se em sua viagem dos sonhos para a Europa você espera ser o mais econômico possível, sem perder o conforto ou se preocupar com acomodações e alimentação em cada parada, esta é uma grande oportunidade.

Já pensou em estender seu mochilão, trabalhando e estudando legalmente durante sua viagem? Confira nosso e-book sobre o assunto:

Confira mais dicas sobre a Europa em nosso Blog:

Comentários

comentários