em Intercâmbio

Descubra alguns excelentes motivos para fazer intercâmbio na Finlândia

Conhecida por suas baixas temperaturas, a Finlândia, localizada na Península Escandinava, ao norte da Europa, pode ser o destino ideal para quem pretende estudar fora sem gastar muito.

E não pense que essa economia compromete o ensino: a Finlândia é também reconhecida por possuir um dos melhores sistemas educacionais de todo o mundo.

Nesta postagem, você vai conhecer diversos motivos e vantagens de fazer um intercâmbio na Finlândia.

Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: Programa facilita o intercâmbio de brasileiros para a Dinamarca

Porque fazer intercâmbio para Finlândia

A Finlândia ocupa a 1ª posição no ranking do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), em que o Brasil aparece na 53ª posição.

Um dos principais motivos que fazem a Finlândia se destacar tanto no quesito ensino é a igualdade.

Ou seja, pessoas com mais ou menos poder aquisitivo têm acesso ao mesmo tipo e qualidade educacional e, para melhorar, estrangeiros também podem estudar gratuitamente e usufruir dos melhores sistemas de ensino do planeta!

Não é necessário saber falar finlandês para fazer um intercâmbio para a Finlândia, isso porque o país oferece cerca de 450 opções de cursos em inglês em suas universidades.

As bolsas de estudo que contemplam também auxílio moradia e alimentação oferecidas pelo governo finlandês são destinadas somente para cursos de doutorado, mas é possível candidatar-se a bolsas brasileiras, como o Ciência sem Fronteiras, para se especializar em outras áreas, seja através da graduação, pós-graduação ou para realizar um curso de línguas.

Veja também: Melhores países para intercâmbio, descubra o seu.

Bolsas para fazer intercâmbio na Finlândia

Ciências sem fronteiras

O Ciências sem Fronteiras é um programa governamental brasileiro que promove a internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira através do intercâmbio e da mobilidade internacional.

Para os candidatos a essa bolsa, o intercâmbio para a Finlândia pode ser a melhor escolha, já que tecnologia e meio ambiente estão entre as áreas em que a Finlândia mais se destaca de acordo com o Fórum Econômico Mundial.

Youth Exchanges do Rotary Clube

O programa Youth Exchanges do Rotary Clube, também pode ser uma opção para jovens de 15 a 19 anos que pretendem fazer um intercâmbio na Finlândia.

A organização filantrópica Rotary Club patrocina essa experiência em mais de 100 países e, para concorrer a uma dessas oportunidades de conhecer novas culturas e aprender novas línguas.

Dentre as opções dos candidatos estão o intercâmbio de longa duração, que contempla todo o período letivo de um ano, por exemplo, e o de curta duração, que pode durar apenas alguns dias ou meses.

Através desse projeto, as mensalidades estudantis bem como a moradia são cobertas pelo Rotary e os participantes são responsáveis pelas passagens aéreas, seguro viagem, passaportes e demais gastos pessoais durante a viagem, bem como passeios e excursões específicas no país.

Depoimento

O brasileiro Pedro Fernandes conquistou a oportunidade de conhecer a Finlândia através do Youth Exchange e conta que é recebido em uma família credenciada ao Rotary.

O intercâmbio cultural consiste em visitas à escolas, aprender os costumes do país e viver como se fosse um cidadão finlandês. Ele frequenta a escola normalmente, almoça na escola e retorna por volta das 16h e também faz um curso de línguas, no caso dele, o Sueco.

Sem uma bolsa de estudos que contemple o auxílio com as demais despesas, quem escolhe fazer um intercâmbio na Finlândia precisa arcar com sua própria moradia e alimentação, já que é possível ter acesso ao estudo gratuitamente.

A boa notícia é que é possível trabalhar meio período no país para se manter durante os estudos, por exemplo.

Confira: Intercâmbio na Alemanha, quanto custa? Promoções imperdíveis

Mais sobre a Finlândia

A Finlândia é um país de contrastes, são 5,5 milhões de habitantes em uma nação que mesmo tendo como sua base econômica a agricultura, consegue também ser uma das mais desenvolvidas da Europa.

Além de se destacar em educação, a Finlândia exibe alguns dos melhores indicadores sociais mundiais como qualidade de vida e renda, sendo considerado o segundo país mais estável do globo, atrás apenas da Dinamarca.

Com tantos índices positivos, não surpreende a Finlândia ser conhecida como sexto país mais feliz do mundo!

Na dúvida se é a Finlândia seu melhor destino para intercâmbio? Faça nosso QUIZ online e descubra:

Site para conversar em inglês

Confira depoimentos de intercambistas que visitaram diversos países do mundo:

Comentários

comentários