em Intercâmbio

Intercâmbio na Suíça: 3 idiomas para escolher

O desejo de inúmeros adolescentes é cursar o colegial em outro país e já acumular uma bagagem cultural, além de aprender outra língua antes mesmo de entrar para a vida universitária.

O destino mais comum para esses jovens desbravadores do mundo ainda é o High School Norte Americano, porém, para quem pretende ter uma experiência diferenciada, uma ótima opção de intercâmbio pode ser a Suíça.

Nesta postagem, você vai ver diversas vantagens de fazer um intercâmbio na Suíça.
Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: Intercâmbio Direito: 6 dicas para conseguir

Porque fazer intercâmbio na Suíça

A Suíça, multicultural e com quatro línguas oficiais –  o francês, o italiano, o alemão e o reto-romanche, é considerada um destino sofisticado e de qualidade.

Possui uma tradição educacional reconhecida mundialmente, com escolas públicas providas de uma excelente infraestrutura.

O ensino médio na Suíça segue o padrão americano, além das aulas de inglês específicas para estrangeiros, há a possibilidade de poder também cursar um segundo idioma.

O estudante pode escolher entre escolas tanto na região italiana, quanto alemã ou francesa. O intercâmbio para a Suíça pode ser realizado em escola pública, em que o estudante fica hospedado em uma casa de família, ou em uma escola particular, em que o aluno mora em um alojamento dentro da própria escola.

Veja também: Confira dicas surpreendentes de como é viver na França

Contato internacional

Ao escolher a segunda opção, o estudante terá contato com pessoas de todo o mundo, se aperfeiçoando nos idiomas escolhidos além de absorver a cultura não só da Suíça, como também de outros países, através da convivência com pessoas de diferentes etnias.

O destino mais famoso para quem pretende realizar um intercâmbio na Suíça é Genebra, que tem muito mais que chocolate e neve para oferecer aos seus visitantes.

A cidade é um dos mais importantes centros financeiros do mundo, além de ser conhecida como a capital da paz, fama decorrente da quantidade de organizações internacionais que possuem escritórios ou a própria sede na região.

Genebra abriga mais de 200 entidades, destacando a própria ONU e a OMS – Organização Mundial da Saúde, sendo um polo diplomático e de alta concentração de estrangeiros que contribuem com a diversidade cultural da cidade.

Mesmo pequena, Genebra é cosmopolita, com vias seguras e limpas, que contribuem para caminhadas ou passeios de bicicleta, características de uma cidade que possui um alto índice de qualidade de vida.

Veja mais: Intercâmbio para Alemanha, descubra porque fazer!

Diversidade de cursos

Uma vantagem para quem pretende realizar um intercâmbio na Suíça são as diversas alternativas de cursos, que podem ser a graduação ou pós-graduação em uma das renomadas universidades europeias localizadas no país, ou até mesmo os cursos de idiomas.

Turismo e esportes

Nem só de estudos vive um intercambista! Genebra é também uma excelente escolha para quem sonha em esquiar ou fazer snowboarding, além de possibilitar a visita a uma das maiores belezas do mundo: os Alpes suíços.

Além disso, cafés e restaurantes localizados na região antiga da cidade são uma boa opção para entender o cotidiano e a cultura da Suíça.

Intercâmbio na Suíça via voluntariado

Outra forma de realizar um intercâmbio na Suíça é através dos programas de voluntariado, como os que podem ser encontrados no portal Worldpackers.

No site é possível encontrar oportunidades de trocar conhecimentos e habilidades por hospedagem, ou se instalar em uma ONG, escolas ou projetos sociais.

Atuar em ecovilas e fazendas, diretamente em regiões agrícolas enquanto vive em um novo país é outra opção interessante.

DICA: Trabalho voluntário no exterior? Viaje pelo mundo espalhando o bem

Já para quem busca um trabalho remunerado, a Suíça também traz diversas oportunidades interessantes e esse pode ser o momento ideal para quem quer mudar de vida.

Isso porque diversas empresas suíças estão buscando trabalhadores em todo o mundo para ocupar vagas, devido à falta de profissionais qualificados.

A taxa de emprego na Suíça é de 80%, uma das maiores na Europa. Ela considera a população potencialmente ativa (entre 15 e 64 anos, segundo a Eurostat) e analisa assim a taxa da população disposta a trabalhar.

Já está decidido, vai mesmo fazer intercâmbio na Suíça?

Por que não faz nosso QUIZ online e descobre o melhor lugar para fazer seu intercâmbio?

Site para conversar em inglês

Saiba o que intercambistas falam dessas experiências em depoimentos exclusivos:

EU FUI estudar na Ace English Malta. Conheça minha experiência!

Comentários

comentários

  • Conteúdo relacionado por Tag