em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Intercâmbio na Espanha com a avó (!!) – escola Enforex

Depois de estudar inglês em Malta e se apaixonar, a Karoline Kussik resolveu fazer intercâmbio na Espanha para aprimorar o espanhol. Dessa vez, ela teve uma companhia mais que especial: a avó de 73 anos, que provou que intercâmbio é bom em qualquer idade!!

Assista nosso bate-papo:

1º Intercâmbio da Karol: Como é Malta – ESE Malta

Por que fazer intercâmbio na Espanha

A Karol teria 20 dias de férias e queria aproveitar o período para estudar alguma língua. Depois de 1 ano do seu intercâmbio em Malta, ela resolveu investir no espanhol.

A avó dela, Dona Guiomar Leite, havia ficado viúva recentemente e estava precisando se distrair. Por isso, a Karol a convidou para ir junto. Por incrível que pareça, ela topou e também se matriculou na Enforex para estudar espanhol.

A equipe da Descubra o Mundo orientou sobre a escolha da melhor escola para as duas idades. Como era a primeira viagem da Dona Guiomar à Europa, decidiram conhecer Madri primeiro e, depois, estudar em duas cidades diferentes. Assim, optaram por Barcelona e Valência. Deu tudo certo e, para ela, foi uma experiência para a vida!

Intercâmbio na Espanha | Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
Intercâmbio na Espanha
Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
De norte a sul, saiba tudo sobre a Espanha

Intercâmbio na Espanha – a acomodação

Em ambas as cidades, a acomodação escolhida foi apartamento estudantil. Em Barcelona, o apartamento era mais afastado da escola. Era preciso pegar metrô e caminhar. A estrutura era muito boa: havia dois quartos no apartamento, dividido com duas alemãs.

Em Valência, o apartamento tinha três quartos, que também eram divididos com outras pessoas – uma brasileira e outra holandesa. Nesse caso, a acomodação ficava a apenas uma quadra da escola e eram possível irem a pé.

5 filmes para sonhar com a Espanha

Intercâmbio na Espanha – escola Enforex

A Enforex tem unidades em várias cidades da Espanha. Em Valência, por ser uma cidade menor, as relações com a equipe da escola eram mais próximas do que em Barcelona. A diretora, por exemplo, conversava com os alunos e mantinha contato. Nos dois casos, todo o resto era muito bom – material, professores e estrutura excelentes!

Conheça a escola Enforex Barcelona

Intercâmbio na Espanha – aprender o espanhol

A Karol teve contato com a língua espanhola apenas na época do colégio, quando estudou o nível básico. Por ser uma língua semelhante e conseguir ler bem, entrou na Enforex no nível intermediário. Ela comenta que sentiu dificuldades para falar bem e se afastar do “portunhol” e que o idioma é mais difícil do que parece. Por isso, o intercâmbio na Espanha ajudou muito.

Intercâmbio na Espanha – as cidades de Barcelona e Valência

Barcelona é uma cidade enorme, que tem tudo. A vida noturna excelente, há ótimos lugares para conhecer a qualquer horário e muitos pontos turísticos. A cidade é bem agitada e demanda certo esforço para se locomover, já que nem tudo é perto.

Já Valência é uma cidade menor e mais pacata. Os barzinhos, por exemplo, fecham cedo e há menos opções para quem gosta de sair.

De todo o modo, a Karol preferiu fazer intercâmbio em Valência por causa dessa liberdade de ir e vir com mais facilidade. Segundo ela, a cidade é linda, com uma arquitetura impressionante e museus muito modernos. O clima é mais quente e há muitos jovens por ser uma cidade universitária.

Intercâmbio na Espanha - Valência | Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
Intercâmbio na Espanha – Valência
Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal

Intercâmbio na Espanha – o clima em maio

A Karol fez o intercâmbio na Espanha durante o mês de maio. Nessa época, em Barcelona, os termômetros ficavam perto dos 20°C e, por estar mais friozinho, não chegou a frequentar a praia. Já em Valência, estava bem mais quente e abafado. Ela comentou que houve até um dia atípico, quando as temperaturas superaram os 40°C! Por isso, ia à praia todos os dias depois das aulas.

Custo de vida – Barcelona x Valência

Barcelona certamente é mais cara do que Valência, que é uma cidade universitária e menor. Em Valência, por exemplo, era possível encontrar tapas (porções) a partir de 1 euro. Havia também diversas promoções de bebidas durante os dias de semana. A Karol adora cozinhar e, por isso, nos dois lugares, preparava a própria comida e conseguia economizar.

Intercâmbio na Espanha | Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
Vida noturna em Valência
Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
Intercâmbio na Espanha: cidades fora do circuito Barcelona-Madri

Aprendizado durante o intercâmbio na Espanha

Mesmo tendo ficado pouco tempo – apenas duas semanas de curso – a imersão ajuda muito para quem quer aprimorar o espanhol rapidamente.

O espanhol de Barcelona é diferente e, ouvindo as pessoas pelas ruas, é possível perceber. Mas dentro da escola, fala-se o espanhol “padrão”, com menos sotaques e regionalismos. Como ficou por pouco tempo, não conseguiu sentir grandes diferenças entre as duas cidades.

Intercâmbio em Barcelona – 7 armadilhas a serem evitadas

Suporte da agência Descubra o Mundo

A Karol aprovou o atendimento da agência Descubra o Mundo. Ela comentou que, um dia, um dos chuveiros do apartamento estudantil não estava funcionando bem. Avisou a agência, que acionou a administração. Em poucas horas, o problema foi resolvido. O suporte foi excelente e, por isso, recomenda!

intercambio_na_espanha_barcelona
Intercâmbio na Espanha – Barcelona
Foto: Karoline Kussik/Arquivo Pessoal
Mais: 7 curiosidades sobre Barcelona que você não sabia

Animou fazer um intercâmbio na Espanha como a Karol? Converse com a equipe da Descubra o Mundo, que poderá dar todas as orientações para você.

Comentários

comentários