em América Latina

Roteiro de mochilão na América do Sul: 20 dias e 10 destinos!

Quem gosta de viajar e conhecer lugares novos, mas está com a grana curta, pode aproveitar para fazer um mochilão.

Esse é um estilo de viagem que agrada a muitos, especialmente os jovens e pode ser feito para viagens com os amigos ou sozinho. É uma grande aventura e oportunidade para apreciar lugares belíssimos.

Pensando em ajudá-lo nessa empreitada, fizemos abaixo um roteiro mochilão América do Sul 20 dias como uma excelente opção de viagem.

As dicas abaixo são úteis não só para os marinheiros de primeira viagem, mas também para aqueles que já têm experiência no assunto.

Vejamos agora quais são elas e como aplicá-las na sua viagem.

Já pensou em fazer um intercâmbio de espanhol, no início ou no final de seu mochilão?

Confira estas dicas em nosso e-book gratuito:

Saiba mais: Dá para fazer intercâmbio e mochilão ao mesmo tempo?

Roteiro Mochilão América do Sul 20 dias

1- Buenos Aires

Esse é o primeiro local do nosso roteiro mochilão América do Sul 20 dias e é onde você ficará do 1º ao 3º dia. A capital da Argentina consegue oferecer diversas opções de lazer.

Alguns locais nem é preciso pagar para visitar, o que é ideal em uma viagem como essa.

Por exemplo: o bairro de Palermo é um dos destinos mais visitados pelos turistas e concentra uma grande cultura argentina. Você pode aproveitar muito da música, bebida e comida local.

O nosso próximo destino é Salta, ainda na Argentina, mas já perto da fronteira. Por isso, a nossa recomendação é que você siga de avião (2 horas e 15 minutos) já que de ônibus é quase 1 dia e 1 noite de viagem.

Intercâmbio em Mendoza no inverno – 3 semanas na ECELA

2- Salta

Ainda dentro do país e no nosso 3º dia de viagem, você pode sair de Buenos Aires para Salta. Lá você verá muito da cultura indígena já que a cidade fica na base da Cordilheira dos Andes onde há muitas tribos.

Lá, você poderá visitar o centro histórico, o teleférico, o Trem das Nuvens e a Reserva de Del Huiaco. De noite, pode visitar uma região chamada Calle Balcarce em Salta. Costuma ter muitos bares e restaurantes funcionando a todo vapor.

3- La Quiaca

Para o 4º dia de mochilão pela América do Sul, atravessamos a fronteira e fomos para a Bolívia, mais precisamente para La Quiaca e chegamos lá no 5º dia de viagem.

La Quiaca é uma cidade argentina que faz fronteira com a Bolívia e fica localizada na província de Jujuy.

Não é uma cidade propriamente turística, mas por estar numa altitude de 3.442 m acima do nível do mar, é possível contar uma uma visão única.

O Mercado Municipal a céu aberto é uma das principais atrações da cidade.

Essa viagem foi feita de ônibus e chegamos à Villazón, agora sim no lado boliviano da fronteira.

Depois, você deve pegar o trem que leva à cidade de Uyuni. Para ajudar a enfrentar o efeito da altitude, as balas de coca são uma ótima alternativa.

Intercâmbio na América do Sul: Conheça o SEU continente!

4- Uyuni

Já ouviram falar no Deserto de Sal da Bolívia? O Salar de Uyuni é uma paisagem deslumbrante e de tirar o fôlego para muitas pessoas.

É um local que vive em constante transformação pela natureza e, em épocas de chuva — entre novembro e março — o reflexo do céu na água do deserto deixa o local com uma paisagem surreal.

Daqui, seguimos para o Chile no 6º dia. Para isso, fizemos um tour que dura cerca de 3 dias.

Durante esse trajeto, você conhecerá diversos locais como o Cemitério de Trens, Ilha do Pescado e outros locais interessantes. Você pode contratar o tour em algumas das agências que existem por lá.

5- San Pedro de Atacama

Saindo da Bolívia e chegando no Chile, podemos visitar o famoso Deserto do Atacama, o mais alto e seco deserto do mundo. O deserto fica localizado exatamente entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes.

Lá é possível ver o vulcão Licacanbur, muito utilizado como cartão postal da região.

Na cidade, também há outros pontos a serem visitados uma rua pequena e rústica no centro da cidade chamada Calle Caracoles e os Gêiseres del Tatio, uma região cheia de pequenos vulcões que liberam água fervente.

Para ir ao nosso próximo destino, será necessário fazer uma viagem de ônibus que pode ser um pouco cansativa para alguns: 10 horas de viagem com baldeação em Calama.

Tudo que você queria saber para fazer mochilão pelo Chile

6- Arica

No 9º dia do roteiro, você chegará em Arica. A cidade fica logo na costa oeste do Chile, bem próxima do Peru. Para quem gosta de surfar, é um ponto de parada obrigatório.

Além dessa atração, você também pode visitar o Parque Nacional Lauca, uma reserva com paisagens maravilhosas. A viagem de Arica para o parque costuma durar 3 horas.

No dia 11, se prepare para partir para a cidade de Tacna, no Peru. Isso é feito por uma viagem de táxi que saem de um “terminal” ao lado da rodoviária.

Eles aguardam a lotação do veículo e seguem viagem atravessando a fronteira.

O que visitar no Chile: neve, aventura ou natureza?

7- Tacna

Fica no extremo sul do Peru e faz fronteira com o Chile. Há muitos lugares para visitar em Tacna e belas construções.

Há o Bosque Municipal de Tacna com belas flores no jardim, o Museu Histórico de Tacna, o Mercado Central e outros. À noite, é possível ir a diversos bares e também visitar o Cassino Vila Fortuna.

Não há transporte direto para Cusco saindo de Tacna, portanto, será necessário pegar ônibus até Arequipa e de Arequipa para Cusco. Você chegará lá no seu 12º de mochilão.

8- Cusco

Esse é uma das cidades mais famosas do Peru e muitas são as pessoas que viajam apenas para conhecê-la e não é por acaso. Difícil mesmo será escolher entre os principais passeios em tão pouco tempo.

Machu Picchu é o ponto turístico mais famoso de Cusco e você também pode visitar o Vale Sagrado. Dentro da cidade, também é possível conhecer diversos locais como o Templo do Sol.

No 16º dia, você pegará um ônibus à noite para ir até Copacabana na Bolívia. A viagem dura cerca de 10 horas e assim, já é possível economizar com hospedagem já que a pernoite será dentro do ônibus.

5 motivos para fazer um intercâmbio na América Latina

9- Copacabana (é outra!)

Não, não voltamos para o Brasil ainda. No nosso 17º dia de mochilão pela América do Sul, retornando para a Bolívia, passaremos pela cidade de Copacabana, local onde fica o famoso Lago Titicaca que possui o maior volume de águas da América do Sul.

Você não deve deixar de visitar a Isla del Sol, uma ilha localizada no lago e que oferece uma vista de tirar o fôlego.

Você não precisará se preocupar com transporte porque há diversas vans e ônibus e a viagem é curta, não levando mais de 4 horas.

10- La Paz

Chegando ao último destino desse roteiro. A capital da Bolívia, La Paz, possui uma série de lugares para visitar, tanto dentro da cidade quanto ao redor dela.

Por exemplo, no centro, você deve ir ao Mercado de las Brujas, visitar o Vale da Lua, andar de teleférico e conhecer um dos monumentos históricos da cidade: a bela Igreja de São Francisco.

Da capital La Paz, você irá para um local chamado Santa Cruz de La Sierra e é chegado o momento de pegar o vôo e retornar para terras brasileiras.

Eis aqui um belo roteiro mochilão América do Sul 20 dias para você aproveitar cada minuto.

E, para não ter sustos durante a viagem, confira os seus documentos e reserve uma quantia de dinheiro um pouco maior que a necessária.

Confira mais destinos na América do Sul:

Turismo em Montevideo, uma viagem inesquecível

Quer ver mais roteiros e marcar uma viagem de mochilão com tudo pontinho e agendado para você, se do de cabeça?

Visite agora: Tours Mochilão Descubra o Mundo

Veja também em nosso blog: Mochilão na América do Sul é mais barato e pode ser surpreendente

Comentários

comentários