em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Fim de ano em Malta: intercâmbio na ESE

O Matheus Farani, 22, é de Salvador e é engenheiro mecânico. Ele passou o fim de ano em Malta, durante 4 semanas estudando na ESE Malta. Aqui, ele nos conta como foi essa experiência e o que ele achou da ilha no mediterrâneo!

Por que decidiu fazer um intercâmbio?

M: Decidi fazer um intercâmbio e passar o fim de ano em Malta para conciliar férias com crescimento pessoal. A minha maior motivação foi fazer amigos de vários países. É muito bom sentar-se numa mesa com pessoas de várias nacionalidades, unidas pela língua inglesa.

Depoimento: Clubclass Malta – 3 meses de intercâmbio na ilha

Fim de ano em Malta: o que achou do período de 4 semanas?

M: O período de 4 semanas foi excelente para meu nível de inglês. Tive aulas particulares na maior parte do tempo, pois no início não havia mais estudantes no meu nível. Também consegui me divertir muito nesse período.

Fim de ano em Malta
Foto: Matheus Farani/Arquivo Pessoal

Como foi se hospedar em residência estudantil em Malta?

M: Foi muito bom. É incrível conviver com pessoas de várias nacionalidades. Porém, para quem gosta de plena privacidade e tem dificuldade em fazer concessões em prol do coletivo, não recomendo.

Como era estrutura e a localização da residência?

M: Escolhi a instalação low cost, que é na rua da escola ESE Malta. Não há luxo, porém as limpezas acontecem semanalmente e as instalações não deixam a desejar. Tudo funciona.

O que mais gostou em Malta?

M: O que mais gostei em Malta foi a beleza natural e a tranquilidade. Apesar de pequena, há muitos lugares para explorar. Além disso, pra quem gosta de festas, Paceville é incrível.

Como era Azure Window em Malta – 10 fotos de intercambistas

Como foi passar o fim de ano em Malta?

M: Decidi passar o Natal em Barcelona (foi o meu primeiro stopover): muito legal. E passei o Reveillon em Londres: sem comentários!

O que achou do custo de vida em Malta?

M: O custo de vida em Malta é muito dinâmico. É possível adequá-lo a qualquer estilo de vida. O transporte é muito barato (1,5 euros o ticket válido por 2h, se não me engano). Compras no mercado também: três pizzas congeladas por 2 euros, barras de proteína por 1 euro. Comendo fora, há hamburgers gourmets por 5 euros, wraps de 2 euros, pasta de 7 euros. Pastizzi a 40 centavos. Uma pizza grande por 8 euros. Para quem puder investir um pouco mais: experimentem a Lagosta do L’ostricaio (cerca de 20 euros).

Gastos em Malta: dicas, lugares e noções de preços por quem já foi

O que costumava fazer no seu tempo livre?

M: Durante a semana, usei meu tempo livre para explorar Malta ao máximo. Fiz um Safari em Gozo, fui ao Hal Saflieni Hypogeum, Mdina, Comino, Valletta e uma gama de museus, shelters de guerra, as três cidades etc. Quanto às baladas: Paceville. São tantos lugares que eu não consigo nem me recordar dos nomes, porém há guias de lugares na internet (em língua inglesa) muito bons.

Aos finais de semana e feriados, fiz algumas viagens curtas para Barcelona, Londres e Sicília (excelente custo benefício. Não deixem de ir ao vulcão Etna e experimentar o frappé do Chiosco Sicilia Seltz).

Conheça a vida boêmia de Paceville, Malta

Como estava o clima no fim de ano em Malta?

M: O clima em Malta estava bastante tranquilo. Lembro-me de um dia em que a temperatura atingiu 20ºC. No geral, uma média de 13ºC, à noite. A sensação térmica é modificada por conta da intensidade dos ventos. Ainda assim, usei um casaco normal, nada específico para o frio. Nos demais países na Europa, foi necessário um casaco pesado e mais duas camadas de roupas. Só em Londres que precisei utilizar luvas e vestimenta térmica, como uma camada extra.

Fim de ano em Malta
Foto: Matheus Farani/Arquivo Pessoal
Depoimento: Intercâmbio na praia – 10 semanas em Malta

Quais eram os horários das aulas na ESE Malta?

M: Devido ao período festivo, os horários das aulas na ESE Malta foram bem dinâmicos. Porém, começavam por volta das 8h, com um intervalo de 20 minutos no meio da manhã, indo até às 12h mais ou menos.

O que achou da ESE Malta?

M: Amazing! A ESE Malta é a melhor escola. Todos sabem disso. Pesquisei muito para efetuar a minha escolha.

Descubra tudo sobre a escola ESE Malta

Qual é o perfil dos alunos na ESE Malta?

M: Na ESE Malta, a média é de 22 anos. Por outro lado, há pessoas mais velhas também, na casa dos 30, 40 e até 50 anos. Havia muitos turcos, japoneses, russos, holandeses, alemães, brasileiros, franceses, peruanos, chilenos, colombianos.

Como você avalia o seu aprendizado durante o intercâmbio?

M: Como eu já tinha proficiência na língua, a minha evolução foi em termos de sotaque e vocabulário.

Depoimento: EC Malta durante 3 meses de um ano sabático

Como foi o atendimento da Descubra o Mundo?

M: Cheguei até a Descubra o Mundo pesquisando no Google. O atendimento foi muito bom e já recomendo a agência! A assistência da equipe foi muito boa. Inclusive, precisei da ajuda da escola para acionar o meu seguro saúde e o atendimento foi assertivo.


Ficou com vontade de conhecer a ilha de Malta também? Converse com nossa equipe da Descubra o Mundo e tire todas as suas dúvidas para que seu intercâmbio se torne realidade!

Comentários

comentários