em Austrália

Estudar e trabalhar em Sydney: dicas de quem morou lá

Quer estudar e trabalhar em Sydney? Não é uma má ideia… Além de ser linda e excelente para se viver, a cidade está entre os 10 melhores lugares do mundo para estudar em 2015. Portanto, estudar em Sydney vai ser excelente para você!
Que tal ler a opinião de quem já passou por essa experiência e fez um intercâmbio em Sydney? A Bruna Grillo Régis, de 25 anos, ficou 9 meses na Austrália, estudando inglês e trabalhando. Neste post, ela deu várias dicas bacanas e relatou detalhes da experiência de estudar e trabalhar em Sydney.
Faça seu intercâmbio para Sydney com a Descubra o Mundo.
Veja mais: Como achar o melhor curso de inglês na Austrália para você

Entrevista: estudar e trabalhar em Sydney durante o intercâmbio!

Por que você quis fazer intercâmbio? E por que escolheu fazer intercâmbio em Sydney?

Quis fazer intercâmbio pela vontade de conhecer um novo país e viver a cultura no dia a dia, além de aprimorar a língua inglesa. Escolhi a Austrália com a ajuda de um amigo que já estava lá e por ser um país com clima parecido com o Brasil (além de ser lindo pelas fotos!). Me atraiu também a possibilidade de poder estudar e trabalhar ao mesmo tempo. O trabalho foi excelente para aprimorar o inglês e ganhar dinheiro para me sustentar lá.

Leia também: Intercâmbio em Sydney: veja de perto a cara da Austrália no mundo
estudar e trabalhar em Sydney
Intercâmbio em Sydney, Austrália
Foto: Bruna Régis/arquivo pessoal

Falando nisso… Como é trabalhar em Sydney? Onde você trabalhou?

Eu trabalhei num restaurante italiano. Comecei entregando panfletos na frente do restaurante e depois trabalhei como garçonete também. Eu fazia de tudo: ajudava na cozinha, arrumava o restaurante, ajudava nos eventos… Eu trabalhava de segunda a segunda. Na janta durante a semana e almoço e janta aos finais de semana. Eu trabalhei apenas neste lugar porque me dei bem com os donos, era tranquilo e gostei de lá.

Como conseguiu o emprego?

Eu consegui este emprego através de uma amiga. Ela foi me “dando” alguns dias dela e, quando voltou para o Brasil, fiquei com todos os horários. Comecei a trabalhar logo na minha segunda semana de Austrália.

Você ficou em dúvida em relação a qual cidade escolher na Austrália?

Quando comecei a pensar na Austrália, logo me veio à cabeça estudar em Sydney, pois, por falta de conhecimento das outras cidades, não tinha pensado em outra opção. Pensei em Sydney também por ser uma cidade grande e, por isso, a possibilidade de trabalho poderia ser maior.

O que você mais gostou durante seu intercâmbio em Sydney?

A qualidade de vida em Sydney é, sem dúvidas, a melhor característica e o que mais me encantou. Eu tinha a “opção” de andar nas ruas a qualquer hora do dia sem preocupação de ser abordada ou assaltada. Lá, tudo funciona: no mercado você mesmo faz a sua compra passando no caixa e pagando; no ônibus, você mesma cobra a sua tarifa. Sinceramente, não sei dizer o que menos gostei… Talvez a diferença do fuso horário com o Brasil (para poder conversar com a família e amigos) e a saudade que aperta demais.

estudar e trabalhar em Sydney
Intercâmbio em Sydney, Austrália
Foto: Bruna Régis/arquivo pessoal

Como é o transporte público de Sydney?

O transporte público de funciona. E isso ajuda muito quem quer estudar e trabalhar em Sydney. Tem ônibus, metrô e trem para todos os lados. Porém, no começo, é um pouco confuso, pois você paga de acordo com a distância percorrida. No início do intercâmbio, eu usava bastante ônibus, mas depois fui me acostumando e comecei a andar muito a pé.

Veja mais: Conheça o transporte público de Sydney

Muita gente reclama do alto custo de vida na Austrália… Qual é a sua opinião?

Realmente, é um pouco salgado o custo de vida na Austrália. Saímos daqui com o nosso real e vamos para lá gastar em dólar australiano. Essa conversão é bem alta e tudo acaba ficando caro. Mas, conforme você vai ganhando em dólar e esquecendo um pouco o valor em real, você vai se acostumando. Alguns exemplos de gastos que tive quando morei lá (2013/2014), em dólar australiano:

  • Aluguel (casa com 5 pessoas; quarto compartilhado com mais uma pessoa; bairro bom, próximo à praia – Bondi Junction com Bondi Beach): 170,00/semana
  • Transporte (zona 2, que seria uma distância média): 30,00 (cartão com 10 passagens)
  • Alimentação:
    Leite de 1L: 1,00
    Macarrão 1kg: 2,00
    Sucrilhos: 10,00
    Banana: 2,00 a unidade (fora de promoções)

Dica: se você for estudar e trabalhar em Sydney, sempre que possível, compre da marca própria do mercado, pois é bem mais barata.

Quais são as opções de lazer em Sydney? O que você costumava fazer depois das aulas?

Há muitos lugares para conhecer quando se faz um intercâmbio em Sydney. Mas, o mais gostoso é ir às praias, fazer churrasco na praia, picnic ou apenas ler um livro ou ficar deitado olhando o dia passar. É uma sensação única.

Como eu trabalhava todos os dias, eu saia da aula e ia direto para o serviço. Eu trabalhava próximo ao Opera House e adorava ficar lá sentada, olhando a vista maravilhosa. Mas há muitas outras opções de lazer: cinema, shoppings, zoológico, bares, restaurantes, baladas.

Como é a vida noturna de Sydney?

A vida noturna de quem vai estudar em Sydney é bem agitada: se você quiser ir a uma festa por dia, há baladas abertas para todos os gostos. No centro, próximo a George Street, há muitas opções de bares/baladas. No Maloney’s, a cerveja não é tão cara e é bem gostosa!

Há também um bairro que chama Kings Cross, que é cheio de lugares para sair a noite. Eu, particularmente, não gostava muito de lá, pois vi muitas brigas na saída da balada, além de bêbados e drogados andando pelas ruas.

As festas começam cedo, por volta das 20h ou 21h e acabam cedo também, por volta das 2h. Vale ressaltar que, após um determinado horário (não lembro ao certo, mas por volta da meia noite), a venda de bebidas alcoólicas nas baladas é interrompida.

Aproveite os descontos de intercâmbio da Descubra o Mundo.

Como é o clima em Sydney?

O clima de Sydney é bem parecido com o do Brasil, mas um pouco mais intenso eu acho… No frio, é mais frio; e no calor é mais calor. Eu fui para a Austrália em agosto, quando o inverno estava acabando, mas mesmo assim peguei bastante frio. Lá venta demais, então a sensação térmica pode variar bastante, mesmo no calor. Eu levava sempre um casaquinho comigo.

Saiba mais: Conheça o clima da Austrália
estudar e trabalhar em Sydney
Intercâmbio em Sydney, Austrália
Foto: Bruna Régis/arquivo pessoal

Como são os australianos?

É um pouco difícil conseguir distinguir quem é australiano mesmo, pois são muitas nacionalidades juntas. Mas o que me chamava atenção eram alguns costumes: prender o cabelo de qualquer jeito (principalmente as mulheres), andar descalço nas ruas, shoppings e mercados, não escovar os dentes após o almoço (e ainda achar estranho você escovar!)… A tranquilidade deles é uma coisa contagiante. Eles parecem estar sempre felizes e de bem com a vida!

Havia muitos brasileiros em Sydney?

Há muitos brasileiros que vão estudar e trabalhar em Sydney sim, mas procurei não ficar muito com eles e procurar culturas diferentes. Há muitos orientais e na época de inverno na Europa, chegam muitos europeus (principalmente, suíços). Cheguei a estudar com pessoas do Uzbequistão, Taiwan, República Tcheca, Eslováquia, Chile… Uma variedade bem grande de nacionalidades.

Por qual moradia você optou e em qual local da cidade? Recomenda esse tipo de moradia?

No primeiro mês, fiquei em casa de família, localizada em Rose Bay, e tinha direito a café da manhã e jantar. Acho que é a melhor pedida para quem vai estudar em Sydney. Por ser o primeiro contato, ajudou bastante a presença da “mãe” da família. Mas após este mês, fui morar num apartamento, que ficava entre Bondi Junction e Bondi Beach, dividindo o quarto com o meu namorado. No outro quarto, tinham mais três rapazes. Eu, particularmente, indicaria essas experiências para alguém que esteja indo pela primeira vez, para se acostumar.

O que você achou da escola SELC?

Eu adorei fazer intercâmbio em Sydney na SELC. Ela fica em Bondi Junction e é bem despojada, com vários passeios organizados para integração dos alunos e passeios culturais pela cidade. Os professores são muito bons. Me sentia super à vontade por ser um ambiente mais “praiano”. Havia microondas e mesinhas para que a gente pudesse levar comida para almoçar. Há também mesa de ping-pong, biblioteca, sala de computadores.

Qual é a melhor época, na sua opinião, para fazer um intercâmbio em Sydney?

Acredito que essa é uma opção de cada um. Se preferir calor, vá no final do ano para ver as festividades (que são lindas por sinal!) e aproveitar muito as lindas praias que Sydney tem. Se preferir frio, vá um pouco antes do meio do ano e aproveite as viagens para os locais de neve.

Dê algumas dicas do que fazer em Sydney…

Não deixe de conhecer as praias ao norte e ao sul de Sydney. Faça um passeio de ferry e vá até Manly Beach. Vá também até Watsons Bay, é simplesmente maravilhoso ver o pôr do sol ali! Não deixe de comer no Bondi Pizza, que fica dentro do Westfield Bondi, com a vista para a Harbor Bridge. Vá ver os cangurus em Morisset (e aproveite para fazer uma linda viagem de trem) e os koalas no Featherdale Zoo.

estudar e trabalhar em Sydney
Featherdale Zoo
Sydney, Austrália
Foto: Bruna Régis/arquivo pessoal

Obrigada, Bruna!! Ótimas dicas para quem pensa em fazer um intercâmbio em Sydney. E se você pretende estudar inglês na Austrália, deixe seus comentários e dúvidas abaixo. A agência Descubra o Mundo pode te ajudar! :)

E se quiser pesquisar escolas de inglês em outras cidades do mundo, use nossa planilha online de cursos de idioma, confira:

Saiba tudo sobre as escolas de inglês no exterior

Comentários

comentários