em Intercâmbio

Inglês fluente pode potencializar o desenvolvimento de carreira

Alguns profissionais ainda pensam que dominar outros idiomas não é uma parte importante do currículo e do desenvolvimento de carreira, e que os recrutadores passam despercebidos por essa informação.

Pois eles estão errados. Essa é uma parte mais do que relevante para conhecer os potenciais do candidato e saber se ele está apto a atender todas as áreas da empresa, sejam elas nacionais ou internacionais.

De acordo com um levantamento realizado pelo site de recrutamento Catho, o conhecimento em outro idioma aumenta em até 30% as possibilidades de contratação. O sucesso profissional está ligado ao conhecimento de línguas como o inglês e o espanhol.

Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: Curso de inglês para executivos que não tem tempo a perder

Várias empresas participam de negócios estrangeiros e fazem parcerias internacionais. Para isso, precisam investir cada vez mais em profissionais capacitados para se comunicar e fazer negociações em outra língua de maneira produtiva.

Alguns estudantes pensam que apenas um curso de inglês ou espanhol é o suficiente. No entanto, para o desenvolvimento de carreira, e ser realmente valorizado no mercado de trabalho, é necessário não apenas saber outro idioma, mas ter vivência fora do país.

Veja, a seguir, alguns dos bons motivos para fazer um intercâmbio no exterior.

Como um intercâmbio pode ajudar no seu desenvolvimento de carreira

Os motivos que fazem os programas de intercâmbio serem tão populares entre os jovens são bem conhecidos: viajar para novos lugares, conhecer novas pessoas, aprender outras línguas…

Mas a experiência não se restringe a essa faixa etária e nem termina na volta para casa. Uma estadia prolongada em outro país somada à um programa de estudos eficiente pode trazer benefícios profissionais e de desenvolvimento de carreira a longo prazo.

Confira: Curso de inglês rápido: 2, 3, 4 semanas? Você escolhe!

Você vai ganhar fluência em outra língua

O propósito mais simples é aprender uma nova língua, afinal, que boa vaga no mercado de trabalho dispensa um inglês fluente?

Melhorar seu conhecimento dentro do país de origem do idioma não apenas é mais rápido e fácil. Aprender espanhol na Espanha, por exemplo, te ajudará a tornar sua segunda língua mais natural. Você vai aprender a hablar de forma espontânea ao mesmo tempo em que compreende todos os padrões e regras da língua latina.

Ele vai estimular a sua criatividade

Voltando à intenção inicial de um intercâmbio, que é a troca de informações, a experiência pode ser uma injeção de ideias que te transformarão em um profissional mais criativo e dinâmico, algo fundamental no mercado de trabalho atualmente.

A vivência em um cotidiano diferente vai te fazer descontruir paradigmas que estão com você há muito tempo, permitindo novas possibilidades de criação e manipulação de projetos.

Você vai aprender a superar preconceitos 

A evolução na comunicação e a popularidade da internet nos torna cidadãos cada vez mais globais. O profissional do futuro, aquele que pensa no desenvolvimento de carreira,  precisa saber lidar e ser aberto a todo tipo de cultura.

É necessário conhecer o mercado internacional tão bem quanto as culturas estrangeiras para lidar com relações internacionais.

Ele vai manter você atualizado na sua área 

As universidades de todo mundo já oferecem programas dos mais variados assuntos e durações para quem pretende dar um up no currículo.

A renomada Universidade de Harvard oferece cursos em diversas áreas e níveis, como o Leading Your Small Business Through Its Lifecycle, por exemplo. O custo para participar das aulas na mais famosa instituição do mundo é alto, 7,5 mil dólares, mas existem outras opções que podem se adaptar aos bolsos de quem está interessado.

Veja também: EC English Language Centre 30+: Intercâmbio de gente grande!

Ele pode incentivar o seu networking

Uma oportunidade que você pode aproveitar durante seu programa é para conhecer internamente empresas que você admira. Google e o LinkedIn, por exemplo, abrem as portas para empreendedores se uma visita for agendada com antecedência.

Alguns programas de intercâmbio também têm foco no mercado de trabalho, inserindo os estudantes em grandes empresas através de empregos e estágios que podem somar muito no seu currículo e no desenvolvimento de sua carreira.

Outro tipo de oportunidade que você pode aproveitar é conhecer pesquisadores que você admira ou são de grande importância na sua área. Pesquise quem são os melhores cientistas do assunto que você pretende estudar e encontre cursos dentro das instituições onde eles lecionam.

Você também pode descobrir se esses profissionais lecionam cursos e palestras abertas ao público. Se possível, programe seu intercâmbio para acontecer próximo às datas e locais onde serão realizadas feiras e fóruns de discussão que interessam a você.

Veja mais: Cursos de curta duração no exterior: foto, culinária, moda

Como fazer um intercâmbio?

Como você viu, a saída para a ascensão na carreira por meio de uma segundo idioma é o intercâmbio. Faça sua autoavaliação profissional e veja se não é isso que está faltando em seu currículo.

Hoje, existem muitos países que recebem estudantes brasileiros para períodos curtos ou longos de estudos em uma língua estrangeira ou mesmo no ensino superior.

Veja algumas dicas:

  • Para saber se você pode aproveitar um período fora do país para aprender inglês, espanhol, francês, italiano ou qualquer outra língua, faça um teste consigo mesmo.
  • Verifique se você está apto para falar, escrever e ouvir o idioma fluentemente. Se tiver com dificuldades, procure por um bom curso de idioma no país que você tem interesse em visitar.
  • Hoje, o mercado de intercâmbios está aquecido e existem diversos países para os quais você pode viajar. Entre as principais opções escolhidas pelos viajantes estão Canadá, Estados Unidos, Irlanda, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia.
  • Em alguns deles, existe a possibilidade também de estudar e trabalhar durante o curso. Você pode encontrar um emprego em bares, restaurantes e hotéis para ajudar a financiar o seu curso ou até mesmo atividades extras que queira realizar no país.
Veja também: Intercâmbio estudar e trabalhar: aprenda inglês e fature!

Cuidados em entrevistas: desenvolva sua carreira com honestidade

Uma informação muito importante que devemos destacar aqui é nunca mentir, tanto no currículo quanto durante a entrevista, dizendo que tem conhecimento sobre um segundo idioma apesar de não ter.

Você pode ser surpreendido com uma entrevista em inglês durante o processo de recrutamento e, se você não estiver apto a conversar, poderá ser banido da seleção.

Ter um idioma a mais abre portas para cargos mais altos na sua empresa, como de gestão e liderança, é excelente para o desenvolvimento de carreira.

Quem sabe mais de uma língua tem capacidade de falar com clientes e fornecedores internacionais, viajar pela organização e realizar tarefas que sem um inglês ou um espanhol, certamente não conseguiriam fazer. Portanto, esse é um diferencial e tanto.

Qual idioma escolher para desenvolver sua carreira?

Como você já percebeu, falar um idioma além da língua materna deixou de ser um diferencial há algum tempo e virou pré-requisito no mercado de trabalho atual, que é globalizado e competitivo.

Mesmo assim, muita gente ainda fica para trás nos processos seletivos por não preencher esse quesito.

Quanto essas pessoas estão perdendo? Muito. Para se ter uma ideia, no Brasil, dominar um idioma estrangeiro pode aumentar o salário em até 51,89%, de acordo com estudo realizado pela Catho – empresa de currículos e vagas on-line.

O levantamento, de 2012, foi feito analisando remunerações de 2.444 cargos em 19 mil empresas.

De olho nessa realidade, em 2014, metade dos profissionais latino-americanos pretendia aprender outra língua, segundo estudo feito pela empresa de recrutamento Page Personnel, que consultou 800 profissionais no Brasil, Chile e México. Para eles, as duas principais metas são: fazer uma pós-graduação e investir em um intercâmbio para o desenvolvimento de carreira.

desenvolvimento de carreira
AIL Madrid, Espanha
Foto: blog.unispain.com

Bom, definitivamente, o inglês é o idioma número 1. É o mais falado pelo mundo, além de ser considerada a língua “universal”. Quem fala inglês não passa perrengue. E quanto antes você entender isso e colocar os estudos em prática, melhor.

Há opções de cursos no exterior para todos os gostos e bolsos, em quase todos os cantos do mundo – Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Irlanda, Nova Zelândia, Austrália, África do Sul, Malta

Se você já fala inglês, ótimo. Mas não se acomode. Talvez seja o momento de dar um up na pronúncia, por meio de cursos mais específicos e aprofundados, ou então partir para o aprendizado de um segundo idioma.

Já pensou em estudar espanhol, a segunda língua mais falada no mundo (já falamos sobre os benefícios aqui)? Ou então, italiano, francês, alemão…?

Essa escolha deve levar em consideração:
  • o seu perfil
  • a sua área de trabalho
  • as exigências do mercado em que você está inserido

Mas qualquer que seja a decisão, só o fato de investir em uma segunda língua, fora o inglês, já é um baita diferencial para o desenvolvimento de carreira.

De uma forma bem humorada, o site de entretenimento BuzzFeed elaborou um teste, com perguntas e respostas que indicam traços da personalidade.

O resultado mostra qual segundo idioma, fora o inglês, você deve aprender. É claro que o teste não é nada “sério”, mas a brincadeira vale a reflexão: vai estudar ou ficar esperando todo mundo passar na sua frente?

A resposta é óbvia. Coloque os planos em prática e Descubra o Mundo.

desenvolvimento de carreira

Ainda na dúvida sobre o melhor destino para um intercâmbio de idiomas?

Faça nosso QUIZ online e descubra qual o lugar que é a sua cara e comece agora mesmo a trabalhar o desenvolvimento de sua carreira!

Veja mais dicas de cursos:

Comentários

comentários