em Viagem

Depressão pós-viagem: aprenda a curar rapidinho

Ressaca pós-viagem é aquele sentimento que surge depois da volta para casa, uma mistura com saudade, nostalgia e “gostinho de quero mais”.

Para lidar com os efeitos desse sentimento, a gente criou uma lista de cinco passos. É importante se lembrar sempre dos melhores momentos e de tudo que a viagem proporcionou.

Assim, as sensações boas prevalecem e as memórias mais felizes ficam registradas com mais força.

Seguindo esse roteiro, fica mais fácil superar essa tal de depressão pós-viagem.

Faça seu intercâmbio com a Descubra o Mundo.
Veja também: 7 dicas para lidar com a depressão pós-intercâmbio

Acabe logo com essa depressão pós-viagem

Depressão pós-férias não é algo tão raro quanto se pensa. Afinal, voltar a rotina de trabalho, principalmente para quem mora em cidades grandes como Rio de Janeiro e São Paulo, é complicado.

Veja nossas dicas e espante essa depressão pós-viagem em dois tempos.

Faça um compilado dos momentos

Aproveite enquanto toda a viagem ainda está fresca na memória e faça um registro das melhores parte dela! A  fica mais tolerável quando se entende que a saudade e a nostalgia não são, necessariamente, ruins.

Registrar é o começo do caminho para reviver, e reviver ajuda a enxergar de novas perspectivas os momentos que já têm um toque especial.

Outra vantagem de registrar é fazer com que cada experiência se eternize. Afinal de contas, não importa o quanto você tenha aproveitado: nosso cérebro dificilmente vai guardar todos os detalhes para sempre.

Por isso, é bom dar uma ajuda para ele e guardar esses detalhes em outras plataformas.

Vale fazer um diário de viagem (sim, mesmo depois de voltar!), um blog pessoal ou um caderninho de anotações. A criatividade é o único limite.

Já pensou em uma foto como esta em seu Facebook ou Instagram?

Quais os esportes mais populares da Nova Zelândia?

Compartilhe experiências

Aproveite as ferramentas que a tecnologia dá. Hoje em dia, é muito fácil se conectar com pessoas ao redor do mundo.

Que tal usar esse recurso para reencontrar amigos feitos na viagem? É uma excelente receita para combater a depressão pós-férias.

Ou talvez entrar em contato com outras pessoas que também amam aquele lugar visitado?

Ainda é possível compartilhar as experiências vividas com quem não conhece o lugar, e servir de fonte. Sua viagem pode ser um ponto de partida para alguém que está indeciso ou em dúvida.

Confira: Novas experiências: do paraquedismo a outro idioma

Reveja amigos

Vamos admitir: o tempo de viagem é sensacional, mas faz falta o convívio frequente com os amigos mais próximos.

Aproveite para curar a depressão pós-viagem curtindo o máximo que puder com aqueles que vivem próximos a você!

Coloque o papo em dia, conte das novidades e ouça o que eles têm a dizer, também. Você vai começar a sentir o gostinho bom de estar em casa.

Reviva as fotos

E não apenas em uma tela, se possível. É fácil encontrar lojas que imprimem fotos no tradicional formato 10×15.

Aposte na criatividade e faça um mural, por exemplo! Se inspire nos momentos vividos, enfeite as paredes ou os seus itens preferidos com coisas que te remetam a eles.

Use as fotos como um canal divertido de lembrança para combater a depressão pós-viagem.

Saiba mais: Fotos criativas deixam lembranças ainda melhores

Comece a planejar a próxima viagem

Porque afinal de contas, ninguém é de ferro. Pode ser pra revisitar um lugar que deixou tantos sentimentos bons, ou então conhecer e explorar espaços novos.

O importante é acabar de vez coma depressão pós-viagem, saber se programar e ter em mente que a próxima aventura pode sempre superar a última.

É só uma questão de vivência.

Veja também: Como planejar uma viagem e escolher os melhores passeios

Quer algumas sugestões de passeios para sua próxima viagem?

Pode escolher:

Comentários

comentários