em Malta

Malta precisa de visto de estudante? Veja como tirar.

Muitos brasileiros têm tido dúvida se Malta precisa de visto de estudante. Vamos esclarecer neste post alguns pontos importantes sobre a documentação para aqueles que querem estudar inglês em Malta.

Faça seu intercâmbio em Malta com a Descubra o Mundo.
Leia também: Trabalhar e estudar em Malta
Popeye Village, Malta
Popeye Village, Malta

Malta precisa de visto? Saiba tudo:

Malta não precisa de visto para Intercâmbio até 90 dias

Malta é um dos países integrantes do Tratado de Schengen. Isso significa que não há necessidade de visto para quem ficar por lá por até 90 dias – a negócios, turismo ou estudo. Então, se o seu curso for de curta duração, não precisa se preocupar com isso. Tenha em mãos apenas o passaporte válido, os seguros necessários e o comprovante de matrícula da escola onde irá estudar.

Malta precisa de visto para  Intercâmbio acima de 90 dias

Quem for ficar no país por mais de 90 dias, vai precisar tirar visto de estudante. Esse visto, no entanto, não é concedido no Brasil, já que não há representação diplomática de Malta em território brasileiro. Por isso, o estudante deve viajar com documentação do curso e passagem aérea para o período de até 90 dias (mesmo que tenha intenção de ficar por mais tempo).

  • A extensão do visto deverá ser requisitada em Malta, antes de completar os 90 dias de permanência;
  • A requisição deve ser feita pessoalmente no Department of Citizenship and Expatriate, em Valletta. Não há reservas de horários: para ser atendido, é só chegar e pegar a fila;
  • A recomendação é de que a requisição seja feita faltando 45 dias antes de vencer o prazo de 90 dias. A emissão do visto é demorada, por isso é preciso solicitá-la com antecedência;
  • No ato da entrega da documentação, você receberá um comprovante da sua legalidade no país, que só é válido em território nacional. Ou seja, você não poderá viajar para outros países até a entrega da documentação oficial;
Visto de estudante em Malta: lista de documentos para permanecer por mais de 90 dias
Malta | Foto: Robert Harding World Imagery
Malta
Foto: Robert Harding World Imagery
Tudo sobre Malta – 12 dicas importantes

Dicas sobre se Malta precisa de visto ou não:

Atente-se para as seguintes situações:

Meu intercâmbio é em Malta, mas meu voo do Brasil chegou em outro país da Área Schengen

Os 90 dias de visto começam a contar a partir do momento que o brasileiro passa por um aeroporto que está na Área Schengen. Alguns países que fazem parte do tratado: Alemanha, Espanha, França, Grécia, Holanda, Itália, Portugal.

Vamos dar um exemplo: o seu voo é São Paulo – Roma; e depois, Roma – Malta.  Os 90 dias começam a valer a partir do momento que o passaporte é carimbado em Roma. Se você quiser ficar 10 dias em Roma, terá a permissão para ficar mais 80 dias em Malta.

9 razões para fazer um intercâmbio em Malta

Meu intercâmbio é em Malta, mas meu voo do Brasil chegou em outro país que não faz parte da Área Schengen

Se você chegar na Europa via Inglaterra, Irlanda ou Turquia, por exemplo, os 90 dias de visto começam a valer apenas a partir da sua chegada em Malta ou quando carimbar o passaporte em outro país da Área Schengen. Se quiser passar uns dias em Londres, por exemplo, ok.

Conclusão

Não apresente um comprovante de matrícula em um curso de inglês que tenha mais de 90 dias de duração. A imigração de vários países não aceita esse documento por entender que o tempo máximo de permanência é de 90 dias, que podem ou não ser renováveis em Malta. Mesmo que a sua intenção seja ficar em Malta por mais tempo, indique permanência de até 90 dias para não ser retido na imigração.


Tem mais perguntas? Consulte a equipe da agência Descubra o Mundo, que pode ajudar a esclarecer essa e outras dúvidas sobre intercâmbio em Malta.

E se preferir procurar escolas de intercâmbio em outros países ou cidades ao redor do mundo, use nossa ferramenta de busca cursos de inglês no exterior e escolhe o melhor para você e seus objetivos!

Saiba tudo sobre as escolas de inglês no exterior

Comentários

comentários