em Malta

Cidades de Malta: saiba tudo sobre Valletta, Gozo e Comino

As cidades de Malta são fascinantes. Estão localizadas em duas ilhas maiores – Malta e Gozo – e três menores – Comino, Cominotto e Filfla. O país, de cerca de 400 mil habitantes, tem a cidade de Valletta, em Malta, como capital. Como já comentamos aqui, em um intercâmbio no país, a “vida” é em St. Julian’s – cidade que reúne o maior número de escolas de idiomas e programas para o público jovem, como baladas e barzinhos. Mas Valletta é logo ao lado e, hora ou outra, você vai circular por ela. Além disso, outras ilhas e praias têm cenários incríveis, dignos de locações para filmes (literalmente!). Impossível não conhecer, babar e querer voltar para qualquer uma dessas cidades de Malta.

Saiba tudo sobre Saint Julian’s, Malta – Uma cidade agitada e fervilhante

Familiarize-se com esses pontos:

Valletta, a mais importante das cidades de Malta

Com apenas 6 mil habitantes, 12 ruas paralelas e sete perpendiculares, Valletta é o coração comercial da ilha. A cidade fortificada, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, é uma das menores capitais da Europa e, de cara, chama a atenção pelos edifícios em tom “pastel”, que são o resultado de uma curiosa mistura mediterrânea e britânica.

Valletta | Malta | Foto: Malta Holidays
Valletta
Malta
Foto: Malta Holidays

A Republic Street é a rua mais conhecida, onde se concentram lojinhas de roupas e de souvenirs. O Malta Experience reúne em um único espaço museu, teatro, café e apresentações em vídeo sobre os mais de 7 mil anos de história do país.

Falando em história, o Museu Nacional de Belas Artes e o Museu Nacional de Arqueologia trazem acervos interessantíssimos. Valem a visita.

Durante o intercâmbio, você vai conhecer também os lindos jardins Upper Barracca Lower Barracca, o Forte de Santo Elmo, a Catedral de Saint John e o mercado ao ar livre de Merchant’s Street. O melhor programa? Descobrir tudo isso e muito mais aos poucos, passeando sem rumo pelas vielas das cidades de Malta.

Conheça histórias de quem já foi:
EU FUI: relatos de um intercâmbio na ESE Malta
EU FUI: Intercâmbio em Malta vale a pena! – ESE Malta
EU FUI: – Ace English Malta – O que fazer em Malta?

A mais famosa das cidades de Malta: Gozo

Gozo é uma das ilhas mais famosas do arquipélago e está a 30 minutos de ferry boat de Malta. Mais verde e menos urbanizada, a ilha desperta a curiosidade por ter uma formação rochosa chamada Blue Window ou Azure Window paisagem digna de “fundo de tela do Windows”! Trata-se de uma pedra “furada”, de 100 metros de altura, localizada em Dwejra Bay, que lembra uma janela com vista para o Mediterrâneo.

Blue Window, Gozo | Malta|Foto: Ted Attard, My Shot
Blue Window, Gozo
Malta
Foto: Ted Attard, My Shot

Para quem gosta de ruínas arqueológicas e história, vale conhecer o templo neolítico de Ggantija.

Ramla Bay é uma das mais conhecidas praias da ilha graças a sua areia dourada e macia. Um mergulho de snorkel é obrigatório. De lá, é possível avistar a caverna mitológica em ruínas conhecida como Gruta de Calipso. A caverna em si é pequena, mas a vista que se tem de Ramla é maravilhosa e não sairá da sua cabeça tão cedo…

Na capital Vittoriosa, fica o Forte St. Angelo, construído por volta do século 12. a.C., que funcionou como primeiro quartel general dos Cavaleiros de Malta. A mistura de história e belezas naturais foi parar no cinema… Gozo já foi cenário de filmes famosos como “O Gladiador”, “Tróia” e “O Conde de Montecristo”.

Dica: 5 filmes que você tem que assistir antes de fazer um intercâmbio em Malta

Comino, das cidades de Malta, era a preferida dos piratas

Localizada entre Malta e Gozo, Comino era historicamente o paraíso dos piratas, mas atualmente, é refúgio de turistas do mundo todo que se encantam com a cor da água do mar. Esfregue os olhos. Esfregue de novo. Sim, esse cenário existe!

Blue Lagoon | Malta
Blue Lagoon, Comino
Malta

O cenário vai lhe parecer familiar. Isso porque o filme “A Lagoa Azul”, o clássico de 1980 que bate cartão na Sessão da Tarde, teve cenas gravadas ali. A praia de mesmo nome – Blue Lagoon – se tornou um dos mais belos cartões postais de Malta.

A ilha não tem estradas e é praticamente inabitada. Não há também restaurantes ou bares, apenas três ou quatro trailers que vendem o básico – como sanduíches e água. Como os preços são mais altos, os visitantes costumam levar os próprios lanches. O passeio na ilha tem horário restrito: das 8h às 18h.

Para quem curte mergulho, outra boa pedida: alugar equipamentos (como o snorkel), na Crystal Lagoon, para ver o paraíso existente de baixo d’água.

Além da praia, outra atração da cidade de Comino em Malta é a St. Marys Tower, também chamada de Comino Tower. O forte foi construído em 1618 para proteger a ilha do ataque de piratas. O melhor mesmo é a vista lá de cima.

Confira 9 razões para fazer intercâmbio ou quem sabe até mesmo morar em Malta
Faça seu intercâmbio em Malta com a Descubra o Mundo.

___

Tudo isso para dizer que, num intercâmbio pelas cidades de Malta, enquanto você exercita a cabeça (e a língua), os olhos ganham uma folga. Prepare a câmera fotográfica. Descubra Malta.

Para mais informações, acesse a página intercâmbio em Malta.

Comentários

comentários