em Intercâmbio

Intercâmbio direto sem agência: vale todo esse esforço?

Intercâmbio direto, você está pensando em fazer um sem o apoio de uma agência?

Saiba que existem muitos detalhes a serem organizados. Já pensou nisso?

Não basta simplesmente entrar em contato com a escola e fechar o curso. Existem detalhes importantes, como:

  • Fazer o pagamento direto para a escola no exterior
  • Providenciar o passaporte
  • Tirar visto de estudante (dependendo do tampo de estadia)
  • Providenciar outros documentos exigidos pelo país, como vacinas, exames médicos, diplomas e formulários
  • Comprovar renda para viajar
  • Encontrar um local para morar

Não que a agência de intercâmbio vá fazer todas essas coisas pro você. Muitas delas, como encontrar moradia (geralmente em casa de família ou alojamento estudantil) e alguns documentos, até pode ser.

As outras, apesar de não fazerem, te dão todas as dicas de como agilizar. Por que a agência quer fazer de tudo para viabilizar sua viagem.

Por isso, fazer intercâmbio direto, pode ser mais trabalhoso do que você imagina.

Neste post, vamos te mostrar como planejar um intercâmbio direto, passo a passo.

Será que vale todo esse esforços?

Aproveite que está pesquisando intercâmbio direto e confira algumas promoções imperdíveis!


Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: A melhor agência de intercâmbio em Campinas: atendimento online e personalizado

Intercâmbio direto: como fazer?

Afinal, como planejar um intercâmbio sem agência? Qual o primeiro passo?

Bem, para começar, você terá que escolher o país, a cidade e a escola onde vai estudar.

E essa será a primeira dificuldade.

Porque você terá que pesquisar todas as escolas de intercâmbio individualmente, ligando em um por uma ou visitando seus site.

Em uma agência de intercâmbio, direto no site você encontra todos os detalhes de cada escola, como preços, horários e até opções de moradia.

Bem, pelo menos na descubra o mundo é assim.

Experimente, clique AQUI e encontre sua escola agora mesmo!

Mas, como dissemos, esse é apenas o primeiro passo de como fazer intercâmbio direto.

Veja os demais!

Veja também: Escolha um novo destino nas melhores agências de intercâmbio

Como planejar um intercâmbio direto passo a passo

Depois de definir a escola onde fará seu intercâmbio, você terá que tomar uma série de providências.

Confira cada uma delas!

1- Passaporte

Tirar o passaporte não é complicado. Mas é importante fazer isso com antecedência. Na verdade, é bem provável que para fechar o curso de intercâmbio no exterior, você tenha que já ter o passaporte em mãos.

Confira este post de nosso blog e veja o que é preciso fazer para tirar seu passaporte: Como tirar o passaporte: veja o passo a passo

2- Visto

Cada país tem um procedimento para tirar o visto diferente. Normalmente você deve comparecer a um consulado com seu passaporte e apresentar uma série de documentos e, em alguns casos, será entrevistado.

Outro ponto importante: não é barato tirar um visto! Lembre-se de reservar um dinheiro para essa despesa.

Alguns países não pedem visto para brasileiros, mas se seu curso de intercâmbio tiver duração de mais de 90 dias, na maioria dos casos terá que tirar um visto de estudante.

Por isso, informe-se com a escola de intercâmbio diretamente, eles devem saber orientar você sobre isso.

Se não, ligue para consulados e embaixadas.

Aqui, algumas dicas de nosso blog sobre como tirar visto:

3- Outros documentos

O visto não basta. Muitos países exigem outros documentos para quem quer estudar por lá, como exames médicos, atestados de vacinação e diplomas.

Verifique tudo isso antes de viajar.

Saiba mais: Quais os documentos necessários para fazer intercâmbio? Confira lista completa

4- Comprovar a renda

Morar um tempo em um país exige recursos. E como normalmente você não poderá trabalhar, os países exigem uma comprovação de que você tem o montante necessário para se manter por lá.

Estratos bancários são os documentos exigidos, na maioria das vezes.

Veja também: Intercâmbio estudar e trabalhar: aprenda inglês e fature!

5- Providenciar as passagens

Obviamente você deve comprar as passagens aéreas para chegar no país de destino. Hoje isso está bastante facilitado, com diversos sites para comparar preços.

6- Pagamento internacional

Se você vai fechar o intercâmbio direto com a escola, terá que pagar de alguma forma no exterior.

Caso a escola não conte com um representante exclusivo no Brasil, você terá que fazer uma transferência internacional, pagando taxas e passando por diversas burocracias.

Uma dica é o site Transferwise

Mas lembres-se:

7- Onde ficar?

Normalmente as escolas já vendem pacotes com acomodações em casas de família ou alojamentos estudantis. Mas quem pretende ficar bastante tempo em outro país, estudando, costuma procurar apartamentos ou casas para alugar.

Assim, fica mais barato.

Confira também em nosso blog: Fechar intercâmbio direto com escola vale a pena?

E aí? Ainda animado pra fazer intercâmbio direto, sem agência?

Caso você não tenha escolhido ainda, use nosso quiz e descubra qual o destino ideal para você:

Site para conversar em inglês

Veja depoimentos de quem fez intercâmbio e adorou:

Comentários