em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Intercâmbio em Vancouver! 8 Semanas na ILAC

Hoje vamos conversar com a Bianca, de São Paulo. Ela está cursando Engenharia Civil e decidiu que aprender um novo idioma seria necessário para a carreira.

Oi Bianca! Você pode nos contar um pouco sobre o que te motivou a fazer um intercâmbio?

O principal fator que me incentivou a fazer um intercâmbio, foi a necessidade de aprender um outro idioma, especialmente o inglês, para a minha vida universitária e minha carreira profissional.

Além disso, obviamente, o desejo de viver uma incrível experiência em outro país e conhecer novos lugares e pessoas.

E como você escolheu o Canadá?

O maior motivo que me fez escolher o Canadá foi o preço, afinal não podemos negar que quando a questão é valor, o Canadá acaba sendo mais atrativo.

Escolhi a cidade de Vancouver especificamente devido ao clima, pois é uma cidade fria mas que é suportável e sem muita neve.

Viver numa cidade como Toronto, onde as temperaturas podem chegar na faixa de -30 graus célsius, seria muito inconveniente.

Realmente é muito frio! E onde você está hospedada?

Estou ficando em uma casa de família, também conhecida como homestay. A estrutura da casa é muito boa, mas não vou negar – estou tendo dificuldades com a comida, mesmo nunca tendo imaginado que isso poderia ser um problema.

A comida pode estranhar às vezes. Fora isso, quais coisas você está gostando ou não está gostando?

Ah, é muito difícil dizer especificamente do que eu estou gostando, mas posso tentar citar algumas: a segurança, o excelente sistema de transporte, a experiência de conhecer gente de outros lugares do mundo, a educação das pessoas e os lugares maravilhosos.

Por outro lado, uma coisa ruim é o preço das coisas. Vir para cá é barato mas por outro lado, o custo de vida é alto.

Como você está se locomovendo?

Estou utilizando bastante o transporte público, especialmente o SkyTrain.

Vancouver é famosa por ser cara. O que você está achando do custo de vida?

Realmente, o custo de vida aqui é bem alto. Por exemplo, comer em um restaurante simples, ou até mesmo numa praça de alimentação num shopping, custa no mínimo entre 15 a 20 dólares.

Assim como o passe mensal de transporte público, que é muito conveniente pois permite o uso ilimitado de ônibus e metrô, custa 128 dólares para a zona 2. (Vancouver é dividida em 3 zonas. A 3 é a mais distante e, portanto, mais cara.)

Caro mesmo! E como é a vida noturna aí?

Não se compara com o agito de São Paulo, pois as coisas fecham mais cedo, cerca de 2 – 3 horas da manhã. Mas mesmo assim, tem opções para todos os gostos.

Bianca, no seu tempo livre, o que você costuma fazer?

Ah! Dicas de passeio é o que não falta. Fui em todos os pontos turísticos que você encontra em blogs de viagem. Além disso, visitei outros lugares que dificilmente você encontra na internet, como por exemplo o Lighthouse Park ou a Horseshoe Bay.

Como está o clima aí?

Até agora, a temperatura mais baixa que eu peguei foi de -3 graus célsius, e a mais alte foi cerca de 8 ou 9 graus célsius.

Numa escala de 0 a 10, quanto você recomendaria a escola onde está estudando para algum amigo?

Me conta um pouquinho da ILAC!

É uma escola muito boa, estou adorando. As minhas aulas são das 8:30 AM até às 1:30 PM.

O pessoal que estuda comigo é muito bacana, pois são colegas abertos para fazer novas amizades e conhecer novas culturas. A maioria dos alunos são asiáticos e brasileiros.

E o que você pensa da duração do seu intercâmbio?

Eu comprei dois meses de curso, e te garanto que meu nível de inglês evoluiu bastante, sem dúvidas. Apesar disso, eu acredito que um intercâmbio de 4 meses seria melhor e o aprendizado maior.

Que bom que está gostando da escola! E o que você está achando da Descubra o Mundo?

Estou achando o serviço MARAVILHOSO! Vocês têm uma atenção impecável com os intercambistas. Sem sombra de dúvidas eu não tenho nada a reclamar da agência.

Em uma esclada de 0 a 10, o quanto você indicaria a Descubra o Mundo para um amigo?

Comentários

comentários