em EUA

Viajando para San Francisco? Conheça tudo sobre a cidade antes de morar lá.

Com um inverno não tão rigoroso e um verão ameno, o clima é apenas mais um dos milhares de atrativos que a charmosa cidade californiana oferece. Viajando para San Francisco você irá notar que enquanto a maioria do país registra temperaturas negativas, San Francisco pode se gabar pelos 10ºC que costuma marcar no inverno. Por outro lado, no verão norte-americano é possível “refrescar-se” por ali, já que as máximas dificilmente ultrapassam os 20ºC. Tem quem diga que o dia mais frio da sua vida será durante o verão de San Francisco…

Localizada ao norte da California, a cidade é cercada pelo Oceano Pacífico e pela Baía de San Francisco. São essas correntes vindas das águas as responsáveis pelo eterno ventinho gelado que costuma atacar quando menos se espera. A neblina, formada pela combinação do calor terrestre com o frio marítimo é outro personagem que marca presença constante na paisagem da cidade, especialmente no verão. Por isso, apesar do sol predominar, não se engane: viajar para San Francisco significa levar um casaco na bolsa SEMPRE!

Pocurando fazer um intercâmbio em San Francisco? Aproveite e encontre o curso perfeito para você entre as escolas parceiras do Descubra o Mundo!

Certamente você irá encontrar paz e amor viajando para San Francisco

Com pouco mais de 800 mil habitantes, San Francisco foi o quintal dos hippies e do movimento de contracultura nos anos 60 e ficou imortalizada em algumas canções – como essa, famosa na voz de Scott McKenzie.

“If you are going to San Francisco, you’re gonna meet some gentle people there…” ♪ ♫

Assim, desenvolveu-se como capital da diversidade, da liberdade de expressão, da tolerância e dos movimentos artísticos e ecológicos. Mais recentemente, foi a primeira cidade dos Estados Unidos a extinguir as sacolas plásticas dos supermercados, a implantar um projeto de transformação de lixo em combustível e a adotar medidas agressivas que inibam o uso do automóvel. Viajando para San Francisco você irá notar também que o governo força a barra cobrando caro pelos estacionamentos. Enquanto isso, moradores aprenderam a usar e abusar das bicicletas, que foram incorporadas no dia a dia para chegar ao trabalho ou à universidade.

National Bike To Work Day Held Across The Country
Bikes são meio de locomoção em San Francisco, EUA
Foto: Getty Images

San Francisco tem mesmo vocação para mudanças e boas ideias. Não à toa, empresas de tecnologia e startups surgem todos os dias na região conhecida como Vale do Silício, que engloba também as cidades de Palo Alto, Santa Clara e San José. Google, Facebook, Apple, Twitter, Yahoo!, Intel são algumas das ilustres conhecidas cujas sedes estão nessa área. E não é improvável que o próximo Steve Jobs seja encontrado por ali também, nos campi de universidades como California, Stanford e Berkeley. Novidades tecnológicas e aplicativos fresquinhos chegam primeiro aos ouvidos de quem mora ou está viajando por San Francisco.

A receita para entender melhor o espírito local é sair andando a pé, apesar de a cidade não ser plana: subidas e descidas constantes fazem parte do trajeto. A população é adepta ao exercício físico. Por toda a parte, há pessoas caminhando, correndo, andando de bicicleta ou fazendo alongamentos.  Viajando para San Francisco entre também na onda! Quando cansar, pode pegar ônibus, metrô, trem… E bonde! Há dezenas deles, especialmente nas partes mais íngremes. O transporte público é eficiente e integrado e te leva até as cidades vizinhas, sem perder tempo.

Bondes são integrados ao sistema de transporte | Viajando para San Francisco, EUA
Bondes são integrados ao sistema de transporte
Viajando para San Francisco, EUA
Veja também: intercâmbio em San Diego x intercâmbio em San Francisco. Para onde ir?

O cartão postal é, sem dúvida, a imponente Golden Gate Bridge, construída em 1933. Um programa imperdível para quem está viajando por San Francisco é o tour de bike para a vila de Sausalito. Uma ciclovia beira a Baía de San Francisco até o acesso a ponte (2,7 km de extensão), que deve ser atravessada. Paisagens lindas garantidas!

De alguns pontos do Fisherman’s Wharf (região do cais) é possível ter uma bela visão da Golden Gate. Essa é a área mais turística da cidade, com inúmeras lojas e artistas de rua. Ali, não há estação de metrô, somente os bondinhos. Bem próximo fica a Ghirardelli Square, excelente ponto de descanso para quem está viajando por San Francisco, com ainda mais opções de restaurantes. A principal atração é, sem dúvida, a fábrica de chocolate Ghirardelli e seu maravilhoso sorvete! IM-PER-DÍ-VEL!

A Bay Bridge, ponte que liga San Francisco a Oakland e que chegou a desabar por causa de um terremoto em 1989, foi reaberta há poucos meses depois de anos de reforma. 25 mil lâmpadas de LED proporcionam um simpático espetáculo de luzes, realizado todas as noites até 2015. Nela, pedestres e ciclistas também têm vez em pistas específicas!

Você pode parar no presídio viajando para San Francisco!

Mas será muito legal! Poucos quilômetros a frente do continente está o presídio da ilha de Alcatraz, que já abrigou o mafioso Al Capone e que hoje abre as portas aos turistas. As águas gélidas da baía ajudavam a inibir possíveis fugas de presos. Um programa legal é fazer o tour noturno de Alcatraz e acompanhar o acender das luzes do centro.

Não desanime ao descobrir que o Moma (Museu de Arte Moderna) está fechado para obras e só deve reabrir em 2016. Siga para o Exploratorium, o gigante das ciências, ou para o Young Museum, referência em arte contemporânea. O Young fica no Golden Gate Park, um espaço verde incrível que, muitas vezes, passa batido pelos menos atentos. Reserve um tempo, sempre que possível, para deitar na grama sem compromisso, como um bom californiano…

Outros endereços bacanas: Haight-Ashbury (encontro de ruas onde Janis Joplin morou, que virou ponto de encontro de hippies), Castro (distrito alternativo onde a turma LGBT está concentrada; é ali também que está o Castro Theater), Mission (distrito latino, cheio de brechós, bistrôs, bares e galerias), Chinatown (essa é a maior colônia de japoneses dos EUA!) e Embarcadero (região do porto lotada de lojas de souvenirs, sorveterias, cafés e restaurantes – alguns, com ótimas vistas para a baía!).

Para comer, não faltam opções, afinal, San Francisco é conhecida como o centro gastronômico da América. Além de restaurantes que servem pratos típicos de todas as origens, carrinhos de rua (os chamados food-trucks) garantem a refeição de quem está na rua. Os caminhõezinhos itinerantes são febre nos Estados Unidos e cada dia estão em um local.

A maioria dos restaurantes fecha cedo: às 21h em dias úteis e, aos fins de semana, às 23h. Depois de comer, sempre há pubs, bares e night clubs, que esticam um pouco mais a noite – pelo menos até umas 3h da manhã. Os “mais quentes” atualmente estão nos distritos de South of Market e Mission. Não deixe também de conhecer a novíssima SF Jazz Center: o primeiro teatro do país construído especialmente para shows de jazz.

129 mil visitantes se hospedam por dia em San Francisco, cidade que tem mais de 50% de moradores imigrantes ou de ascendência estrangeira. O que os atrai? Talvez seja o vento gelado, a consciência ecológica, o espírito empreendedor, o conhecimento acadêmico, a variedade gastronômica ou simplesmente um certo charme irracional que dispensa explicações… É, a vida é curta demais para não viajar por San Francisco.

O que você precisa saber para programar sua viagem por San Francisco:

  • O clima é ameno. Levar sempre um casaquinho é indispensável porque pode esfriar a qualquer momento;
  • A cidade é cercada de colinas e, por isso, cheia de ladeiras;
  • Ser hetero-homo-mono-multi tanto faz. A comunidade gay é unida e bem animada!
  • O espírito ‘natureba’ reina: há muitos vegetarianos, restaurantes de comidas orgânicas e quase todo mundo pratica exercícios físicos;

O que os estudantes adoram em San Francisco:

  • A diversidade cultural: a cidade atrai pessoas de todos os cantos a trabalho ou a estudo;
  • A variedade de comidas e de preços: há muitas opções, caras e baratas – algumas, na rua mesmo, com os food-trucks;
  • A qualidade de vida é excelente. SF foi eleita, em 2012, a melhor cidade dos EUA para se viver;
  • É fácil se locomover. Todos andam a pé, usam bikes (que podem ser alugadas) ou transporte público, que te leva, inclusive, às cidades vizinhas;
  •  Sempre há novidades e diferentes programas, até mesmo nos dias preguiçosos e nublados;

O que visitar durante uma viagem por San Francisco:

  • Golden Gate Bridge e Bay Bridge
  • Golden Gate Park
  • Ilha de Alcatraz
  • Exploratorium e Young Museum
  • Fisherman’s Wharf
  • Sorvete na Ghirardelli
Conheça 6 parques de diversão que você tem que conhecer durante seu intercâmbio na Califórnia.

Comentários

comentários