em Documentação

Vai viajar? Saiba como obter seu certificado internacional da febre amarela

Uma das coisas mais importantes ao planejar uma viagem é verificar quais são os documentos exigidos para entrada no país de destino. Afinal, não adianta você montar um roteiro perfeito, comprar roupas legais, aquela câmera profissional para registrar sua viagem e chegar no país e ser barrado porque você esqueceu um documento. Além da perda financeira, seria frustrante voltar pra casa, não é?

A maioria dos países exige documentos como visto (de acordo com o objetivo da sua viagem: de turista, de estudante ou de trabalho), carta convite, comprovante de trabalho e de renda, entre outros. E alguns deles (confira a lista completa) exigem o Certificado Internacional da Febre Amarela, que é prevista no Regulamento Sanitário Internacional. O Brasil passou a recomendar a vacinação contra a febre amarela para viajantes com destino a áreas de risco internacionais e para viajantes que também provém de áreas internacionais de risco. Essas medidas são necessárias para evitar a transmissão da doença.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é um documento que comprova que o viajante em questão foi vacinado contra a febre amarela ou outras doenças. Como a vacina tem validade de 10 anos, você não terá que se preocupar com essa doença por um bom tempo.

Acompanhe nosso passo a passo de como obter o Certificado Internacional da Febre Amarela.

Como obter o Certificado Internacional da Febre Amarela?

  • Vá até um posto de saúde público ou privado para tomar a vacina. Não se esqueça de levar um documento original, oficial e com foto. A vacinação é grátis e não precisa agendar horário. É necessário que você tome a vacina no máximo 10 dias antes da data da sua viagem. Isso deve ser feito porque a vacina só começa a fazer efeito 10 dias depois de ter sido tomada. A vacina deve ser aplicada simultaneamente com outras vacinas orais vivas ou com intervalo de duas semanas, exceto a vacina oral contra poliomielite, que pode ser aplicada simultaneamente ou a qualquer tempo. Guarde o comprovante de vacinação.
  • Faça um pré-cadastro no site da ANVISA para agilizar o atendimento.
  • Vá até um Centro de Orientação para a Saúde do Viajante da ANVISA mais próximo levando o comprovante de vacinação contra a febre amarela. Se você mora em um local onde não tenha um Centro de Orientação para realizar a impressão do Certificado, não se preocupe. Há vários Centros nos aeroportos em todo o Brasil e você pode retirá-lo no dia da viagem.
  • Anexe o CIV ao seu passaporte e pronto!

Dicas úteis

  • Lembre-se de que a vacina tem validade de 10 anos e que o seu passaporte só é válido por 5 anos. Quando seu passaporte vencer, você terá que solicitar a emissão de um novo CIV com o novo número do passaporte. Então, quando for emitir o CIV, informe a data da sua identidade.
  • Verifique os horários de atendimento dos postos de saúde e dos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante para evitar contratempos.
  • Se você perder o CIV, basta pedir a segunda via.
  • Algumas pessoas têm direito ao Certificado de Isenção da Vacina. São elas: pessoas alérgicas a componentes da vacina; em tratamento com quimioterapia, corticóides ou radioterapia; portadores do vírus do HIV; bebês de 1 a 6 meses de idade e mulheres grávidas. Veja aqui como obtê-lo.

Quer saber mais sobre outros documentos exigidos para viagem? Visite nosso blog, tire suas dúvidas e Descubra o mundo com a gente!

Comentários

comentários

  • Conteúdo relacionado por Tag