em Dicas

Dicas de restaurantes em Malta

Malta é um paraíso para quem gosta de comer bem. A ilha é cheia de restaurantes gostosos e pratos diferentes, altamente influenciados pela cozinha italiana (afinal, a Sicília é logo ali!) e pelos frutos do mar mediterrâneo. Reunimos neste post nossas dicas de restaurantes em Malta para você se deliciar durante o intercâmbio!

A Karoline Kussik, intercambista da Descubra o Mundo, foi para Malta estudar inglês por 8 semanas na escola ESE Malta. Ela frequentou vários lugares bacanas, experimentou muita comida boa e nos ajudou a listar as dicas abaixo.

Ah, atenção: a sua barriga vai roncar.

Comida típica de Malta: 10 pratos de dar água na boca
Dicas de bares e baladas em Malta
Conheça a escola ESE Malta

Dicas de restaurantes em Malta

> MedÁsia: O restaurante fica em Sliema, na avenida principal de frente para o mar, em meio a outros bares. O local é especializado em comida asiática e tem drinks deliciosos! Bom para ir no fim da tarde, na hora do happy hour.

A Karol provou o pad thai, um prato típico tailandês (macarrão de arroz com camarão e especiarias) e a margarita frozen de morango. Babem!!!

Restaurante MedÁsia, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Restaurante MedÁsia, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Vecchia Napoli: Restaurante típico italiano, também localizado na Tower Road, em Sliema, bem próximo da residência estudantil da escola ESE Malta, a Belmonte. O prato mais tradicional é o calzone “Capo di Monti”. Recheado com queijos fundidos, cogumelos, é coberto por rúcula, presunto parma e parmesão ralado. O prato é muito bem servido e dá para duas pessoas dividirem.

Restaurante Vecchia Napoli, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Restaurante Vecchia Napoli, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Moo’s Kebab: em Malta, há diversos lugares que vendem kebab – os turcos piram! O preferido e o “legítimo” é o do Moo’s. Você paga um preço fixo (em torno de 9 euros) e monta um prato gigante! O cliente escolhe um tipo de carne + cinco acompanhamentos. Tudo isso vem ainda com um pãozinho árabe e batata frita. É uma ótima opção para os brasileiros que sentem falta de carne na ilha (opções de carne no espeto: kafta, carne de boi, frango, espeto misto).

> Neptune’s Restaurant: Fica em Balutta’s Bay. É um deck em cima da piscina do clube de polo aquático Neptune’s. No fim da tarde dos dias do verão, é comum lanchar com vista para um jogo de polo. De todo o modo, a vista da piscina e do mar é linda! Tem saladas, massas e lanches.

Neptune's, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Neptune’s, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Neptune's, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Neptune’s, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Peperoncino: é um bistrô com poucas mesas e com uma comida mais elaborada, em St. Julian’s, próximo à Balluta’s Bay. Em geral, o preço dos pratos é mais alto, mas dá para comer massas por menos de 10 euros. É preciso fazer reserva antes.

A Karol comeu um rondele de presunto e queijo com molho bechamel (maravilhoso, segundo ela!). Há sempre algum prato do dia e o atendimento é fantástico.

Peperoncino, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Peperoncino, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> La Nave Bistrô: Fica dentro do Aquário Nacional de Malta, em St Paul’s. O local tem uma vista maravilhosa para o mar, é moderno e aconchegante.

“Recomendo sentar-se na área externa e tomar um shandy (cerveja com sprite). As massas e saladas são maravilhosas, indico as com frutos do mar. Guarde um espaço para sobremesa, pois a torta de avelã é imperdível!”

Karoline Kussik, intercambista da Descubra o Mundo

La Nave Bistro, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
La Nave Bistro, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> The Italian Job: situado em St Julian’s, no Baystreet Mall. Servem hambúrgueres deliciosos acompanhados por batatas rústicas! O ambiente retrô é bem agradável e espaçoso.

The Italian Job, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
The Italian Job, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Nenu The Artisan Baker: localizado na capital Valleta, esse restaurante mais tradicional é para quem quer provar a comida maltesa. Fazem parte do cardápio: ravióli de coelho, coelho assado e a famosa ftira (espécie de pizza). Há também ótimas opções de vinhos malteses. O menu degustação inclui alguns pratos da casa por um valor fixo por pessoa.

Nenu The Artisan Baker, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Nenu The Artisan Baker, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Club SushiCulinária coreana e japonesa (variadas e excelentes opções). Localizado em St Julians, o local tem vários pratos muito bem elaborados, peixes e frutos do mar de ótima qualidade.

> Gochi: também em St Julian’s, esse restaurante japonês é especializado em sushis. Tem uma grande variedade deles e o legal é que você pode escolher o tamanho, o sabor e levar tudo pra casa porque há várias opções take away. Mas, se preferir pode comer no restaurante mesmo, que tem um ar bem “zen”. O sushi grande com 6 peças sai em torno de 3,50 euros.

Gochi, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Gochi, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> The Avenue: Restaurante de lanches e saladas, mas o ponto forte são mesmo as massas (inúmeros tipos!). A Karol provou o farfalle popeye (massa ao molho branco com espinafre, bacon e cogumelos).

“O The Avenue fica na rua da escola ESE Malta. É uma boa opção para quem quiser comer com calma, num dia sem aulas após o almoço. Os pratos levam pelo menos 20 minutos para ficarem prontos.”

Karoline Kussik, intercambista da Descubra o Mundo

The Avenue, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
The Avenue, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Native Bar: o bar que fica no coração de St Julian’s, em Paceville, é uma boa opção de happy hour [Já falamos sobre ele no post com as dicas de bares e baladas de Malta]. Nesse período, o local oferece descontos em bebidas e porções. Tenha a carteirinha da escola em mãos quando for ao Native: eles dão alguns descontos para estudantes!

Native Bar, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Native Bar, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

> Dolci Peccati: Sentindo falta da sobremesa? Não deixe de visitar, então, essa gelateria italiana que fica em Sliema, também próxima ao Belmonte (residência da escola ESE Malta). Há várias opções de sabor, mas não deixe de provar o bacio! Eles também oferecem sobremesas típicas italianas, como cannoli.

Sorveteria Dolci Peccati, em Malta | Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal
Sorveteria Dolci Peccati, em Malta
Foto: Karoline Kussik/arquivo pessoal

Status: BA-BAN-DO.

Vem experimentar tudo isso durante um intercâmbio em Malta, destino excelente para quem quer estudar inglês em um lugar paradisíaco, diferente e cheio de comidas maravilhosas. Descubra Malta.

* PS: Quer trocar ideias com a Karol ou com a equipe da agência Descubra o Mundo? Deixe suas dúvidas abaixo no espaço para comentários! :)

Leia também:
10 motivos para fazer um intercâmbio em Malta durante o verão
9 razões para fazer um intercâmbio em Malta
Saint Julian’s, Malta: uma cidade agitada e fervilhante
Abra o mapa (e a cabeça!): Descubra Malta

Para mais informações, acesse a página intercâmbio em Malta.

Comentários

comentários