em Dicas

Quais foram os destinos mais escolhidos para intercâmbio em 2017?

“Escolher o país, entre as diversas opções de destinos, é sempre a tarefa mais incrível dos planos de intercâmbio. É nessa hora que você definirá o país e a cidade para estudar e aproveitar tudo que essa experiência pode oferecer!”, explicou Gabriel Passarelli, um dos sócios da Descubra o Mundo Intercâmbio.

A Descubra o Mundo Intercâmbio fez um levantamento super bacana (e surpreendente!) para saber quais foram os destinos mais vendidos em 2017 pelos nossos especialistas e Canadá, Malta e Irlanda foram os mais escolhidos, seguidos por Inglaterra e Estados Unidos.

Depoimento: 5 semanas na ILSC Toronto

No Canadá, Toronto e Vancouver são as cidades preferidas dos intercambistas da DMI; já as capitais da Irlanda (Dublin) e Inglaterra (Londres) foram as mais escolhidas. Em Malta, St Julians teve o maior número de intercambistas no ano passado.

Depoimento: EC Malta 30+ – o intercâmbio para adultos
(Dublin, Irlanda / Arquivo Pessoal Isadora Raboni)

Nos Estados Unidos, é mais dividido: muitos intercambistas optam por Boston, outros por cidades da Califórnia e da Flórida, alguns por Nova Iorque e Washington.

Depoimento: estudar inglês em San Diego

“A escolha pelas cidades americanas é bem segmentada porque depende de alguns fatores, como: custo de vida, época da viagem, tipo de escola e objetivo do intercâmbio”, completou Gabriel.

Uma surpresa chamada Cidade do Cabo

“A África do Sul foi a surpresa da nossa lista e ficamos super felizes por isso. É um dos meus destinos preferidos, sem dúvidas, e olha que já conheço muitos países ao redor do mundo”, disse Bruno Passarelli, CEO da agência.

Quatro colaboradores da agência já conheceram a Cidade do Cabo e voltaram com essa mesma impressão: as escolas são incríveis, os pontos turísticos lindos e o custo de vida baixo (a moeda é super desvalorizada frente ao Real!).

Table Montain – Cidade do Cabo – África do Sul / Arquivo Pessoal: Gabriel Passareli

“Ahhh, é difícil até falar o que eu mais gostei. Aquela cidade é realmente linda e tem uma conexão com a natureza invejável. Fiz muita trilha, subi em muitos lugares altos, vi muitos animais e paisagens. Fui ao cinema ao ar livre, fiz piqueniques em lugares lindos e vi o pôr do sol dezenas de vezes. A cada lugar novo que eu subia para ver o pôr do sol, pensava que não teria uma vista melhor com Cape Town ao fundo, mas sempre tinha. Vi o incrível nascer da lua também. Cara, sem palavras. Incrível. E o melhor é que tinha sempre a incrível Cape Town emoldurando esse quadro.”, disse Lucas Pessôa, intercambista DMI que conheceu a Cidade do Cabo em 2017.

Comentários

comentários