em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

EU FUI: relatos de um intercâmbio em Malta no blog DMI – Sprachcaffe Malta

Na seção EU FUI de hoje, conversamos com os irmãos Sérgio e Sandro Teixeira, que fizeram um intercâmbio em Malta durante as férias de janeiro. Eles passaram duas semanas estudando inglês na Sprachcaffe Malta.

Assista ao vídeo abaixo com o depoimento dos intercambistas:


Resumo do nosso bate-papo

(Se, por algum motivo, você não conseguir ver o vídeo)

O Sérgio já viajou várias vezes com a Descubra o Mundo. Ele já foi uma vez para a Irlanda e três vezes para Malta. Ficou encantado com a experiência e resolveu levar o irmão junto com ele.

Escola Sprachcaffe Malta

Os dois estudaram na escola Sprachcaffe Malta por duas semanas. As aulas eram sempre no período da manhã, até mais ou menos 12h. As turmas eram pequenas e os professores muito atenciosos, focados em conversação. A localização é ótima, há uma estação de ônibus a uma quadra da escola, que fica bem perto do bairro boêmio Paceville, em St. Julian’s [leia mais sobre a cidade de St. Julian’s]. Depois das aulas, a própria escola organizava alguns passeios. O passeio em Malta que eles mais gostaram? Popeye Village e Gozo [cidades de Malta: saiba tudo sobre Valleta, Gozo e Comino]

Leia também:

Malta no verão x Malta no inverno

O Sérgio teve a oportunidade de conhecer Malta no verão e no inverno. O verão é muito quente, acima dos 35°C. Nessa época, a ilha fica bem mais cheia, com muitos europeus que estão lá passando férias. No inverno, há mais turcos e coreanos e a temperatura fica próxima aos 11°C. O frio é suportável, parecido com o Brasil, e a ilha é bem mais vazia. A escola Sprachcaffe Malta, no entanto, estava movimentada nas duas épocas.

Intercâmbio em Malta: paisagens incríveis! | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Sandro e Sérgio no intercâmbio em Malta
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira

Leia também:

Intercâmbio em Malta de curta duração

Os dois irmãos concordam que um intercâmbio em Malta de curta duração ajuda muito no aprendizado do inglês. Eles já estudam o idioma no Brasil há uns cinco anos. Mesmo ficando pouco tempo em Malta, sentiram grande evolução. Perderam o medo de falar e aprenderam expressões diferentes!

Acomodação em Malta

O Sérgio e o Sandro optaram por ficar na acomodação da escola Sprachcaffe Malta, anexa ao prédio da instituição. Isso facilitou a locomoção no dia a dia e também fez com que os alunos tivessem mais contato uns com os outros.

Vida noturna de Malta

A vida noturna de Malta é ótima. A maioria das baladas de Malta não cobra entrada e, muitas vezes, oferece drinks grátis. O preço das bebidas é bem acessível também e eles iam caminhando de um lugar para o outro – mesmo de madrugada, já que o país é super seguro. Segundo os meninos, apesar de ser um país pequeno, não dá para ficar entediado: há muita cultura, história, belas paisagens e opções de lazer.

Leia também: Dicas de bares e baladas em Malta

Vida noturna de Malta | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Vida noturna de Malta
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Vida noturna de Malta | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Vida noturna de Malta
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira

Comida de Malta

A comida de Malta não é um problema também. A cultura maltesa é bem próxima à italiana. Portanto, massas, ovos e carnes são elementos abundantes. O Sérgio e o Sandro nos contaram que eles comiam sempre em restaurantes próximos à escola e gastavam, em média, 9 euros em uma refeição (pratos bem servidos!).

Intercâmbio em Malta | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Intercâmbio em Malta
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira

Leia também:

Locomoção em Malta

A locomoção em Malta é muito simples: quase tudo pode ser feito a pé. As curtas distâncias facilitam muito. Os meninos nos contaram que o trânsito, por incrível que pareça, é perigoso. Alguns motoristas não respeitam a sinalização e correm muito. Por isso, não é muito comum ver pessoas andando de bicicleta. Ah, vale lembrar que eles dirigem como na Inglaterra: a mão do lado direito.

Intercâmbio em Malta | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Intercâmbio em Malta
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira

Intercâmbio em Malta x Intercâmbio na Irlanda

O Sérgio teve a oportunidade de fazer um intercâmbio na Irlanda anteriormente. Depois disso, foi três outras vezes para Malta e ele diz: gostou mais do intercâmbio em Malta. Motivos: praticidade na locomoção; facilidade em compreender o inglês britânico (menos sotaque do que o irlandês) e clima agradável. O Sérgio foi para a Dublin no inverno e passou frio!

Experiência anterior: intercâmbio na Irlanda, em Dublin | Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira
Sérgio no intercâmbio na Irlanda, em Dublin
Foto: arquivo pessoal/Sérgio Teixeira

A escolha da agência de intercâmbio

Pesquisando na internet, o Sérgio encontrou a agência Descubra o Mundo. Depois do primeiro contato, decidiu fechar todos os intercâmbios com a empresa. Ele disse que o diferencial foi a facilidade de contato, o bom atendimento e o preço atrativo. Por isso, indica a agência para todos que perguntam! :)

Leia também:


O Sérgio e o Sandro já estão planejando o próximo intercâmbio… Mas enquanto não embarcam, estão disponíveis para responder perguntas e dar outras dicas sobre intercâmbio em Malta. Se você, que acompanha o blog, quiser trocar ideias escreva nos comentários abaixo!

Descubra o Mundo. Descubra Malta.

Comentários