em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Estudar inglês em San Francisco, LSI Berkeley, pós-lua de mel

Que tal passar a lua de mel nos Estados Unidos e aproveitar para estudar inglês em San Francisco? Foi o que fez a Natália Matheus, 30, de Belo Horizonte. Ela teve uma experiência ótima na LSI Berkeley, onde ficou por 5 semanas.

Leia o depoimento abaixo!

Por que decidiu fazer um intercâmbio?

Eu e meu marido estudamos inglês em vários momentos de nossas vidas, mas tínhamos vergonha de falar outro idioma. Além disso, não tínhamos tido nenhuma experiência com a língua fora do Brasil e nunca estivemos na situação de realmente precisar usar nossos conhecimentos em inglês. Eu imaginava que estudar outro idioma em sua terra de origem seria infinitamente mais intrigante, pois eu não achava o inglês um idioma bonito e me sentia desinteressada.

Então, decidimos nos desafiar indo estudar inglês em San Francisco e, assim, entender qual a melhor forma de aprender outro idioma ao invés de continuar nas aulas, que sempre achamos cansativas e pouco produtivas.

Por que estudar inglês em San Francisco?

Decidimos unir o útil ao agradável. Passamos alguns dias em Las Vegas em lua de mel e fizemos o caminho de carro até San Francisco. Adoramos viajar de carro, escolhemos uma rota bonita, encontramos muita informação disponível e era uma ótima oportunidade para conhecer mais lugares.

Ir para os Estados Unidos foi a opção mais compatível com nosso orçamento, além de estarmos mais acostumados com o sotaque norte-americano. Fomos morar em Berkeley na tentativa de conviver com menos brasileiros. Fica bem pertinho de San Francisco, é uma cidade linda e cheia de atrativos para os finais de semana. Quanto a encontrar menos brasileiros foi ilusão, pois estamos por todos os cantos! Mas, fizemos bons amigos.

Viajando para San Francisco: conheça tudo sobre a cidade

Como foi estudar inglês em San Francisco por 5 semanas?

Não tínhamos muito tempo para ficar fora do Brasil, pois tiramos férias e licença de nossas atividades. Cinco semanas foi tempo suficiente para ter uma experiência bem legal. Pudemos conhecer a rotina do local, conviver com nativos, compartilhar da rotina deles, perceber o funcionamento da cidade, aprender a usar o ônibus e o metrô (essa é a parte importante para se sentir parte da comunidade local). Para avançar no estudo do idioma foi pouco tempo, mas pudemos entender nossas falhas nesse aprendizado e planejar nossos estudos futuros.

Cidade de São Francisco: 12 lugares para visitar

Qual acomodação escolheu no intercâmbio?

Utilizamos dois tipos de acomodações: moradia estudantil e casa de família. Moramos os primeiros dias em casa de família. Diferentemente de nossos colegas de escola, fomos os únicos a escolher casa de família sem a opção de jantar em casa. Coincidentemente, essa escolha foi uma vantagem, pois a nossa anfitriã trabalhava até tarde. Tivemos muita liberdade, além de morar mais próximo da escola e do centro da cidade em comparação com os demais. Para morar com desconhecidos é bom conhecer a rotina da casa para evitar constrangimentos. Uma dica é perguntar aos moradores sobre a coleta de lixo, limpeza da casa, lavagem de roupas, utilização do chuveiro, pois são hábitos diferentes. É importante cooperar, respeitar e entender que você apenas aluga um quarto.

As moradias estudantis costumam ser mais próximos aos centros urbanos. Moramos no centro de Berkeley, assim é mais fácil sair, principalmente, à noite. Alguns contratempos ocorrem devido ao compartilhamento de espaços comuns, como banheiros e cozinha, e à convivência, pois você encontra pessoas de todas as idades, culturas e hábitos. Dá para imaginar, não é?

O que mais gostou e o que menos gostou em San Francisco?

Ir a Golden Gate e Alcatraz são passeios incríveis (Alcatraz tem agendamento e compra de ingresso. Por isso, precisa se programar). Não gostei de andar de bondinho, é sem graça. Tire fotos nele estacionado e suba a pé até Chinatown. Você verá locações de seus filmes favoritos.

O que eu mais gostava em Berkeley eram dos domingos de manhã quando as pessoas saiam com seus filhos e cachorros para os cafés locais. O clima e os ambientes são ótimos. Tem parques lindos por lá também.

Como é o transporte público em San Francisco?

Utilizamos o BART (metrô) que vai até San Francisco passando por Oakland, Fremont, locais para compras, a baía, etc. Utilizamos também ônibus e, algumas vezes, táxi. Mas, andamos muito a pé.

Conheça o transporte público de San Francisco

O que achou do custo de vida em San Francisco?

O mais caro é moradia. Para as demais necessidades há opções de todos os preços.

Onde comer em San Francisco, EUA: dicas de uma brasileira

Como é a vida noturna em San Francisco?

Tem para todos os gostos, boates, bares, restaurantes, passeios no píer. Não passamos muitas de nossas noites por lá, infelizmente.

Dicas San Francisco: melhores baladas e restaurantes

O que costumava fazer no seu tempo livre?

Conhecer o campus da Universidade da Califórnia, andar de bicicleta na Golden Gate, conhecer Salsalito e voltar de balsa, viajar nas cidades próximas, passear no Pier 39 em San Francisco, visitar Alcatraz, passear nos parques, conhecer os cafés aos domingos de manhã, experimentar as inúmeras cervejas vendidas nos supermercados (com cautela, pois na rua é proibido consumir álcool), visitar Chinatown, passear no centro, passear na baía de Berkeley, fazer churrasco nas praças próprias para isso, entre outros.

O que fazer em San Francisco sem pagar nada
Estudar inglês em San Francisco | Foto: Natália Matheus/Arquivo Pessoal
Estudar inglês em San Francisco
Foto: Natália Matheus/Arquivo Pessoal

O que achou do clima em San Francisco?

Decidimos estudar inglês em San Francisco entre agosto e setembro. O clima estava quente para os moradores – o que não significa que estava quente para mim. Eu sempre tinha uma blusa de frio comigo, nada muito fino.

O que achou da escola LSI Berkeley?

Fiz intensivo de inglês, 8 horas diárias. A LSI Berkeley tem boa estrutura, boa localização. Tivemos bons professores e alguns ruins também. É necessário observar e pedir para trocar de turma, se for o caso.

Em um intercâmbio, você irá conhecer pessoas de hábitos diferentes, idades diferentes, com objetivos diferentes. Na escola, não havia um perfil que se destacasse.

LSI Berkeley, EUA | Foto: Divulgação
LSI Berkeley, EUA
Foto: Divulgação

Você alcançou o seu objetivo ao estudar inglês em San Francisco?

Sim, principalmente quanto a conhecer o sotaque, a velocidade da fala, algumas gírias, acostumar o ouvido.

Curso de inglês em San Francisco: tudo o que você quer saber

Como chegou até a agência Descubra o Mundo?

Por indicação.

Como foi o atendimento da Descubra o Mundo?

Sim, tivemos o apoio necessário para solucionar os problemas que ocorreram durante o intercâmbio em San Francisco. Tivemos problemas com um professor e na utilização do seguro viagem (pois precisei ir ao hospital). Mas, mantivemos contato com a agência por e-mail e Skype nesses momentos.


Ficou com vontade também de estudar inglês em San Francisco? Saiba sobre este e outros destinos de intercâmbio consultando a equipe da Descubra o Mundo.

Comentários

comentários