em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Estudar inglês em San Diego durante as férias: depoimento

Estudar inglês em San Diego durante as férias pode ser tudo o que você precisa nesse momento! Essa é uma forma de aproveitar para descansar e aprender. Foi esse o pensamento do Clésio Oliveira, intercambista Descubra o Mundo, que ficou 2 semanas na LSI San Diego. Ele adorou tudo e nos contou alguns detalhes!

A Descubra o Mundo foi uma surpresa muito interessante.

Sou um cara que gosto de fazer tudo sozinho, não gosto de intermediários porque prefiro resolver as coisas da minha forma. Mas, quando comecei a cotar e a pesquisar, notei que não seria tão vantajoso. A ponte que eles fazem com a escola é muito interessante. Tive um certo receio no começo, mas foi uma experiência incrível. A equipe Descubra o Mundo cumpriu perfeitamente o papel que uma agência de intercâmbio deve cumprir.

Foram 2 semanas estudando em San Diego.

Resolvi estudar inglês em San Diego, na LSI San Diego, que é uma escola excepcional. Eu estudo inglês desde os 8 anos mais ou menos; depois parei e esqueci um pouco. O inglês vai embora porque vamos esquecendo se não praticar. Decidi fazer intercâmbio porque tive férias do trabalho, sempre gostei da California, planejei essa viagem durante muito tempo. Quis passar minhas férias também estudando. Escolhi a LSI San Diego porque foi a escola que teve um custo-benefício mais interessante. Estudava só no período da manhã.

As aulas eram das 9h às 12h50. É um horário bom porque não é tão cedo. Eu ia caminhando do hostel até lá durante meia hora. Fazia questão de ir andando para ver os lugares e as pessoas, que são muito educadas. As aulas eram muito boas e não tinham cara de “cursinho”. Eram muito práticas, havia debates, conversas em grupo, com bons professores. Fomos assistir um jogo de baseball com a escola. As pessoas da escola me acolheram bem, encontrei pessoas mais parecidas comigo.

LSI San Diego: a melhor e mais descolada escola de inglês
Depoimento: Intercâmbio na Califórnia – Tempo bom na Converse San Diego

No verão, o sol se põe às 20h30.

O dia fica bem longo, de umas 16 horas. Saía do curso, ia almoçar por volta das 13h. Fiz muitos amigos no curso, conheci pessoas do mundo inteiro e íamos juntos fazer compras, ir à praia, museus, zoológicos. À noite ia para festas e bares. Em alguns momentos, gostava de sair sozinho, andar sem rumo.

Estudar inglês em San Diego, EUA
Foto: Clésio de Oliveira/Arquivo Pessoal

Fiquei hospedado em hostel,

que é um misto de pensão com hotel. Paguei cerca de 30 dólares por noite. Quem pratica o desapego tem experiências muito interessantes. O pessoal se respeita muito. Achei bastante seguro, deixava minhas coisas lá e não havia problemas. Tinha café da manhã, jantar e várias atividades organizadas, como baladas, surf etc. Ali, você se sente mais em casa do que em um hotel e é impossível não treinar o inglês. Isso foi bem positivo. O clima é mais jovial, mais festeiro.

San Diego Dicas: os melhores bares e baladas

San Diego é uma cidade incrivelmente tranquila,

muito bonita, limpa, organizada. É ótimo saber que esse “projeto” de cidade é possível. A cidade não é tão movimentada quanto Los Angeles, por exemplo. Não é tão badalada. Mas, a vida noturna é interessante, tem vários restaurantes, especialmente na região da escola LSI San Diego. Enquanto San Francisco é inflacionada devido ao Vale do Silício, San Diego é bem mais acessível.

Senti que a cidade funciona bem para quem tem carro. Os ônibus demoram um pouco e são caros (2,25 por passagem). Não tem metrô – somente o trolley. O transporte público em San Diego não é precário, mas definitivamente é uma cidade para quem tem carros. Vale a pena usar Uber e outros sistemas desse tipo, compartilhando o carro com mais pessoas e usando códigos de desconto. O trem de Los Angeles a San Diego custa 37 dólares e tem uma vista bem bonita.

Em San Diego, você paga uma média de 6, 7 dólares em um almoço bem barato; até uns 15 dólares em um almoço um pouco melhor. Quem quiser fazer compras, deve procurar o setor de liquidação das lojas que geralmente fica mais escondido. Há alguns outlets também na região – um deles é o Las Americas, que fica na fronteira.

 O que fazer em San Diego, “America’s Finest City”
Estudar inglês em San Diego, EUA
Foto: Clésio de Oliveira/Arquivo Pessoal

A vida noturna em San Diego é boa,

há vários eventos rolando. Não é tão badalada, mas eu gostei. Tem dias de promoção em alguns lugares, com bebidas mais baratas. Uma coisa importante: não é permitido beber na rua em San Diego. A polícia fica bem em cima e multa. Uma vez esqueci disso, abri uma cerveja na rua e na hora os americanos vieram me orientar.

As 10 melhores praias de San Diego

 O clima em San Diego em junho é excepcional.

Sol constante, sem nuvens, mas com água muito gelada nas praias. A temperatura média fica entre 20 e 25 graus. Demora um pouco para o sol sair, mas depois o clima fica bem agradável.

Estudar inglês em San Diego foi ótimo. Meu aprendizado foi positivo, porém o período foi muito curto. Deu para dar aquela desenferrujada, no inglês escutar e falar melhor, mas se eu tivesse ficado por 3 meses seria ideal, já sairia de lá com outro nível. Não esperava aprender mais do que aprendi nesse período.

As 3 melhores escolas de inglês em San Diego e seus preços
Passeio em San Francisco, EUA
Foto: Clésio de Oliveira/Arquivo Pessoal

Cheguei até a Descubra o Mundo pesquisando na internet,

no Google. Achei o preço interessante e comecei a trocar ideias. O atendimento foi muito legal, solícito, bem humanizado, as dúvidas foram tiradas. O intercambista têm muitas preocupações e ter pessoas que possam tirar essas preocupações e deixá-lo mais confortável, é ótimo. Volto com uma experiência incrível, com o inglês melhor, muita cultura, diversão. Espero poder voltar e se tiver a oportunidade vou fazer outro intercâmbio pela Descubra o Mundo.

Tudo sobre cidade de San Diego, Califórnia: é demais!

Comentários

comentários