em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Curso de inglês no Canadá: período integral na PGIC Vancouver

A Daniele Castelhano é professora de inglês e, apesar de ter muito contato com o idioma, sentia a necessidade de ter uma vivência internacional. Por isso, procurou a Descubra o Mundo e decidiu fazer um curso de inglês no Canadá, na escola PGIC Vancouver, durante 4 semanas.

Veja o depoimento dela sobre essa experiência incrível!

Por que decidiu fazer intercâmbio?

Comecei a estudar inglês aos 12 anos de idade e nunca mais parei. Fiz faculdade de Letras e decidi como profissão ser professora de inglês. Apesar de ter a fluência, estava sendo muito cobrada para ter uma experiência internacional, que é bem importante. Sempre tive vontade de fazer intercâmbio, mas faltaram oportunidades quando era mais nova. Juntou a vontade que eu tinha de viajar para o exterior com essa necessidade para a minha carreira. Essa foi minha primeira experiência internacional.

Estudar inglês no Canadá: razões para você decidir ir

Por que decidiu fazer um curso de inglês no Canadá?

Escolhi fazer um curso de inglês no Canadá especificamente por influência de uma professora que tive na infância. Ela é brasileira, morou 8 anos no Canadá e falava muito bem do país. Nunca mais tirei essa ideia da cabeça. Apesar de ter pesquisado um pouco sobre os Estados Unidos, o Canadá sempre foi a primeira opção.

Capilano Bridge | Foto: Daniele Castelhano/Arquivo Pessoal
Capilano Bridge
Foto: Daniele Castelhano/Arquivo Pessoal
8 mapas do Canadá: conheça o país antes de viajar

Como decidiu por Vancouver?

Inicialmente, eu queria fazer intercâmbio em Toronto. Mas, conversando com a equipe da Descubra o Mundo, recebi a indicação de Vancouver por ser uma cidade menor, mais acolhedora. A cidade é, de fato, maravilhosa! Eu cheguei a ficar um dia em Toronto para conhecer a cidade e confesso que não me atraiu tanto. Foi perfeita a escolha por Vancouver para fazer esse curso de inglês no Canadá.

Depoimento: Intercâmbio na PGIC Vancouver, Canadá

Como é o clima em Vancouver?

Fiz o curso de inglês no Canadá entre agosto e setembro – final do verão. O clima em Vancouver é muito bom, com temperaturas entre 20 e 25 graus. Os dias foram ensolarados, com tempo quente, mas sem aquele calor escaldante – o que é ótimo. Eu sou friorenta, então muitas vezes até saía na rua com um casaquinho. Mas para pessoas “normais” era o clima perfeito. Talvez seja o equivalente aos dias gostosos de inverno gostoso do Brasil. Me lembro que choveu apenas 3 dias.

Quais passeios em Vancouver te marcaram?

Gostei de conhecer North Vancouver e Whistler, que é maravilhoso e dá para ir e voltar num único dia. A escola PGIC Vancouver organiza vários passeios entre os estudantes. Deep Cove é uma praia linda, sem ondas, onde há lugares ótimas para comer donuts!

Tudo sobre Vancouver: dicas para conhecer a cidade
Pontos turísticos de Vancouver para sua viagem ser inesquecível

Curso de inglês no Canadá durante 4 semanas: o que achou do período?

Infelizmente, eu não podia ficar mais por causa do trabalho. Aproveitei o período de férias para fazer intercâmbio. O tempo voa, passa muito rápido! Por isso, meu conselho é que quem não tem compromisso deve ficar mais tempo. Por outro lado, quem tiver apenas as férias, vale a pena ir mesmo assim. Como eu já falava bem, o intercâmbio em Vancouver foi essencial para eu adquirir mais pronúncia, aprender palavras novas, gírias e deixar a fala mais “espontânea”. Isso já ajudou muito. Imagino que quem fica mais tempo, aproveita ainda mais.

TOP 14 escolas de inglês em Vancouver

Curso de inglês no Canadá na PGIC Vancouver: como é a escola?

Eu gostei da escola PGIC Vancouver. A estrutura é boa, a localização é excelente, bem perto do metrô. Da escola ao Stanley Park, por exemplo, é uns 20 minutos de caminhada. Dá para fazer vários passeios a pé e há muitas lojas próximas.

Um ponto negativo: não gostei do fato de eles usarem o mesmo livro que trabalho no Brasil nas minhas aulas. Isso é algo muito pessoal porque o livro é ótimo, mas para mim, que sou professora, não teve uma “novidade” no material didático, como esperava.

Morar em Vancouver: 6 dicas quentes

O que achou de fazer um curso de inglês no Canadá em período integral?

Fiz o curso de inglês em período integral na PGIC Vancouver, das 8h às 17h. Pelo curto período do intercâmbio, essa carga horária foi fundamental no meu aprendizado. Eu recomendo porque, no fim, o tempo passa muito rápido e as aulas ajudam muito.

Qual era o perfil dos alunos da PGIC Vancouver?

Encontrei muitos asiáticos – japoneses, coreanos, chineses. Apesar de haver muitos brasileiros pela cidade, na PGIC Vancouver não havia tantos. Os poucos estavam em salas separadas. A idade dos alunos é variável: a maioria está entre 18 e 25 anos. Mas conheci pessoas de 30 anos, além de um senhor de 40 anos.

Como é fazer um intercâmbio depois dos 30 anos?

Fiz intercâmbio aos 33 anos especificamente. Eu não tive oportunidade de ter ido mais nova, mas era algo que ainda tinha muita vontade. Quem puder ir, vá – não importa a idade. Lá, você conhece pessoas de todos os tipos, de todas as idades e ninguém liga muito para isso. É excelente a experiência de viajar sozinha, falar com as pessoas desconhecidas, se virar. A idade não importa, pois as pessoas te tratam da mesma maneira. A população canadense é muito receptiva.

curso_de_ingles_canada_vancouver

Depoimento: EC Malta 30+: intercâmbio depois dos 30

Como é se hospedar em casa de família no Canadá?

A minha experiência com esse tipo de acomodação foi perfeita. Antes de viajar, ouvi coisas ruins sobre ficar em casa de família e confesso que fui com medo. Mas me surpreendi muito, de forma positiva.

Fiquei em uma casa de família no Canadá onde moravam um casal e dois filhos – de 13 e 15 anos, muito bonzinhos! Eu fui tratada como filha mesmo. Eles saíam comigo, perguntavam o que eu gostava de comer, me davam orientações. Eu disse que gostava de frutas, por exemplo, e não faltou fruta na casa! Eles me deram uma chave também e eu podia entrar e sair tranquilamente. Eu tinha um quarto próprio espaçoso, com uma cama de casal.

Como foi o atendimento da agência Descubra o Mundo?

Eu visitei várias agências antes e achei os preços altos demais. Foi quando tive a indicação de uma conhecida, que viajou pela Descubra o Mundo. Eu gostei porque o pessoal me deixou à vontade para pensar e decidir. Eu mandava mensagens com dúvidas e recebia respostas rápidas, às vezes, até tarde da noite. Fiz todo o processo online, a distância, e deu tudo certo. Recebi orientações sobre a documentação, sobre a cidade e correu tudo bem. Não tenho do que reclamar.

Visto canadense: tudo o que você precisa saber para não errar

Como avalia o seu aprendizado após o curso de inglês no Canadá?

O resultado do intercâmbio foi ótimo. Meus colegas de trabalho elogiaram meu inglês, assim que voltei. A melhora acontece sem percebermos. Gostei muito da regra da escola de não poder falar o idioma materno entre os alunos. Além disso, o dia a dia ajuda muito: praticamos na escola, na rua, na casa com a família, nas amizades que fazemos com outros estudantes. Usamos palavras diferentes. É uma experiência muito válida e recomendo para todos!

Depoimento: Intercâmbio nas férias: 30 dias na PGIC Toronto
Intercâmbio em Vancouver, Canadá | Foto: Daniele Castelhano/Arquivo Pessoal
Intercâmbio em Vancouver, Canadá
Foto: Daniele Castelhano/Arquivo Pessoal

Aproveite bem suas férias e invista em um curso de idiomas no exterior. Contate a equipe da Descubra o Mundo para mais informações sobre intercâmbio no Canadá

Comentários

comentários