em Argentina

Gastronomia argentina: uma atração à parte

Algumas tradições são mantidas há décadas e facilmente vistas nas ruas das cidades argentinas. E, para nossa alegria, quase todas elas envolvem comida.

Um dos hábitos mais marcantes é o de tomar um bom café da manhã ou um lanchinho no fim da tarde, sempre servidos com croissants (medialunas) que podem ser provados em qualquer café ou confeitaria (existem milhares!). O mais famoso é o tradicionalíssimo Café Tortoni, em Buenos Aires, que existe há mais de 150 anos.

No fim da tarde, os cidadãos têm o hábito de se encontrar em parques e praças para jogar conversa fora e tomar mate na bombilla. Bem parecido com o chimarrão dos gaúchos, essa é, sem dúvida, a bebida mais típica – seguida pelo submarino no inverno (leite quente com uma barra de chocolate) e pelo clericó (também conhecido como “sangria”; vinho + salada de frutas + soda) nos bares e restaurantes.

As cervejas são pouco alcoólicas. A Quilmes domina o mercado e, segundo apreciadores, trata-se de uma “lager decente”, de gosto comum e semelhante às brasileiras de massa. Ou seja, a melhor parte não é a cerveja em si, mas estar na Argentina para degustá-la…

Entre os petiscos, a especialidade são as empanadas, que podem ser recheadas com tudo – de presunto e queijo a abacaxi – e encontradas em qualquer esquina. Em Buenos Aires, alguns dos endereços mais recomendados são: El Sanjuanino, La Americana, La Fachada e La Mezzeta.

Empanadas argentinas
Empanadas argentinas

O prato principal do país pode ser resumido em uma única palavra: carne (parilla). E não estranhe se ela aparecer no seu prato de forma solitária. Nos restaurantes portenhos, os acompanhamentos (arroz, batata etc.) devem ser pedidos à parte. Assim, a carne é, literalmente, a protagonista.

E faz por merecer tal posto. Mais suculenta, fresca e macia é quase uma instituição. Se ela vier temperada com chimichurri ou salsa criolla, tenha a certeza que você só vai parar de comer quando acabar. Anote alguns nomes de restaurantes localizados na capital: Cabaña Villegas, La Cabrera, El Obrero, Cabaña Las Lilas, Siga La Vaca.

A sobremesa dominante é o sorvete existente nos mais diversos sabores. O mais argentino deles é o de dulce de leche, que também pode sofrer variações. A sorveteria mais procurada é a rede Freddo, que agora já tem unidades instaladas no Brasil. O próprio doce também pode ser encontrado sendo servido no pão ou na torrada. E o alfajor? É um doce típico que vale a degustação, mas não se engane: é bem mais consumido por turistas do que por nativos.

Durante um intercâmbio, você terá tempo de sobra para fazer um tour gastronômico. Aproveite para ir além dos locais turísticos e descobrir lugarzinhos escondidos, mais frequentados pela população local.

E se todos os encantos que já foram listados (aqui e aqui) não foram suficientes para te convencer, é pelo estômago que o país vai te conquistar. Descubra a Argentina.

Comentários

comentários