em Morar no Exterior

Quais os melhores países para quem quer morar e trabalhar no exterior?

Mudar de ares, conhecer culturas diferentes, adaptar-se a um novo ritmo de vida. Para quem quer morar e trabalhar no exterior, essas mudanças são as primeiras coisas que se espera após a chegada em um novo país.

Afinal de contas, esse é um grande passo e que pode ser planejado e realizado de várias formas possíveis.

A primeira coisa que você precisa decidir é o local de destino. A maioria das pessoas opta por países de língua inglesa, já que o domínio do idioma é uma necessidade cada vez maior do mercado de trabalho e do mundo acadêmico.

Dessa forma, é possível otimizar a experiência e aprender algo novo e necessário ao mesmo tempo que a vivência internacional toma forma.

Quando se fala em aprender inglês, os Estados Unidos são o primeiro nome que vêm à mente. No entanto, a alta do dólar tem desencorajado os brasileiros, que têm dado preferência a locais que se encaixem melhor no orçamento ao mesmo tempo em que têm leis de imigração e visitação mais favoráveis.

Quando se busca esse conjunto de características, três países destacam-se bastante: Austrália, Nova Zelândia e Irlanda podem ser considerados alguns dos países mais receptivos e agradáveis para quem quer morar e trabalhar no exterior.

Quer saber qual o seu destino para fazer essa empreitada? Conheça as principais características que os três países oferecem para quem quer morar e trabalhar no exterior e comece agora mesmo a fazer seus planos!

Intercâmbio Institucional 728x90

Saiba mais: Intercâmbio estudar e trabalhar: aprenda inglês e fature!

Quais os melhores países para quem quer morar e trabalhar no exterior?

Austrália

Com o segundo maior IDH (Índice de desenvolvimento humano) do mundo, a Austrália se destaca mundialmente pelas políticas de incentivo à imigração.

O país é extenso territorialmente e pouco povo, com frequente escassez de mão de obra em diversos setores da economia.

Além disso, as instituições de ensino do país estão entre as mais bem conceituadas de todo o mundo e são bastante abertas a estudantes brasileiros.

  • Mudança: existem vários tipos de visto de trabalho que permitem a estadia permanente no país. Se a sua intenção é a mudança definitiva, vale a pena conferir as modalidades com antecedência, já que algumas delas são possíveis após a conclusão de um curso feito lá. Com planejamento adequado, é possível fazer tudo o que é preciso fazer obter de uma vez por todas o visto permanente no país.
Confira também: Austrália precisa de visto? Sim, mas a gente te explica tudo

Nova Zelândia ou Austrália, qual a melhor para intercâmbio?

Nova Zelândia

Assim como a Austrália, a Nova Zelândia é um dos melhores países do mundo para quem quer morar e trabalhar no exterior.

A população pequena não é suficiente para preencher todas as vagas disponíveis no mercado de trabalho neozelandês, o que abre oportunidades para pessoas de todo o mundo.

  • Mudança: vale a pena procurar com antecedência as possibilidades de visto permanente da Nova Zelândia, pois os país costuma oferecer essa oportunidade a pessoas que encaixam-se em algum perfil que está sendo procurado para trabalho ou para quem já está lá em algum tipo de intercâmbio, além de um famoso programa de trabalho nas férias.
Veja também: Trabalhar na Nova Zelândia: 300 vagas para brasileiros

Intercambio Nova Zelândia: depoimentos incríveis!

Irlanda

Este é um dos países onde morar e trabalhar no exterior sempre foi mais fácil. Isso se deve ao fato de Irlanda permitir o famoso visto de estudo e trabalho, que aceita que os estudantes trabalhem até 20 horas por dia, se estiverem matriculados em um curso de idiomas credenciado, por mais de 25 semanas, e atenderem determinados requisitos.

  • Mudança: por se tratar de um país da União Europeia, isso pode ser mais difícil, no entanto, temos casos de intercambistas que se mantiveram legalmente por lá por mais de um ano e meio.

Por que resolvi prolongar o intercâmbio na Irlanda 1 ano

Quer saber ainda mais sobre dicas de intercâmbio de estudo e trabalho? Então confira nosso e-book: Programa de estudo e trabalho no exterior!

Confira também mais dicas de como fazer um intercâmbio de Estudo & Trabalho: