em Irlanda

Checklist para intercâmbio na Irlanda: tudo o que precisa saber se quer estudar no país

A Irlanda é o destino escolhido por muitos estudantes que desejam aperfeiçoar o aprendizado do inglês e ter a experiência de conhecer um país rico culturalmente.

Preparamos um checklist para intercâmbio na Irlanda com as principais orientações que vão desde as vantagens de escolher o destino, até procedimentos mais burocráticos, como o visto de intercâmbio.

Intercâmbio Irlanda 728x90

Saiba mais: Como fazer intercâmbio na Irlanda: guia prático definitivo

Checklist para intercâmbio na Irlanda: confira passo a passo

Da escolha desse país até como prolongar o intercâmbio, confira nossas dicas:

1- Por que escolher esse destino?

O primeiro benefício do intercâmbio na Irlanda é o custo mais acessível, ao compararmos com outros destinos comuns, como Austrália, Canadá, Estados Unidos ou Inglaterra. A facilidade da retirada do visto é outra questão que faz muitos estudantes escolherem esse destino.

O intercambista geralmente necessita do visto para poder trabalhar e se manter no país, caso não tenha dinheiro guardado o suficiente para bancar a estadia.

Ao escolher como destino a Irlanda é preciso tirar o visto Stamp 2 (6 meses de aula e 2 meses de férias), o que torna possível trabalhar em meio período. Assim, além de ajudar nas finanças, isso proporciona maior interação com os nativos do país.

A Irlanda é um dos poucos países no mundo que permite isso, veja mais detalhes:

2- Principais vantagens de optar por esse país:

Antes de seguir com o checklist para intercâmbio na Irlanda, confira os benefícios de sua escolha:

  • Menos burocracia e maior acessibilidade para os estudantes
  • Possibilidade de trabalhar e ajudar na renda
  • Localização privilegiada na Europa, com maior possibilidade de viagens e expansão cultural
  • A população Irlandesa é considerada hospitaleira e receptiva
  • O país preza pela qualidade de vida, o que inclui jornadas de trabalho flexíveis, o que é perfeito para os estudantes
Veja também: Intercâmbio na Irlanda: o blog completo

3- Critérios para retirar o visto

Para retirada do visto é necessário estar matriculado em um intercâmbio com duração de no mínimo 25 semanas.

A instituição de ensino deve possuir o selo ACELS e comprovar a certificação. A jornada de trabalho do estudante será definida em no máximo 20 horas semanais durante o período das aulas.

O intercambista pode trabalhar por 8 meses no país e se julgar necessário solicitar a renovação do visto por duas vezes.

Em nosso checklist para intercâmbio na Irlanda ressaltamos que os brasileiros que tiverem interesse em estudar no país por 90 dias não tem necessidade de visto.

Para agilizar o processo, é possível realizar o agendamento pela internet. O participante irá preencher os dados cadastrais e selecionar o melhor horário para apresentar os documentos.

Confira: GUIA: Quanto custa intercâmbio para Irlanda

3- Comprovação de renda

Entre as regras para quem deseja tirar o visto de estudo e trabalho na Irlanda está a comprovação de no mínimo 3 mil euros disponíveis para assegurar a estadia no país.

Atualmente, os 3 mil euros podem ser comprovados de algumas formas, como:

  • Um extrato bancário da Irlanda
  • A apresentação de extrato de um cartão pré-pago internacional
  • Um comprovante com a informação de que o dinheiro está depositado em um serviço com registro no Banco Central da Irlanda

Outra alternativa é o intercambista comparar no Post Office (como se fossem os correios no Brasil) e fazer a solicitação de uma Postal Order. O dinheiro será trocado por cheques nominais no total de 3 mil euros.

4- Encontrando um emprego na Irlanda: incluo um currículo no meu checklist?

O turismo e o comércio são os setores que mais empregam estudantes no país, podendo se atuar como garçom, caixa, barman, entre outros.

Para conseguir um emprego na Irlanda o procedimento é muito semelhante ao do Brasil, ou seja:

  • Montar um currículo bacana
  • Pedir indicação de moradores locais
  • Solicitar referências do primeiro emprego que conseguiu no país para os demais

Existem sites que auxiliam na busca por emprego. Outra sugestão é ir diretamente aos estabelecimentos e apresentar o seu currículo para possíveis vagas.

O importante na hora de conseguir um emprego na Irlanda é a persistência e o esforço. Faça caminhadas na cidade e visite o máximo de estabelecimentos possível!

Confira este depoimento:

Por que resolvi prolongar o intercâmbio na Irlanda 1 ano

5- Procedimentos para prolongar o intercâmbio na Irlanda

Como já mencionado, é possível prolongar por mais um ano, uma decisão comum entre os estudantes que desejam aperfeiçoar o idioma inglês.

De acordo com a experiência dos intercambistas que estudaram e trabalharam na Irlanda é possível desfrutar de horários flexíveis e conseguir uma rotina tranquila. Morar no país é garantia de qualidade tanto na questão financeira como no bem-estar emocional.

Quem deseja prolongar o intercâmbio no país precisa ter 80% de presença no primeiro curso realizado. O segundo passo é iniciar um novo curso, realizar o pagamento e providenciar o “Garda National Immigration Bureau” (GNIB), um cartão de imigração que comprova que está legalmente na Irlanda.

Veja mais detalhes: Como conseguir visto permanente na Irlanda e outros vistos

Esperamos que as informações do checklist para intercâmbio na Irlanda sejam a motivação que precisava para estudar em dos países mais acolhedores do mundo!

Se quiser saber mais detalhes de outros países que permitem estudar e trabalhar, confira nosso e-book gratuito:

E se você ainda está na dúvida se vale a pena fazer um intercâmbio na Irlanda, confira estes depoimentos de quem já fez:

Intercâmbio na Irlanda – estudando 2 meses na ACET Cork