em Geral

Intercâmbio é solução para encontrar o meu lugar no mundo?

Um intercâmbio pode ser a melhor coisa que vai acontecer na sua vida. Acredite! Fazer intercâmbio e estudar no exterior significa se esvaziar de si mesmo e preencher esse vazio com novidades. É como se a gente tivesse um buraco na cabeça e ganhasse um chip no lugar com experiências incríveis.

É por isso que o intercâmbio ajuda você a encontrar qual o seu lugar no mundo. É um divisor de águas com muitas vantagens.

Se você se pergunta: Qual meu lugar no mundo? Veja abaixo 5 motivos para viajar e deixar que o intercâmbio encontre esse lugar no mundo para você.

Veja também: Como melhorar sua vida através do autoconhecimento emocional?

Intercâmbio Institucional 728x90

Qual meu lugar no mundo? O intercâmbio pode dar a resposta

A ideia de ficar alguns meses em outro país é a troca de experiências. E os resultados disso são permanentes.

Um deles é se desligar de quase tudo o que aprendemos em nosso país e em nossa cultura, abrir mão de certezas para reformular conceitos, a partir de outros pontos de vista.

Veja como isso pode mudar sua vida!

Conheça culturas realmente diferentes

A ideia de fazer intercâmbio é, digamos, sair do seu quadrado. Ou seja, conhecer uma cultura diferente da sua. Mergulhar nos costumes diferentes da sua escola, da sua casa, do seu bairro, da sua cidade e do seu país NOVO.

Esse é o chamado intercâmbio cultural. Brasileiros que buscam outras culturas escolhem países com clima, gastronomia e costumes bem diferentes. Irlanda, Austrália, Malta e Nova Zelândia são ótimas opções para quem quer colocar o pé na estrada e voltar cheio de novidades.

Os quatro países usam o inglês como idioma principal, o que é outro incentivo para quem quer e precisa turbinar o idioma durante a viagem.

Veja mais: Descubra tudo sobre o que intercâmbio cultural

Faça amizades com pessoas de outros países

Imagina ter no seu WhatsApp amigos com os nomes Joe, John, Jess, Kristen, Amy…? Viajar é sinônimo de fazer amizades, se não for assim, perde até um pouco a graça. É uma oportunidade de ouro de construir laços importantes, trocar experiências pessoais e muitas vezes fazer amizades com pessoas de outros países pode abrir portas profissionais.

Não perca a chance de criar boas relações com estudantes e de fazer amigos por onde quer que vá.

O intercâmbio para quem afirma que quer “encontrar o meu lugar no mundo” pode ser cultural para aprender novos idiomas, mas principalmente, é uma interação com pessoas e experiências.

Aprenda ou melhore um novo idioma

Aprender inglês ou qualquer outro idioma por conta própria ou através de um curso requer prática. Ninguém é fluente em uma língua se não fala constantemente ou não torna a prática contínua.

Com o intercâmbio, quem já sabe inglês, por exemplo, vai ter a chance de falar bastante, melhorar a pronúncia, aprender expressões que normalmente um curso não ensina, e ampliar bastante o vocabulário.

Quem sabe pouco ou está em estágio intermediário vai poder mergulhar e mudar completamente a relação com a língua. A dica é não ter medo e nem vergonha de aprender a falar.

Um intercâmbio de idiomas é uma ótima motivação para viajar. “Como encontrar meu lugar no mundo?”. Parece que as respostas estão aparecendo.

Saiba mais: Depoimentos em vídeo de como falar inglês fluente em pouco tempo

Conheça novos hábitos e costumes durante o intercâmbio

Alguns países são ótimos para brasileiros experimentarem uma boa dose de choque cultural mais de perto.

Quando alguém escolhe a França para fazer intercâmbio, por exemplo, percebe ali no aeroporto mesmo, que muitos franceses são pessoas de poucas palavras e bastante diretos no que querem. É só o jeito deles viverem suas vidas.

Foco é o que mais define o francês e ali no dia a dia, dá pra notar o quanto somos diferentes e podemos aprender com hábitos e costumes do país, que já tentou colonizar o Brasil.

Outros países, como os Estados Unidos, Canadá, Austrália, Suíça, Inglaterra e Irlanda são alvos de muitos brasileiros que buscam experimentar o dia a dia com as diferenças marcantes do Brasil.

Quem alguns exemplos? Nos Estados Unidos, o café da manhã é praticamente o nosso almoço. Lá, às 8h da manhã come-se ovos e bacon com panquecas ou cereais. Na Irlanda, o famoso irish breakfast, a primeira refeição do dia, leva ovos, pão, feijão, tomate, batata e salsicha.

Acostume-se com comidas diferentes e hábitos totalmente libertadores. Duvido voltar para o Brasil e não querer fazer ovos fritos no café da manhã.

Procure lugares não-turísticos para visitar

“Não quero fazer turismo, e ver coisas que todo mundo vê, quero encontrar o meu lugar no mundo!”. O intercâmbio pode ser a solução para você.

Façamos de conta que o país escolhido para viajar foi os Estados Unidos, especificamente, na cidade de Nova York. Talvez, você não se identifique com Manhattan, mas pode achar o Soho ou o Brooklyn a sua cara.

Normalmente, o que faz o intercâmbio ser incrível são as pessoas locais e os lugares que geralmente os turistas não visitam, porque estão fora do roteiro. Afinal, as pessoas que moram na cidade, gostam e frequentam lugares fora do mapa turístico.

Procure esses lugares para conhecer gente de verdade que não se preocupa com o status da cidade, mas simplesmente com as pessoas em si. O resultado de visitar os lugares com a alma dos moradores é incrível.

É possível conhecer costumes novos, provar comidas diferentes, interagir com pessoas simples e que têm muito a ensinar. Será marcante na sua viagem.

Esse é o intercâmbio para que afirma: “quero encontrar o meu lugar no mundo”. Tenha a cabeça aberta para experimentar o novo, para enxergar as pessoas com mais tolerância.

Confira: Conheça quais são os 8 lugares mais bonitos do mundo

Na dúvida de qual é o melhor destino para o seu intercâmbio?

Faça nosso QUIZ online e descubra agora mesmo:

Confira depoimentos de quem fez intercâmbio e mudou sua vida:

EC Malta durante 3 meses de um ano sabático