em Espanha

Intercâmbio em Barcelona – 7 armadilhas a serem evitadas

Como em qualquer destino, Barcelona também reserva algumas armadilhas para os estrangeiros menos atentos. Ao fazer um intercâmbio na cidade, fique esperto. Veja abaixo a lista que elaboramos dos 7 micos mais comuns em intercâmbios em Barcelona.

Procurando opções de cursos ou escolas para seu Intercâmbio na Espanha? Confira nossas opções de pacotes para realizar essa aventura!

Dicas do que NÃO fazer durante seu intercâmbio em Barcelona:

1. Comer em restaurantes/bares turísticos

Como um bom intercambista, você está ali para vivenciar a cultura local, certo? Além disso, quer se divertir gastando o mínimo possível. Por isso, evite os estabelecimentos turísticos – especialmente aqueles onde a sangria (bebida típica espanhola – falaremos mais dela depois) é servida com um canudo gigante. Isso é a cara do turismo! Fuja dos restaurantes nas Ramblas que são caros e ruins (exceção: Viena, quase chegando na Plaça Catalunya). Se estiver na região fazendo intercâmbio e bater a fome, caminhe um pouco até as ruas próximas. A poucos metros de distância você vai encontrar opções mais acessíveis, onde come-se melhor.

2. Ir a espetáculos flamencos

Diferentemente do que muita gente pensa, o flamenco não é uma dança típica de toda a Espanha. O melhor lugar para assistir a um show de verdade é na Andaluzia. Na região, os bons flamencos são itinerantes e geralmente acontecem no Teatre del Liceu ou no Palau de la Música. Durante seu intercâmbio em Barcelona fique de olho na programação desses lugares e fuja das casas de shows que prometem noites típicas flamencas.

3. Andar distraído

Infelizmente, Barcelona é a capital europeia dos “carteiristas” ou “batedores de carteira”, que são os responsáveis por pequenos golpes nas ruas (já falamos brevemente sobre isso neste post). Os furtos são muito comuns e, na maioria das vezes, são imperceptíveis, já que quase nunca há violência. Evite também “dar corda” para estranhos. Alguns golpes envolvem abordagens para pedir informações ou dar avisos. Vale reforçar que a cidade NÃO é insegura: é possível viver com tranquilidade, sem grandes preocupações, mas é preciso cuidado com carteiras, celulares, bolsas e documentos – especialmente nos lugares mais movimentos, como pontos turísticos e estações de metrô. Os desatentos em Barcelona são as vítimas perfeitas! Ande pelas ruas com o mínimo possível.

* Lembrete: se você estiver fazendo intercâmbio em Barcelona e for vítima de um furto ou assalto, procure o quanto antes uma delegacia ou posto policial para registrar a ocorrência. Não se esqueça também de cancelar os cartões de crédito. Se o passaporte tiver também “ido embora”, procure o Consulado-Geral do Brasil (Avenida Diagonal, 468) para solicitar um novo documento (leia mais sobre isso aqui).

4. Jogar fora o ticket do metrô

Essa dica é universal. Em qualquer lugar do mundo, incluindo Barcelona, guarde sempre o ticket até sair da estação. Um fiscal pode aparecer a qualquer momento (dentro e fora do vagão) e pedir o comprovante para conferir data, horário e validação/pagamento. Aqueles que não têm o ticket (mesmo sendo turistas) levam multa – fora a dor de cabeça. É muito comum isso acontecer com viajantes e intercambistas inexperientes. Fique atento e evite essa roubada durante seu intercâmbio em Barcelona.

5. Encarar as filas das atrações turísticas

Como já comentamos, ser intercambista tem suas vantagens em comparação ao turista comum. Já que você passará uma temporada em Barcelona, desfrute disso sem moderação! Planeje com calma os dias que irá visitar os pontos turísticos (são muitos!) e informe-se a respeito dos horários menos movimentados. Além disso, quando possível, compre os ingressos pela internet, com antecedência. Isso vale especialmente para as visitas internas à Igreja Sagrada Família – que sempre tem filas estratosféricas! Compre o ticket antes aqui e não se estresse.

6. Procurar pelas touradas

Lembra aquela história que a Catalunha – e, portanto, Barcelona – é um mundo à parte? Cada pedacinho da Espanha tem sua cara. Apesar de as touradas serem algo ainda comum pelo país, Barcelona se auto proclamou uma cidade anti-taurina. Até existem apresentações desse tipo, mas costumam ser mixurucas com arenas vazias e não raro, os poucos espectadores são recebidos a tomatadas por manifestantes. Quer dizer: fuja desse programa de índio durante seu intercâmbio em Barcelona. Deixe as touradas para Madri ou Sevilha.

7. Pagar para usar internet

A não ser que seja uma situação emergencial, não há necessidade de pagar pela internet nas ruas de Barcelona. As escolas de idiomas oferecem redes gratuitas aos alunos, alguns estabelecimentos (restaurantes, bares, lojas) também, além de haver pontos públicos de wi-fi. Alguns deles: Avenida Diagonal, em Las Ramblas; Passeig Lluís Company, onde está o Arc do Triunfo; nas praias e nas bibliotecas da cidade. Não faltam opções. Veja o mapa completo aqui.

barcelona_wifi_internet

____

Enfim, com essas dicas você está seguro e possivelmente irá passar seu intercâmbio em Barcelona sem maiores prejuízos.  Agora é só curtir. Descubra Barcelona.