em Dicas

Qual tipo de plano de carreira você quer para sua vida?

Algumas empresas costumam estruturar os chamados “planos de carreira”, divididos em diversos tipos. Mas, a verdade, é que só existem dois tipos de plano de carreira:

  • Aquele que o próprio profissional define para sua vida, tornando-se o protagonista do seu sucesso.
  • Aqueles que a empresa estrutura para definir normas e regras claras de promoção, transferências e faixas salariais.

Nesta postagem, vamos apresentar os tipos de plano de carreira mais empregados no mercado, além de dicas práticas de como um profissional deve planejar sua carreira para conseguir atingir seus objetivos pessoais e profissionais.

Já pensou em trabalhar no exterior e incluir esta experiência em sua carreira?
Saiba mais: Curso de inglês business intensivo: dê um UP em sua carreira

Tipos de plano de carreira

É muito importante entender que o plano de carreira de uma empresa é um instrumento administrativo organizacional e, é claro, pode ajudar os colaboradores a desenharem sua carreira.

Mas o protagonista deste processo deve ser o funcionário. Avaliações de desempenho e feedback podem ajudar a empresa a fazer um trabalho conjunto de desenvolvimento profissional com os colaboradores, em que o tipo de plano de carreira pode ter alguma influência.

No entanto, quem decide os destinos de sua própria vida é o empregado, não o empregador.

Veja também: Carreiras de sucesso: o que têm em comum?

Os tipos de planos de carreira nas empresas

Segundo o livro “Administração de Cargos e Salários“, de Bendito Rodrigues, os tipos de plano de carreira podem variar.

Quanto a estrutura, podem ser:

  • Baseada em cargos: deriva do plano de cargos e salários e o colaborador tem diante se si um sequência de cargos para galgar.
  • Baseada em segmentos de carreiras: nesse caso, a definição do cargo é mais ampla e geralmente emprega termos como especialista em “X”, que é o grau máximo dos níveis anteriores, por exemplo: Advogado nível 1, 2, 3… até Advogado Especialista.

Os 6 tipos específicos de plano de carreira:

  1. Carreira por linha hierárquica: aquelas que culminam em cargos como “gerente”, seguidos de cargos mais estratégicos, como diretor, Vice-presidente e Presidente.
  2. Carreira em Y: tenta equilibrar duas vertentes, uma de cargos técnicos e especializados, e outros de gestão, apresentando níveis hierárquicos correspondentes para os dois ramos de carreira.
  3. Carreira por linha de especialização: uma estrutura mais fechada em que que o colaborador que começa como auxiliar de marketing, seguirá cargos em linha reta até gerente de produto, ou superintendente de marketing, sem se desviar desta rota.
  4. Carreira por linha de polivalência: modelo oposto ao anterior, permite que os colaboradores transitem entre departamentos e áreas, conforme suas carreiras evoluem.
  5. Carreira por linha generalista: incentiva o conhecimento profundo de uma área, sempre complementado pelo conhecimento geral de gestão e da empresa.
  6. Carreira mista: adoção de um conjunto dos planos anteriores, adaptados para as características da empresa.

Com base nessas estruturas, um profissional pode delinear diretrizes para seu plano pessoal de carreia dentro da empresa em que se encontra naquele momento.

Mas a carreira profissional, usualmente, é bem mais ampla que isso.

As pessoas têm diferentes objetivos durante suas vidas e frequentemente mudam de emprego e até de atividade profissional.

Por isso, quem quer criar um tipo de plano de carreira ideal para sua vida, deve ter uma postura bem mais ampla, como vermos a seguir.

Confira também: Como aprender inglês rápido e alavancar sua carreira

Como desenvolver seu plano pessoal de carreira

Os tipos de plano de carreira podem variar, mas as diretrizes de seu plano de evolução profissional devem seguir um planejamento baseado em suas forças e fraquezas, seguido da definição de metas claras e as datas para atingi-las.

Aqui na Descubra o Mundo, costumamos sugerir a seguinte metodologia:

Os 5 passos para montar seu plano de carreira:

  1. Definir objetivos: aonde você quer chegar em 5 anos? Trace um objetivo claro, como por exemplo: Ser promovido para o cargo de supervisor.
  2. Entender no que você é bom: estude suas características e tenha confiança naquelas competências que você domina.
  3. Enxergar suas limitações: ninguém é bom em tudo. Se existe algum fator restritivo para alavancar seus objetivos, desenvolva-os! Você precisa melhorar o inglês, aprofundar seus conhecimentos de Contabilidade? O que está faltando para sua carreira deslanchar?
  4. Trace ações concretas: Quais as mediadas efetivas com as quais vai se comprometer e quando acredita que trarão resultados? No caso do exemplo anterior, tangibilize suas ações em atitudes como: Fazer um curso de idioma intensivo por uma ano; ou: estudar contabilidade em casa duas horas por dia, todo noite, por seis meses.
  5. Medir, analisar, reorganizar: Ao chegar nas datas que definiu sobre suas ações, veja se os resultados estão sendo positivos e pense em como ir mais adiante. No caso do exemplo anterior, novamente, você pode decidir fazer um intercâmbio de inglês nas ferias e ingressar em um MBA de finanças, por exemplo.

Veja mais detalhes sobre planejamento de carreira nestas duas postagens de nosso blog:

Intercâmbio Institucional 728x90

Confira: Escolas de inglês nos Estados Unidos: alavanque sua carreira

Veja alguns depoimentos de quem aproveitou as férias para estudar inglês no exterior e turbinar a ascensão profissional: