em Dicas

7 dicas para lidar com a depressão pós-intercâmbio

A depressão pós-intercâmbio é algo tão comum que já ganhou até um nome específico: síndrome do regresso. Após uma viagem enriquecedora por uma cultura diferente e um novo idioma, é normal sentir um certo desconforto ao voltar ao país natal. O período médio para se adaptar a um país estrangeiro é de 6 meses. Mas o tempo para se readaptar ao seu país pode levar até dois anos.

Leia também: 5 situações para as quais você deve estar preparado ao fazer intercâmbio

Se você está prestes a fazer um intercâmbio ou está prestes a voltar ao Brasil, não deixe de conferir as dicas que separamos para que o regresso seja mais fácil e tentar, quem sabe escapar da depressão pós-viagem.

Querendo fazer intercâmbio? Temos opções para o mundo inteiro, confira!

7 dicas para lidar com a depressão pós-intercâmbio

1- Assista filmes

Para matar a saudade e amenizar a depressão pós-viagem, vale ver filmes. Filmes clássicos que se passam em certos países são perfeitos para recuperar um pouco da magia daquele lugar e acalentar o coração. Se o seu intercâmbio foi em Londres, por exemplo, experimente ver filmes famosos como “Um Lugar Chamado Notting Hill”, “Match Point – Ponto Final”, “O Diário de Bridget Jones”, “Mary Poppins” e “V de Vingança”. Você se sentirá envolvido pela história e ainda aproveitará para ver as belas locações da cidade!

2- Leia livros

Mais do que belas histórias, livros são a melhor forma de viajar sem precisar sair do lugar. E existem livros que se passam nas mais diversas cidades do mundo e garantem uma imersão imediata no local. Se você está com depressão pós-intercâmbio de Paris, por exemplo, experimente ler livros como “A Parisiense”, “O Código da Vinci”, “Aconteceu em Paris” e “Anna e o Beijo Francês”.

3- Compartilhe experiências e impressões

Já ouviu falar na história de que o primeiro passo para a cura é assumir uma doença? Pois bem, o mesmo vale para a depressão pós-intercâmbio! Assuma a “doença” e fale sobre a cidade do seu intercâmbio com familiares e amigos. Após desfazer as malas, compartilhe suas histórias, crie um blog ou compartilhe tudo em redes sociais. Porém, é importante lembrar que quem escuta não estará tão empolgado quanto você. Não leve para o lado pessoal!

4- Dê tempo ao tempo

Evite correr de volta aos estudos quando voltar para casa. Isso apenas mostrará o contraste aparente entre a vida cheia de estímulos e novidades do exterior e a mesmice cotidiana. Volte ao ritmo normal aos poucos. Por isso, a melhor época de voltar do intercâmbio é durante as férias. O mesmo vale para a retomada das rotinas de exercícios, dietas e outras atividades.

5- Torne-se um turista na sua cidade

Explorar a sua cidade natal ajuda a amenizar e acabar com a depressão pós-intercâmbio! Principalmente se você mora em grandes centros urbanos, onde não faltam opções de programas e atividades. A maioria das pessoas não aproveitam tudo o que sua cidade tem a oferecer, por isso a dica é voltar da viagem e tentar ver sua cidade natal com olhos de turista!

6- Mantenha contato com os amigos estrangeiros

Seus familiares e amigos podem não ter tanta disposição para ouvir cada detalhe da viagem, por isso uma ótima forma de deixar cada momento vivo é relembrá-los com os amigos estrangeiros. Coloque a conversa em dia, lembre de momentos engraçados, mate as saudades e não deixe de planejar novas viagens com a turma. Atualmente, não faltam opções para manter contato com pessoas de qualquer lugar do mundo.

7- Continue viajando

Essa, talvez, é a melhor dica: para curar a sua depressão pós-intercâmbio… Viaje! Isso mesmo. Podem ser viagens grandes ou até mesmo pequenas viagens de fim de semana. Explorar novos ares, mesmo que seja numa cidade próxima, mantém o espírito aventureiro vivo. E nunca se esqueça que o fim do intercâmbio terminar não significa que você não poderá mais visitar a cidade onde ele foi realizado. Quando for possível, marque uma nova viagem para matar as saudades.

Só não vale ficar com medo da depressão pós-viagem e deixar de viajar! Agarre todas as oportunidades que estão ao seu alcance. Se planeje bem e Descubra o Mundo com a gente!

Veja também: E a saudade? Como lidar com as emoções durante o intercâmbio.