em Dicas

Carreiras de sucesso: o que têm em comum?

Que tal se inspirar em algumas histórias reais da carreira de sucesso para descobrir as características comuns de muitos empreendedores e personalidades famosas?

É claro que nem todos eles têm todas estas características que vamos relacionar, mas cada uma delas sempre será uma lição e um aprendizado que você deve cultivar em sua carreira.

Confira, agora, as lições de carreiras de sucesso que você pode tirar destas histórias.

Intercâmbio Institucional 728x90

Veja também: Como aprender inglês rápido e alavancar sua carreira

O que uma carreira de sucesso têm em comum?

Inteligência, dinamismo, criatividade, conhecimento… esse tipo de característica, realmente ajuda. Mas e fracassar ou ser despedido? Como coisas assim podem ser exemplos de um acarreia de sucesso?

Dê uma olhada: 

1- Muitos fracassos

Já ouviu falar neste sobrenome japonês: Honda?

Pois saiba que antes de se tornar famoso mundialmente e considerado um dos industrias de maior sucesso, Honda foi rejeitado quando buscava emprego como engenheiro na Toyota. Decidiu, então, fabricar motonetas em sua garagem, dando, assim, origem a um dos maiores impérios automotivos do planeta.

Um nome japonês menos conhecido, Akiro Morita, fundador da Sony, começou com um produto que foi um retumbante fracasso: uma panela de arroz que não funcionava direito.

Com esse aprendizado, Morita foi melhorando sua empresa, até ela se tornar o que é hoje.

Considerado um dos maiores inventores de todos os tempos, tendo criado a lâmpada elétrica e o fonógrafo (precursor dos toca-discos), Thomas Adson teve muito mais invenções que fracassaram do que as que fizeram sucesso. Mas se você não tentar, se você não errar e fracassar, nunca vai conseguir chegar lá. E, na verdade, muitas de suas invenções originais que não “decolaram”, anos mais tarde foram aperfeiçoadas por outros e se tornaram um sucesso.

2- Perseverança durante a carreira de sucesso

A autora de um dos livros, na verdade uma série deles, mais vendidos na atualidade, J. K. Rowling, criadora de Harry Potter, foi recusada por nada menos que 8 editoras antes de conseguir a primeira oportunidade de publicar um livro e desenvolver sua brilhante carreira de sucesso.

Outro autor que trilhou o mesmo caminho foi o escritor de suspense Stephen King, mas, no caso dele, foram precisas mais de 30 vistas a editores antes de conseguir sua primeira chance de publicação, mas ele nunca desistiu!

Outro empreendedor de sucesso que nunca deixou de acreditar em sua receita foi o Coronel Harland Sanders, fundador do mais famoso restaurante de frango frito do Mundo o KFC. Ele demorou 13 anos e 1.009 e tentativas até achar que seu prato secreto estava suficientemente delicioso.

Inspire-se nesta mensagem de incentivo ao trabalho de Albert Einstein para entender melhor a relação entre perseverança e uma carreira de sucesso:

“Eu tentei 99 vezes e falhei. Mas na centésima tentativa eu consegui, nunca desista de seus objetivos, mesmo que eles pareçam impossíveis. A próxima tentativa pode ser a vitoriosa”.

3- Começam a trabalhar cedo

É claro que isso não é uma regra, mas empreender ou trabalhar o quanto antes, ajuda as pessoas a se tornarem mais pragmáticas e objetivas, auxiliando em um acarreia de sucesso. Veja alguns exemplos:

  • Ralph Lauren: o criador de uma das grifes de moda mais famosas do mundo começou vendendo gravatas na escola, para os colegas.
  • Silvio Santos: Seu primeiro emprego foi de camelô, no cntro do Rio de Janeiro.
  • Soichiro Honda: O já citado fundador da fábrica de mesmo nome, começou a trabalhar aos 16 anos, como aprendiz de oficina.
  • Luiza Helena Trajano: aos 12 anos, Luiza Helena era balconista do Magazine Luiza, do qual veria a ser presidente.
  • João Carlos Paes Mendonça: antes de construir um gigantesco império varejista, com seu sobrenome dando nome às lojas, João Carlos ajudava o pai em uma pequena mercearia no interior do Sergipe.
  • Alexandre Costa: vendia chocolates de porta em porta aos 14 anos, fundou a cacau Show, alguns anos depois.
Saiba mais: MBA nos Estados Unidos: conheça os 6 melhores

4- Autodidatas que adoram conhecimento

Quem não conhece a história de que Bill Gates, Mark Zuckerberg e Steve Jobs não concluíram suas faculdades?

Mas aqui fica o alerta: isso não significa que não estudar é bom, significa que essas pessoas souberam aprender sozinhas, tornando o conhecimento que tinham bastante valioso. Estudar, sempre ajuda, e o próprio Jobs revelou isso em seu famoso discurso de formatura para universitários de Stanford.

Curiosidade: outro empresário do ramo de tecnologia que não fez faculdade foi Michael Dell, criados da marca Dell de computadores.

Confira: Curso de inglês business intensivo: dê um UP em sua carreira

5- Carismáticos

Falta de carisma não significa que o sucesso na carreira será impossível. Mas ele ajuda muito.

Empresários e gestores de sucesso conhecidos por seu carisma são Jeff Bezos, da Amazon, com seus discursos empolgantes; David Karp, líder do Tumblr, cuja humildade e inteligência cativam a todos na empresa; Mark Zuckerberg, o garoto prodígio e irreverente do Facebook; Robert Allen Iger, CEO da Disney, onde ser carismático faz parte das atribuições de todos os funcionários; Richard Branson, o sorridente magnata e fundador do Grupo Virgin e, por que não citar? Barak Obama, o primeiro presidente negro (e com sobrenome muçulmano) dos Estados Unidos.

6- Foram despedidos, mas tiveram uma carreira de sucesso

  • Walt Disney: foi despedido do jornal em que trabalhava como ilustrados por “falta de imaginação”.
  • Steve Jobs: Foi demitido da Apple, empresa que criou, e decidiu comprar a Pixar, para transformá-la em um dos maiores estúdios de animação do mundo. Mais tarde, voltou à Apple para reerguê-la.
  • Lee Iacocca: Demitido da Ford (onde havia lançado o Mustang), foi para a concorrente Chrysler, onde conseguiu recuperar a empresa e se tornar um de seus mais bem-sucedidos presidentes.
  • Jerry Seinfeld: Um comediante que se tornou milionário ao estrelar uma série com seu próprio nome, Seinfeld foi demitido de um seriado após o terceiro episódio, antes de fazer sucesso nos palcos de stand-up e virar celebridade.
  • Oprah Winfery: Uma das mais bem pagas apresentadoras de programas na TV americana foi demitida do jornal que apresentava por ser muito emocional.
  • Michael Jordan: Considerado o maior jogador de basquete de todos os tempos, foi cortado do time nos tempos de escola.
Veja mais: Processos seletivos de Trainee: só os melhores sobrevivem!

Que tal uma experiência internacional em sua carreira? Já pensou em estudar e trabalhar fora do Brasil? Confira nosso e-book:

estudoetrabalho

Veja outros artigos que podem te interessar: