em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Programa 30+: intercâmbio na EC Malta

O programa 30+ é destinado aos alunos que têm mais de 30 anos. Foi essa a escolha da Liliana Rocha Fernandes, 31, de Governador Valadares (MG), que passou 3 semanas na EC Malta e adorou o clima da ilha! Ela fez várias recomendações por aqui e contou como foi esse período. Veja:

O que achou do período de 3 semanas de intercâmbio?

É pouco tempo, mas com certeza melhor que nada!

Por que decidiu fazer um intercâmbio?

Eu sempre tive o sonho de viajar pelo mundo, conhecer novas culturas, ver a forma como as pessoas vivem. Só que para isso, eu precisava, ao mesmo tempo, melhorar meu inglês (que era praticamente inexistente!) e tomar coragem para viajar sozinha. O intercâmbio foi uma solução genial para esse problema. Apesar do pouco tempo, eu consegui perder o medo e a vergonha de falar. Consegui conhecer pessoas de outras nacionalidades e interagir bem. Recomendo muito a experiência e já estou pensando no próximo. Mas, dessa vez, vou me esforçar pra ficar mais tempo.

Intercâmbio em Malta
Foto: Liliana Fernandes/Arquivo Pessoal

Por que escolheu investir no programa 30+ em Malta? Chegou a considerar outros destinos?

Pensei em Londres ou Irlanda. Quando comecei a pesquisar mais sobre Malta, me apaixonei. O clima é bem parecido com o nosso aqui no Brasil e o país tem uma atmosfera jovial, divertida e festeira. Lindíssimas paisagens naturais, como eu nunca havia visto antes!

Como era a Azure Window em Malta: 10 fotos de intercambistas

Como foi se hospedar em residência estudantil?

Achei super tranquilo. Como eu participei do programa 30+, meus flatmates eram super responsáveis, uma graça! Eu também quase não parava em casa, então nem tenho do que reclamar.

Como era a residência estudantil da EC Malta?

Durante o programa 30+, fiquei no apartamento Ortigia, que fica situado em Swieqi, a mais ou menos 8 minutos a pé da escola EC Malta. O bairro é muito calmo e seguro. O apartamento em si era ótimo. Tinha uma varanda imensa, quartos grandes, cozinha arejada, tudo novinho. Algumas coisas não funcionavam, como o ferro de passar roupa e a torradeira. Acho que se eu tivesse reclamado na escola eles teriam providenciado, mas eu acabei deixando pra lá. No dia que eu cheguei também não tinha ventilador no quarto, mas depois acabei conseguindo um.

O que mais gostou e o que menos gostou em Malta?

Foi a melhor viagem da minha vida! Malta é belíssima, tem gente alegre por toda parte (mas claro, você pode esbarrar com algum maltês mau humorado). Fui com a mente muito aberta para viver coisas novas, então foi transformador pra mim. Eu também comprei alguns voos low-cost e viajei pra Itália e Londres. Até me arrependi (um pouco) disso, pois não aproveitei a ilha como eu queria.

O que eu não gostei foi a quantidade de brasileiros no país. Por vezes, eu pensava estar no Brasil de tanto português que se ouvia nas ruas.

TOP 10 lugares para visitar em Sliema, Malta
Intercâmbio em Malta
Foto: Liliana Fernandes/Arquivo Pessoal

O que achou do custo de vida em Malta?

O custo de vida em Malta não é alto. Algumas coisas no supermercado eu achei um pouco caras, como shampoo (entre 7 e 16 euros), sabonete (3 euros), papel higiênico etc. Então, se der pra levar, levem! Alimentação você encontra várias opções, das mais caras as mais baratas e famosas, como pizzas (que são imensas, baratas e dá pra dividir com alguém). Precisei comprar um cabo pra minha GoPro e achei um absurdo (15 euros). Mas no geral, gastei muito menos do que imaginei.

Gastos em Malta: dicas, lugares e noções de preços por quem já foi

O que costumava fazer no seu tempo livre?

Infelizmente, eu não tive muito tempo livre em Malta, pois tinha as aulas do programa 30+ e viajei todos os fins de semana que estive lá. Na parte da tarde, fiz passeios para Blue Grotto, Blue Lagoon etc. Costumava ir à praia (em St. Julian’s mesmo) ou conhecer algum lugar diferente. Amei a Paradise Bay, recomendo. A noite é super agitada, bomba em Paceville. Todo dia tem agito.

Conheça a vida boêmia de Paceville, Malta
Intercâmbio em Malta
Foto: Liliana Fernandes/Arquivo Pessoal

Como estava o clima em Malta entre maio e junho?

Apenas nos primeiros dias precisei sair com um casaco extra à noite, pois esfria um pouco. No início de junho a temperatura subiu e pegamos apenas calor, calor e calor. O clima em Malta é maravilhoso! Mas imagino que em julho e agosto deve ser um pouco insuportável de tão quente…

Depoimento: Malta no inverno – Intercâmbio na Ace English

Quais eram os horários das aulas na EC Malta?

A EC Malta tem três modelos de horários. Bank A ou B, com aulas de manhã às segundas, terças e quartas e na parte da tarde às terças e quintas (e no outro, bank é invertido). E aulas apenas pela manhã. Dei sorte, pois peguei aulas apenas pela manhã. Achei que dava para aproveitar mais assim.

Conheça a escola de inglês EC Malta
Download gratuito Ebook: Tudo o que você precisa saber sobre intercâmbio em Malta

Como é a EC Malta?

A EC Malta é uma ótima escola, sem dúvidas. Boa localização, infraestrutura, pessoal SUPER ATENCIOSO (impressionante), várias atividades extraclasses… Não gostei muito de um professor que tive, mas pedi para me trocarem de sala e eles me atenderam na mesma hora. O ponto realmente negativo é a quantidade de brasileiros lá. Mas, entendo que isso não é culpa da escola, eles não tem muito o que fazer.

EC Malta 30+: inglês para adultos num cenário incrível

Qual é o perfil dos alunos?

Eu fiz o programa 30+ na EC Malta, destinado apenas a alunos com mais de 30 anos. Tinha pessoas na minha faixa etária, 30 a 35, como pessoas mais velhas, faixa dos 50-60 anos. Também conheci pessoas mais novas, de outras turmas. Adorei conhecer todas as pessoas, principalmente as mais velhas que tinham uma história de vida interessante para compartilhar. Por outro lado, conheci pessoas de 20 e poucos anos interessantíssimas, brilhantes. Isso varia muito.

Depoimento: Intercâmbio depois dos 40: ótima experiência na EC Malta

Como você avalia o seu aprendizado durante o intercâmbio?

Obviamente, um programa 30+ de apenas três semanas é limitado. O mais importante: perdi o medo de falar e melhorei muito o listening. Apesar da quantidade de brasileiros, a imersão existe sim e ajuda demais. Sempre que possível, saia da escola e vá pros lugares acompanhada de estrangeiros. Faz muita diferença.

Intercâmbio em Malta
Foto: Liliana Fernandes/Arquivo Pessoal

Como chegou até a agência Descubra o Mundo?

A minha querida amiga Sabrina Macedo é consultora da Descubra o Mundo e organizou tudo pra mim. Conversei diretamente com ela, que me apresentou vários orçamentos e ainda conseguiu um ótimo desconto. Não tive qualquer problema com a agência e eles foram solícitos em tudo que precisei. Recomendo!

Depoimento: Intercâmbio de 1 mês na ESE Malta

Você recomendaria Malta como destino para quem quer estudar inglês?

Recomendo Malta para quem está buscando estudo e diversão, como no meu caso. Eu estava de férias e queria aliar o conhecimento em inglês com um lugar lindo para curtir. Nesse caso, Malta é o destino perfeito. Para quem realmente precisa focar no estudo, não recomendo devido a quantidade de brazucas que invadem a ilha. Ou então, deem preferência aos meses mais frios, quando o número de brasileiros é menor (assim ouvi dizer).

Depoimento: Canadá ou Malta? Opinião de quem fez os dois intercâmbios

Gostou do depoimento da Liliana? Nós também! Consulte a equipe da Descubra o Mundo e conheça o melhor destino para seu intercâmbio. Descubra Malta.