em Chile

Depoimento intercâmbio no Chile: 4 semanas na ECELA Santiago

Mais um intercambista veio contar a sua experiência no blog. Conversamos com o Helison Amaral, 24, de São Paulo, que fez intercâmbio no Chile durante 4 semanas, na ECELA Santiago.

Ele nos contou tudo sobre a cidade, a hospedagem em hostels e a evolução em relação ao espanhol.

Faça seu intercâmbio no Chile com a Descubra o Mundo.

Assista o nosso bate-papo:

Bate papo sobre intercâmbio no Chile

O Helison conversou ao vivo e gravou este vídeo para você saber tudo sobre estudar espanhol no Chile. Depois de ver o vídeo, confira um resumo de tudo que ele falou e descubra como um intercâmbio para Santiago pode valer à pena!

Por que fazer intercâmbio no Chile

O Helison sentiu a necessidade de estudar espanhol porque usava o idioma no trabalho. Inicialmente, para ingressar no idioma, ele fez aulas de espanhol no Brasil com um professor chileno, que o incentivou a ir estudar no país. Como ele valorizava esse aprendizado e realmente queria aprimorar o idioma, aproveitou o período de férias no trabalho para investir em um intercâmbio no Chile, durante 4 semanas.

Confira: Dicas de como fazer intercâmbio no Chile

Custo de vida no Chile

O custo de vida no Chile é alto, segundo o Helison. Ele se surpreendeu um pouco com os preços, principalmente relacionados à alimentação e transporte. Por isso, ele optava por cozinhar a própria comida e, aos fins de semana, preferiu aproveitar mais a cidade de Santiago ao invés de viajar.

Entenda: Tudo sobre o Chile

Hospedagem em Santiago – Hostel

O Helison decidiu se hospedar em hostel durante o intercâmbio no Chile. Ele se hospedou em dois hostels diferentes para poder conhecer ainda mais pessoas. E adorou essa opção! Disse que fez muitas amizades e pode conhecer gente de diferentes nacionalidades.

Os hostels escolhidos foram: Atacama Hostel (mais barato) e Aji Hostel (melhor custo-benefício).

Escola ECELA Santiago

O Helison gostou muito da escola ECELA Santiago e da metodologia. A cada semana, o professor era trocado. Por isso, teve quatro professores diferentes e, segundo ele, um era melhor do que o outro! O mix de nacionalidades era grande: dentre os alunos, havia brasileiros, suecos, alemães, americanos, australianos.

A ECELA fica no bairro Providencia e bem próxima aos hostels escolhidos: ele acordava poucos minutos antes do início da aula e ia a pé à escola.

Vida noturna em Santiago

O Helison diz que a vida noturna em Santigo é bem animada. Próximo ao bairro Providencia, há vários locais cheios de bares e restaurantes. O bairro Bela Vista é um dos mais boêmios e, por ali, há muita gente pelas ruas à noite. A escola ECELA Santiago também organiza algumas festas para os alunos.

Segurança em Santiago

O Helison achou a cidade de Santiago muito segura. Ele costumava andar à noite (ao invés de pegar táxi) e se surpreendeu com a quantidade de gente caminhando tranquilamente no período noturno. Ele não enfrentou nenhum problema quanto a isso.

Clima em Santiago

O Helison fez sua viagem de intercâmbio para o Chile entre novembro e dezembro e pegou frio, principalmente durante as noites. Mas, viu neve apenas no Vale Nevado. As temperaturas mais baixas estavam próximas a 0°C e depois subiram, ficando em torno dos 5°C. Apesar do frio, ele aproveitou bem e não teve dificuldades de se adaptar.

Veja mais: Cidades do Chile que você não pode deixar de visitar
Intercâmbio no Chile
Vale Nevado, Chile
Foto: Helison Amaral/Arquivo Pessoal

Como é a cidade de Santiago

Santiago é uma cidade grande e movimentada como qualquer outro grande centro (são mais de 5 milhões de habitantes). Segundo Helison, o estilo era bem parecido com São Paulo em vários aspectos. O povo se mostrou bem receptivo e atencioso.

Confira: Santiago do Chile: dicas para uma viagem inesquecível
Intercâmbio no Chile
Cidade de Santiago, Chile
Foto: Helison Amaral/Arquivo Pessoal

Aprendizado durante intercâmbio no Chile

O intercâmbio npara o Chile foi melhor do que o Helison imaginou e os resultados superaram as expectativas. Ele disse que aprendeu muitas questões do idioma espanhol – como as diferenças entre o espanhol falado nos diversos países da América do Sul. Para ser melhor, só se o intercâmbio fosse mais longo!

A experiência teve grande valia para a carreira do Helison, que aproveitou as férias para estudar. Segundo ele, a empresa viu com muito bons olhos essa iniciativa e o aprimoramento do idioma.

Confira também: ‘Portunhol’ NÃO: 5 razões para estudar espanhol honestamente

Atendimento da agência Descubra o Mundo

O Helison chegou até a Descubra o Mundo por meio de indicações de colegas da empresa. Ele fez questão de contar com uma agência especializada porque era o primeiro intercâmbio e queria receber todo o suporte necessário para garantir que desse tudo certo. Ele gostou muito do atendimento recebido. Próximo à data de embarque, a equipe da Descubra o Mundo telefonou para o Helison e deu todas as orientações necessárias. Segundo ele, esse “acompanhamento” em todas as etapas fez toda a diferença.

Intercâmbio no Chile, em Santiago | Foto: Helison Amaral/Arquivo Pessoal
Intercâmbio no Chile, em Santiago
Foto: Helison Amaral/Arquivo Pessoal

Santiago é uma excelente opção para quem quer estudar espanhol na América do Sul. O Helison se colocou à disposição para tirar dúvidas sobre o intercâmbio no Chile e, claro, a equipe da Descubra o Mundo também! Descubra o Chile.

Mas se você quiser pesquisar mais e descobrir outros destinos para visitar, pode usar nosso QUIZ online e descubra o local ideal para sua viagem de intercâmbio:

Veja mais dicas de intercâmbio para aprender espanhol: