em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Intercâmbio de 1 mês: LSI Vancouver para soltar o inglês

O Wesley de Oliveira, 23, resolveu investir em um intercâmbio de 1 mês para reciclar seu inglês, que andava enferrujado. Ele, que mora no interior do Rio de Janeiro e é recém-formado em Engenharia de Produção, ficou 4 semanas do inverno estudando na LSI Vancouver. Ele nos contou tudo neste depoimento! Veja os detalhes:

Por que intercâmbio de 1 mês no Canadá?

Eu já sou formado em inglês. Comecei o curso com 7 anos e terminei com 14. Desde então, quase 10 anos se passaram e o meu contato com o inglês ficou muito restrito. Percebi que precisava dar uma reciclada, pois é um idioma mandatório no mercado de trabalho. Além disso, sempre tive vontade de conhecer outro país.

Fiz várias pesquisas na internet e sempre encontrava coisas espetaculares a respeito desse país. Foi aí que me deu vontade de conhecê-lo, para saber se tudo isso que falavam a respeito do Canadá era verdade.

Canadá tem a melhor reputação do mundo: mais um motivo para conhecê-lo!
Tudo sobre Vancouver: dicas para conhecer a cidade

Como foi o processo de visto para o Canadá?

Super tranquilo. Fiz o requerimento pelo VAC Rio e todo o procedimento foi online. Só tive o trabalho de ir aos Correios para enviar e receber o passaporte. Se não me engano, levou uns 9 dias úteis para o visto ficar pronto.

Hospedagem em casa de família – como é?

Foi ótima. Pelas histórias que eu ouvi de outros estudantes a respeito das famílias que estavam os hospedando, dei muita sorte de cair numa ótima família. Não tive absolutamente nenhum problema com eles. Ficar hospedado numa casa de família faz com que a imersão no inglês seja muito mais proveitosa, já que você convive com pessoas fluentes na língua. A acomodação e as refeições eram ótimas.

Eu fiquei em North Vancouver e gostei bastante de lá, pois é um lugar bem calmo. A casa ficava apenas uns 5 minutos do ponto de ônibus.

Cite pontos positivos e negativos de Vancouver.

De tudo. Em comparação com o local onde vivo, Vancouver dá de mil a zero. O transporte público de Vancouver funciona, o povo é super educado, receptivo e nos sentimos seguros andando pelas ruas. Lá, as pessoas respeitam tudo e todos de forma igualitária.

Vancouver é uma cidade muito bem planejada. É um local fácil de andar e a cidade é estruturada em “blocos”. Você não vê uma curva nas ruas.

O único ponto negativo de Vancouver é a neve. A cidade não está preparada para isso e, então, qualquer 5 cm de neve acumulada faz com que a cidade fique um caos. Num dia desses de neve, eu levei 2 horas de North Vancouver até Vancouver e ainda tive que pegar dois ônibus, pois o motorista do primeiro não estava conseguindo dirigir na neve. Nos dias normais, só precisava pegar um ônibus e o trajeto era de 35 ou 40 minutos.

Conheça o transporte público de Vancouver
Intercâmbio de 1 mês em Vancouver, Canadá
Foto: Wesley de Oliveira/Arquivo Pessoal

Como é o custo de vida em Vancouver?

De uma maneira geral, o custo de vida em Vancouver é alto. Mas, eu não vi muita diferença em relação ao Rio de Janeiro.

Percebi que os produtos vendidos em farmácia são muito mais baratos do que aqui. O transporte público de Vancouver é caro, mas comparado com minha cidade, ainda consegue ser mais barato. Comida é muito cara, ao menos que você opte por comer fast food todos os dias. Roupas em geral são muito caras, mas tem um outlet perto do aeroporto que vende roupas com um preço mais baixo e ainda rolam umas promoções bem interessantes (tipo “compre uma peça e leve outra de graça” ou “leve outra com 50% de desconto”).

Compras no Canadá: dicas para economizar e se divertir
Depoimento: Curso de inglês na PGIC Vancouver com extra de conversação

Como é a vida noturna em Vancouver?

Não vou conseguir responder direito essa pergunta, pois nos finais de semana eu preferi conhecer outros lugares como Victoria e Whistler. Mas, aparentemente, é muito mais calma em relação ao que se vê por aqui. Eu vi um pessoal reclamando que as baladas acabavam muito cedo (se não me engano, terminavam às 2h).

O que costumava fazer no seu tempo livre?

Como eu sabia que meu tempo de estadia lá era curto, tentei aproveitar ao máximo o pouco tempo livre que tinha para conhecer a cidade.

Algumas dicas do que fiz:

  • Andar de bicicleta pelo Stanley Park;
  • Steam Clock – Sinceramente, não achei nada demais. É só um relógio pequeno que expele fumaça e que apita a cada 15 minutos;
  • Canada Place, que fica bem próximo de Gastown;
  • Capilano Suspension Bridge – A ponte realmente é um atrativo e você pode ainda caminhar por pequenas pontes que interligam algumas árvores. Porém, achei bem salgado o preço;
  • Lynn Canyon Suspension Bridge – É uma alternativa para aqueles que não quiserem gastar muito dinheiro. Eu não cheguei a ir lá, mas, dizem que vale a pena. A ponte é bem menor em relação à de Capilano, porém, a visita é gratuita.
  • Science World
Steam Clock, Vancouver
Foto: Wesley de Oliveira/Arquivo Pessoal

Foram muitos lugares visitados ao redor da cidade, pois a LSI Vancouver sempre organizava visitas aos mais variados lugares.

Aproveitei para ir até a cidade de Victoria, capital da província, e posso afirmar que é um lugar espetacular de se conhecer. É um lugar bem mais bonito do que Vancouver. Também fui até Whistler, que fica a 1h30 de distância de Vancouver. É um lugar bem legal de se conhecer. Aqueles que gostam de esportes radicais vão aproveitar melhor o que esse lugar tem para oferecer.

Conheça: 6 cidades do Canadá para intercâmbio
Victoria, Canadá
Foto: Wesley de Oliveira/Arquivo Pessoal

Como estava o clima em Vancouver?

O clima em Vancouver estava mais frio que o normal, entre janeiro e fevereiro. Se não me engano, foi o inverno mais rigoroso do local em 30 anos. A temperatura média ficou por volta de 1 ou 2°C. Nesse tempo que fiquei lá, teve um dia que fez 12°C. Porém, algumas vezes, a temperatura foi a -3°C.

Conheça o clima do Canadá
Intercâmbio de 1 mês em Vancouver, Canadá
Foto: Wesley de Oliveira/Arquivo Pessoal

Intercâmbio de 1 mês – O que achou da escola LSI Vancouver?

As minhas aulas eram na parte da manhã, de segunda a sexta, das 9h às 12h40. E na parte da tarde, segunda a quinta, das 13h40 às 16h. Gostei bastante do intercâmbio de 1 mês na LSI Vancouver. A escola fica bem no centro (em Downtown), tem boa infraestrutura e os professores (pelo menos os meus) eram ótimos.

LSI Vancouver: inglês na praia e na montanha
Depoimento: Intercâmbio em Vancouver na VEC Vancouver

Qual é o perfil dos alunos da LSI Vancouver?

Tinham muitos alunos latino-americanos, principalmente brasileiros e peruanos, e muitos asiáticos também (a maioria, japoneses). A média de idade variava entre 16 e 21 anos. O pessoal da mesma nacionalidade formava grupos e falava o idioma nativo. Para não ter esse problema, eu sempre andei em grupos com pessoas de diferentes nacionalidades.

TOP 14 opções de escola de inglês em Vancouver

Como você avalia o seu aprendizado durante esse intercâmbio de 1 mês?

Foi melhor do que eu esperava, principalmente porque eu já estava há muito tempo sem praticar o inglês.

Depoimento: Intercâmbio nas férias – 30 dias na ILAC Vancouver
Granville Island, Canadá
Foto: Wesley de Oliveira/Arquivo Pessoal

Como foi o atendimento da Descubra o Mundo?

Cheguei à agência pesquisando no Google. O atendimento foi o melhor possível e, sem dúvidas, recomendo a agência, pois todas as minhas dúvidas foram esclarecidas e o suporte dado foi espetacular. Durante o intercâmbio de 1 mês em Vancouver, me mandaram inúmeros e-mails e até me ligaram pelo Whatsapp para saber se estava tudo em ordem. O serviço prestado é da melhor qualidade possível.

Download: EBOOK Guia completo intercâmbio Canadá

Se você tem pouco tempo disponível, invista em um intercâmbio de 1 mês. Consulte a equipe da Descubra o Mundo, que tem todas as dicas na ponta da língua! Descubra o Canadá.