em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Intercâmbio Cork: ano sabático para estudar inglês

Intercâmbio Cork – A Raquel Castrou, 34, decidiu tirar um ano sabático para estudar inglês na Irlanda. Ela falou conosco diretamente de Cork, onde já está há 6 meses estudando na Cork English Academy. Muita coisa boa já rolou por lá e mais ainda está por vir, porque ela renovou o intercâmbio por mais 6 meses!

Assista ao vídeo:

Intercâmbio: por que fazer um

A Raquel conta que o inglês fluente é uma exigência na carreira dela e, por isso, precisava desenvolvê-lo mais. Com isso, iniciou o planejamento com bastante antecedência e decidiu tirar um ano sabático para estudar inglês. Não conseguia conciliar trabalho + estudo no Brasil e entendeu que uma imersão em outro país seria algo mais efetivo, que traria resultados mais duradouros.

Como aprender inglês rápido e alavancar a carreira
Como o intercâmbio pode dar um up na sua carreira
Intercâmbio Cork
Foto: Raquel Castro/Arquivo Pessoal

Intercâmbio Cork: a escolha do país

A Irlanda não era a primeira opção na lista da Raquel. Mas, quando iniciou os orçamentos, percebeu que financeiramente a Irlanda é mais econômica. A vantagem extra é que, por estar na Europa, é possível conhecer outros países e viajar aos fins de semana.

7 curiosidades sobre a Irlanda que vão encantar você

Intercâmbio Cork: a escolha da cidade

A Raquel é de São Paulo e já vive em uma cidade muito agitada. Ela preferiu um lugar mais calmo, pois queria ter a experiência de viver numa cidade menor (mas não TÃO pequena). Cork é perfeita por isso: qualidade de vida, numa cidade mais calma, mas sem estar “isolada do universo”. Ela diz que se apaixonou pela cidade!

Cork oferece de tudo: pubs, festas e lugares muito bonitos. Dublin está a 3 horas de ônibus.

Escolha difícil: Cork ou Galway?
Intercâmbio Cork
Foto: Raquel Castro/Arquivo Pessoal

Intercâmbio Cork: escola Cork English World

Cork English World é uma escola pequena e muito boa. A atmosfera é excelente porque os diretores e professores conhecem todos os alunos e as relações são mais próximas e familiares. Segundo a percepção da Raquel, as escolas maiores, por outro lado, são mais caras e mais cheias.

Tudo sobre a cidade de Cork

Intercâmbio Cork: brasileiros na Irlanda

A Raquel afirma que tem muitos brasileiros na Irlanda inteira. Mas, ela defende que o aprendizado depende de cada pessoa porque é possível só se comunicar em inglês. Mesmo assim, já estudou com pessoas de diversas nacionalidades.

Depoimento: Como é estudar inglês em Cork por 1 ano
Intercâmbio Cork
Foto: Raquel Castro/Arquivo Pessoal
Saiba mais: Morar na Irlanda, 12 coisas que você precisa saber

Intercâmbio Cork: fazendo trabalho voluntário

Por vontade própria, a Raquel se candidatou a um trabalho voluntário em uma charity shop – loja que recebe doações para ajudar alguma causa. Ela mesma foi até um desses lugares, se colocou à disposição, fez um teste e foi aceita a participar. Todos os dias após as aulas, ela trabalha em uma dessas lojas, onde consegue praticar o inglês. Lá, eles recebem doações (como roupas, acessórios e objetos em geral), que precisam ser organizadas e separadas por categorias. A função dela consiste em organizar as peças, arrumar a vitrine e até gerenciar o caixa. Segundo a Raquel, está sendo uma experiência incrível, pois ela realmente tem contato com a língua e com irlandeses.

Download ebook: Tudo o que você precisa saber sobre intercâmbio na Irlanda

Hospedagem em Cork

A Raquel ficou durante 3 semanas na residência estudantil até encontrar outro lugar para morar. Nesse meio tempo, encontrou um quarto individual para alugar em uma casa, localizada bem próxima à escola, e que é dividida com outras 8 pessoas (por opção própria, não há mais nenhum brasileiro). A casa é bem grande, assim como os quartos, e as áreas comuns são compartilhadas. Ela está super satisfeita com o local, mas diz que é preciso paciência para achar o lugar ideal.

Saiba mais: Melhores cidades da Irlanda: Dublin, Limerick, Galway e Cork

Intercâmbio Cork: Viagens durante intercâmbio

Nesses 6 meses, o foco da Raquel era estudar inglês na Irlanda. Por isso, sobrou pouco tempo para viajar pela Europa. Ela aproveitou para viajar bastante pelo país e explorar todos os cantinhos. Em breve, ela terá 2 meses de férias e já comprou passagem aérea para conhecer Berlim e Amsterdam.

Intercâmbio Cork – Cliffs of Moher
Foto: Raquel Castro/Arquivo Pessoal
Depoimento: Estudar inglês no exterior: intercâmbio em Cork, Irlanda

Atendimento da Agência Descubra o Mundo

A Raquel não se lembra muito bem como chegou até a Descubra o Mundo, mas se lembra de ter pesquisado na internet. Ela diz que não enfrentou nenhum problema, o processo todo foi muito seguro e ela gostou bastante da agência.

“Eu indico um intercâmbio em Cork, me apaixonei pela cidade e não tenho do que reclamar. O irlandês é simples e muito acolhedor. E aqui você se sente acolhido. É um lugar não tão pequeno, nem tão grande.”

Raquel Castro, 34, intercambista DMI

Guia: Quanto custo intercâmbio para Irlanda

Se você também está afim de ter uma experiência como essa, consulte a equipe da Descubra o Mundo que poderá te dar as melhores dicas e orientações. Invista em você e programe seu intercâmbio!