em Depoimentos Intercâmbio (Eu Fui)

Inglês para Negócios – depoimento sobre curso na EC Toronto

Curso de Inglês para Negócios pode ser a forma mais eficiente para quem quer aprender rápido, com foco na carreira. Pensando nisso, o Carlos Alberto da Silva, 59, Osasco (SP), dedicou 2 semanas de estudos na EC Toronto, no Canadá. Foi o primeiro intercâmbio dele, que já está considerando repetir a experiência!

Leia nossa conversa:

Por que fazer um curso no exterior de inglês para negócios?

C: Já estudo inglês há muito tempo e havia concluído um curso de uma escola tradicional no Brasil. Considerei que era o momento de fazer um aprimoramento fora, mas não tinha muito tempo disponível. Sendo assim, optei por fazer um intercâmbio no Canadá de apenas 2 semanas, em 5 horas de aulas diárias, com foco em inglês para negócios.

Programas para estudar inglês: confira várias opções
Depoimento: Destino Toronto: intercâmbio na ILSC

Como chegou até a agência Descubra o Mundo?

C: Conheci a agência Descubra o Mundo pela internet. Vi comentários bacanas e muita gente falando bem. Entrei em contato e fui muito bem atendido tanto antes, quanto durante o intercâmbio.

Conheça o clima do Canadá

Como é o curso de Inglês para Negócios da EC Toronto?

C: As aulas da EC Toronto eram bem legais, dinâmicas, num curso de inglês para negócios. As aulas eram às segundas, quartas e sextas, das 8h15 às 13h30; terças e quintas, das 13h30 às 18h30.

Para mim, no início, foi um pouco puxado, mas depois peguei o ritmo e foi tranquilo. Se pudesse optar, estudaria só pela manhã porque prefiro, mas mesmo com essa variação, foi bem tranquilo.

Fiz o curso de inglês para negócios 30+, voltado para pessoas acima dos 30 anos. É bem legal conviver com pessoas mais adultas porque os objetivos são outros. Havia muita gente ali buscando mudança de carreira. Eram cerca de 13, 14 pessoas por sala. A escola é séria e, claramente, os professores vão lá para dar aula “de verdade”. Senti que o dinheiro foi muito bem empregado.

O único problema é o excesso de brasileiros no Canadá – um fato que pode atrapalhar um pouco o aprendizado porque inevitavelmente acabamos falando português em alguns momentos. É um destino atraente, então é natural que isso aconteça; não tem muito o que fazer.

Depoimento: Intercâmbio de novo: voltando ao Canadá na ILAC Vancouver

Como foi se hospedar em um apartamento alugado?

C: Eu não queria ficar em casa de família e optei por alugar um apartamento (tipo kitnet) na mesma avenida da EC Toronto. A hospedagem não era um show, mas não comprometeu minha vida. A localização que era muito boa.

Como é a cidade de Toronto?

C: Toronto é uma cidade fantástica, que oferece muito. Eu nunca tinha ido ao Canadá e foi uma oportunidade de conhecer o país. Senti que o custo de vida em Toronto é alto, mais do que o americano, mesmo com a nossa moeda sendo mais valorizada em relação ao dólar dos EUA.

Mas, a cidade oferece segurança, diversidade cultural e étnica. Se pudesse, eu até consideraria migrar para lá porque é um lugar maravilhoso. O povo é muito agradável e acolhedor; as pessoas param para dar informação e oferecer ajuda. Certamente, voltarei ao Canadá.

Saiba como é o Canadá: as surpresas de um gigante
Toronto, Canadá
Foto: Carlos Alberto da Silva/Arquivo Pessoal

O que fez no seu tempo livre no Canadá?

C: Além de conhecer Toronto e visitar os principais pontos da cidade, em dois fins de semana diferentes, conheci Montreal e Quebec, me hospedando em um apartamento via Airbnb e em um hotel. Para as duas cidades, fui de avião (viagem de no máximo 2 horas) e ambas valeram muito a pena!

Conheça: 6 cidades do Canadá para intercâmbio

Como estava o clima em agosto, durante o intercâmbio?

C: Em agosto em Toronto estava calor, por volta dos 25ºC. É um clima mais úmido que o nosso. Mas, bem suportável e tranquilo. À noite a temperatura caía um pouco, e ficava em torno dos 15ºC.

Descubra tudo sobre o Canadá em 12 dicas
Inglês para Negócios em Toronto
Foto: Carlos Alberto da Silva/Arquivo Pessoal

Como são os canadenses?

C: Conheci alguns canadenses na EC Toronto, como os professores, por exemplo. No dia a dia, conversei com alguns nos lugares em que frequentei. De modo geral, são pessoas muito agradáveis, simpáticas e gostam muito do Brasil. Fiquei espantado de ver como conhecem nosso país e falam de nós com muito apreço.

Também fiquei impressionado com a quantidade de idosos na rua, que se viram e, aparentemente, vivem sozinhos. Vi muitos deles com andadores ou caminhando com dificuldade, mas que conseguiam fazer tudo sozinhos. Eles têm uma autonomia impressionante porque a cidade proporciona segurança e facilidade na locomoção.

Depoimento: Intercâmbio depois dos 50: aventura de 3 meses no Canadá

Quais documentos você providenciou para fazer o curso de inglês para negócios?

C: Comecei o planejamento do intercâmbio no Canadá em dezembro de 2016. Tive que renovar meu passaporte, que estava vencido, e tirar o visto canadense. Foi tudo muito rápido e contei com o auxílio da agência Descubra o Mundo. O meu voo foi direto São Paulo – Toronto.

Curso de inglês avançado no exterior: aprenda rápido!
Toronto, Canadá
Foto: Carlos Alberto da Silva/Arquivo Pessoal

Como é fazer intercâmbio mais velho e como foi a sua experiência?

C: É super válido! Não é difícil, não ficamos deslocados, apesar da diferença nas idades. Ao contrário: eu me adaptei rapidamente ao grupo. Na minha opinião, a gente rejuvenesce, volta no tempo, volta a estudar…

Claro que 20 dias é pouco tempo, mas valeu a pena. Aprimorei muito meu vocabulário de inglês para negócios e no dia a dia pude praticar com os nativos e com estudantes de outros países, que falam um inglês diferente. Recomendo a todos essa experiência, seja indo sozinho ou acompanhado, para os casados. Tem mais é que ir mesmo! Farei outros intercâmbios se tiver a oportunidade.

Depoimento: Intercâmbio em Montreal para estudar inglês aos 66